SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número4Dois novos Haploporidae (Trematoda) de Peixes do estado de Rondônia, BrasilNíveis de dano foliar por Herbívoros em árvores Amazônicas de diferentes estágios na regeneração florestal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Amazonica

versão impressa ISSN 0044-5967versão On-line ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.29 no.4 Manaus dez. 1999

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921999294614 

ZOOLOGIA

Surface morphology of some Amphistomes (Trematoda) of Amazonian Fishes and the description of a new genus and species

A morfologia duperficial de alguns Anfistomídeos (Trematoda) de Peixes Amazônicos e a descrição de um novo gênero e espécie

Vernon E. THATCHER 1   2  

1Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, AM, Brazil.

2Research Fellow of the Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), Brasília, Brazil.

ABSTRACT

The surface morphology of specimens from ten different genera of amphistomes (Trematoda, Cladorchiidae) from Amazonian fishes is described and illustrated. The importance of body shape as a generic character is considered. Morphological changes as a result of growth are shown and explained in relation to the species Dadaytrema oxycephala. Additionally, Doradamphistoma bacuensis gen. et sp. n. is described from the catfish, Megalodoras irwini Eigenmann, 1925.The new genus and species is elongate and flattened, with external pharyngeal pouches, an esophageal bulb, a spherical cirrus sac, a post-bifurcal genital pore and pre-equatorial testes.

Key words: fish parasite; trematode; amphistome; Amazonia; Brazil

RESUMO

A morfologia superficial de espécimens representando dez gêneros diferentes de anfístomos (Trematoda, Cladorchiidae) de peixes amazônicos é descrita e ilustrada. A importância da forma do corpo como caracter genérico é considerada. Modificações morfológicas, como resultado do crescimento, são mostradas e explicadas em relação à espécie Dadaytrema oxycephala. Adicionalmente, Doradamphistoma bacuensis gen. et sp. n. é descrito de um bagre amazônico, Megalodoras irwini. A espécie nova é alongada e achatada, com sacos faringiais externos, um bulbo esofageano, uma bolsa de cirro esférica, um poro genital pós-bifurcal e testículos pré-equatoriais.

Palavras-Chave: parasita de peixes; trematódeo; anfistomídeo; Amazônia; Brasil

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.