SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue4Phenology of the patauá palm (Oenocarpus bataua) in the Adolpho Ducke forest reserve, Manaus, Amazonas, BrazilAboveground biomass of a "campina" ecosystem in Roraima, Northern of Brazilian Amazonia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.34 no.4 Manaus Oct./Dec. 2004

https://doi.org/10.1590/S0044-59672004000400008 

BOTÂNICA

 

Novas ocorrências de briófitas para vários estados do Brasil

 

New records of bryophytes in the states of Brazil

 

 

Olga Yano

Instituto de Botânica, Caixa Postal 4005, 01061-970 — São Paulo, SP, Brasil

 

 


RESUMO

Cento e dezesseis espécies de briófitas são relatadas como novas ocorrências em vários estados do Brasil, sendo 62 de musgos, 53 de hepáticas e uma de antóceros. Estas espécies pertencem a 67 gêneros e 36 famílias. Para cada uma das espécies são apresentados dados quanto à distribuição geográfica no Brasil, localidade-tipo, basiônimo, bem como comentários sobre o substrato e as associações com outras espécies, quando pertinente. As espécies Acrolejeunea heterophylla (Evans) Grolle & Gradst., Brachymenium wrightii var. mnioides (Besch.) Florsch., Cheilolejeunea myriantha (Nees & Mont.) Schust., Cololejeunea nigerica (E.W. Jones) Schust., Lejeunea filipes Spruce, Leucodon julaceus (Hedw.) Sull., Macromitrium clavatum Grout, Plagiochila asplenioides (L.) Dumort., Polytrichum brachymitrium C. Muell. e Pylaisiadelpha tenuirostris (Bruch & Schimp. ex Sull.) Buck estão sendo referidas pela primeira vez para o Brasil.

Palavras-chave: musgos, hepáticas, Bryophyta, Marchantiophyta, Anthocerotophyta, fitogeografia de briófitas.


ABSTRACT

One hundred and sixteen (116) species of bryophytes are reported as new records for certain Brazilian states, distributed in 62 mosses, 53 liverworts and one hornworts. Those species are distributed among 67 genera and 36 families. Geographical distribution in Brazil, type locality, basyonym, comments on substrate, and about association with other bryophytes, when possible. The species Acrolejeunea heterophylla (Evans) Grolle & Gradst., Brachymenium wrightii var. mnioides (Besch.) Florsch., Cheilolejeunea myriantha (Nees & Mont.) Schust., Cololejeunea nigerica (E.W. Jones) Schust., Lejeunea filipes Spruce, Leucodon julaceus (Hedw.) Sull., Macromitrium clavatum Grout, Plagiochila asplenioides (L.) Dumort., Polytrichum brachymitrium C. Muell. and Pylaisiadelpha tenuirostris (Bruch & Schimp. ex Sull.) Buck are new records for Brazil.

Key words: mosses, liverworts, Bryophyta, Marchantiophyta, Anthocerotophyta, geographical distribution.


 

 

INTRODUÇÃO

Com a publicação dos catálogos de musgos (Yano, 1981), de antóceros e hepáticas (Yano, 1984) e de briófitas (Yano, 1989; 1995), houve a possibilidade de saber onde cada espécie de briófita ocorre nos diferentes estados do Brasil. Além disso, existem várias outras publicações, de 1995 até os dias de hoje, que são trabalhos de revisão, levantamento, fitogeografia, dados de mudanças nomenclaturais e outros por exemplo descrição de espécies novas, ocorrências novas para vários estados, que levaram à elaboração deste estudo da distribuição e diversidade das espécies de briófitas nos diferentes estados.

O principal objetivo do trabalho é, na medida do possível, diminuir as lacunas ou disjunções existentes para cada espécie estudada e conhecer a real diversidade das briófitas em cada estado brasileiro, contribuindo para o melhor conhecimento da distribuição geográfica da flora briofítica brasileira.

 

MATERIAL E MÉTODOS

O trabalho foi baseado principalmente na coleção depositada no Herbário do Estado "Maria Eneyda P. Kauffmann Fidalgo", do Instituto de Botânica (SP) e em materiais esparsos em outros herbários como da Universidade Federal da Bahia; da Universidade de Flórida; do Centro de Pesquisa do Cacau, Bahia; Jardim Botânico de Nova Iorque; Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.

Para cada táxon estudado são indicados localidade-tipo, referências sobre a descrição e ilustrações originais e alguns comentários sobre as espécies que estão sendo referidas pela primeira vez para o Brasil e a distribuição geográfica brasileira.

Na identificação das espécies foram utilizadas as seguintes referências: Bischler (1969), Buck (1983), Florschütz (1964), Frahm (1991), Fulford (1976), Gradstein (1994), Hässel de Menéndez (1962), Hell (1969), Lemos-Michel (2001), Lindenberg (1844), Ochi (1980), Reese (1993), Reiner-Drehwald (2000), Schuster (1980), Sharp et al. (1994), Spence (1996), Vanden Berghen (1976), e comparadas com as amostras já identificadas por especialistas.

O sistema de classificação adotado foi baseado em Buck & Goffinet (2000) para as Bryophyta, em Crandall-Stotler & Stotler (2000) para as Marchantiophyta e Hasegawa (1994) para as Anthocerotophyta.

Na distribuição geográfica de muitas espécies brasileiras para o estado de Roraima está baseado no trabalho de Santiago (1997).

Os estados brasileiros estão abreviados de acordo com as normas do IBGE, na distribuição geográfica das espécies.

As famílias, os gêneros e as espécies estão listadas em ordem alfabética dentro das divisões, e as primeiras referências para o Brasil estão indicadas por asterisco (*).

 

RESULTADOS E COMENTÁRIOS

São apresentadas 116 espécies de briófitas com referências novas para vários estados, sendo uma de antóceros, 53 de hepáticas e 62 de musgos, que estão distribuídos em 67 gêneros e 36 famílias. Destas, dez espécies estão sendo referidas pela primeira vez para o Brasil.

Os táxons de ocorrência nova listados no trabalho apresentam a seguinte distribuição, por região: ca 16,5% (20 sp.) são da região amazônica; 43,9% (51 sp.) da região nordeste; 34,3% (40 sp.) da região centro-oeste; 6% (7 sp.) da região sul; 2,6% (3 sp.) da região sudeste e 8,6% (10 sp.) novas para o Brasil.

Anthocerotophyta

Anthocerotaceae
Anthoceros punctatus L., Spec. Plant. 2: 1139. 1753
Localidade-tipo: Europa
Descrição e Ilustração: Hässel de Menéndez (1962).
Material examinado: Bahia, munic. de Ilhéus, área do CEPEC, km 22 da rodovia Ilhéus/Itabuna BR-415, sobre solo no jardim, 25-VII-1991, S.L. Oliveira, A.C. Messias & K. Ribeiro 123 (CEPEC 51746, SP 280881).
Distribuição: RJ, RS, SP.

Bryophyta

Brachytheciaceae
Brachythecium ruderale (Brid.) Buck, Mem. N.Y. Bot. Gdn 82: 240. 1998.
Basiônimo: Hypnum ruderale Brid., Musc. Recent. Suppl. 2: 158. 1812.
Localidade-tipo: Ins. Hispaniola.
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, trilha no interior da mata, epífita, 15-V-1999, G. Britto 9 (SP 326905, HUEFS 37970).
Distribuição: ES, MS, PE, PR, RS.

Bryaceae

Brachymenium exile (Dozy & Molk.) Bosch & Lac., Bryol. Jav. 1: 139. 1860.
Basiônimo: Bryum exile Dozy & Molk., Musci Archip. Ind. Jap. 3. 1844.
Localidade-tipo: Java, Sumatra.
Descrição e Ilustração: Ochi (1980).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Córrego de Véstia, sobre termiteiro, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9610 (SP 206315); idem, Faz. Agropecuária Santa Maria, solo arenoso, vermelho do cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9735 (SP 206439); idem, sobre termiteiro no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9741 (SP 206445). Roraima, rodovia Caracaraí-Boa Vista, km 11, sobre rocha granítica, 2-VIII-1974, P.N. Conceição/D.G.Y.-654 (SP 125521).
Cresce associada a Hyophila involuta (Hook.) Jaeg.
Distribuição: DF, PE.

*Brachymenium wrightii (Sull.) Broth. var. mnioides (Besch.) Florsch., Mosses of Suriname part 1: 195. 1964.
Basiônimo: Bryum mnioides Besch., J. de Bot. 16: 7.1902.
Localidade-tipo: Guadeloupe, Duss 1018 (H).
Descrição e Ilustração: Florschütz (1964).
Material examinado: Bahia, munic. de Urucuça, 7,3km north of Serra Grande on road to Itacaré, Fazenda Lagoa (15º25'S, 39º01'W), on log in forest, 11-V-1993, W. Thomas et al. 9861 (SP 280839); munic. de Santa Terezinha, Serra de Jibóia, proximidade da Torre da Embratel, ± 50m alt., tronco, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283923).
Ocorre sobre tronco de árvore, local mais alto. É facilmente reconhecida pelo filídio obovado e margem distintamente bordeada e costa excurrente; os filídios quando secos são espiraladamente torcidos.
Distribuição: Ilhas Ocidentais e Suriname, 1ª referência para o Brasil.

Bryum duplicatum Broth., Beih. K. Svensk. Vetensk Akad. Handl. 3(7): 29. 1900.
Localidade-tipo: Brasil, Mato Grosso, Cupim, Serra da Chapada, C.A.M. Lindmann 401. -1893 (holotipo H).
Descrição e Ilustração: Ochi (1980).
Material examinado: Rio Grande do Sul, Cambará do Sul, Itaimbezinho, Arroio Camiza, aquático, 14-III-1981, B. Irgang & J. Goergen s/n (ICN 60577).
Ocorre em solo úmido.
Distribuição: MT, PR.

Bryum grandifolium (Tayl.) C. Muell., Syn. 1: 250. 1848.
Basiônimo: Mnium grandifolium Tayl., London J. Bot. 6: 336. 1847.
Localidade-tipo: Equador, Andes Quitenses, Pichincha, Jameson J154 (BM, lectotipo).
Descrição e Ilustração: Ochi (1980).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, solo na beira da estrada, 20-II-1998, E. Melo et al. 2417 (SP 326870, HUEFS 33042).
Distribuição: RJ, RR, SC, SP.

Bryum radiculosum Brid., Spec. Musc. 3: 18. 1817.
Localidade-tipo: Itália, circa Roman (holotipo B).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Córrego da Véstia, sobre termiteiro, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9608 (SP 206313).
Distribuição: ES, SC.

Rosulabryum capillare (Hedw.) Spence, Bryologist 99(2): 223. 1996.
Basiônimo: Bryum capillare Hedw., Spec. Musc. 182. 1801.
Localidade-tipo: Europa.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994, como Bryum capillare Hedw.)
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, no solo arenoso do cerrado, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17126 (SP 242265).
Distribuição: BA, CE, DF, ES, GO, MG, MT, PA, PE, PI, RJ, RO, SC, SP.

Calymperaceae

Syrrhopodon gaudichaudii Mont., Ann. Sci. Nat. ser. 2. 2: 376. 1834.
Localidade-tipo: Brasil, Gaudichaud s/n (NY, isotipo).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Pernambuco, Jacobina, Serra Tombador, estrada Rio-Bahia, 5-VIII-1978, I. Pontual s/n (SP 149680).
Distribuição: AM, BA, ES, MA, MG, MT, PA, PR, RJ, RS, SC, SP.
Syrrhopodon lanceolatus (Hampe) Reese, Missouri Bot. Garden 49: 215. 1994.
Basiônimo: Calymperes lanceolatus Hampe, Vidensk. Meddel. Dansk. Naturhist. Foren Kjobenhavn. ser. 4. 1: 78. 1879.
Localidade-tipo: Brasil, Glaziou 9278 (holotipo BM).
Descrição e Ilustração: Florschütz (1964, como Calymperes lanceolatum Hampe).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco em decomposição, 18-III-1995, Equipe de CryptoII s/n (SP 283915).
Distribuição: AM, PA, PB, PR, RJ, SC, SP.

Syrrhopodon prolifer Schwaegr., Spec. Musc. Suppl. 2(2): 99. 1827.
Localidade-tipo: Brasil, Beyrich s/n (NY isotipo).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Alagoas, Quebrangulo, Faz. Pedra Talhada, sobre pau podre, 28-X-1980, D. Andrade-Lima 80-6640 (SP 170699).
Distribuição: AM, BA, DF, GO, MG, MT, PA, PE, PI, PR, RJ, RO, RS, SC, SE, SP.

Syrrhopodon rigidus Hook. & Grev., Edinburgh J. Sci. 3: 226. 1825.
Localidade-tipo: St. Vincent, Guilding s/n (holotipo BM).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17024, 17032 (SP 242169; SP 242177). Roraima, entre Boiaçu e Catremani, margem esquerda do rio Branco, pau podre, 27-VII-1974, Equipe do curso s/n (SP 125505, INPA, FLAS).
Cresce associada a Lejeunea boryana Mont.
Distribuição: AM, AP, PA, RJ, RO.

Catagoniaceae

Catagonium brevicaudatum C. Muell. ex Broth. in Engler & Prantl, Naturl. Pflanzenfam. 1(3): 1088. 1908.
Localidade-tipo: Bolívia, Unduavi, H.H. Rusby, X-1885.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Alagoas, São Miguel dos Campos, Faz. Pau Brasil, sobre tronco em decomposição, 28-X-1980, D. Andrade-Lima 80-6648 (SP 170703).
Distribuição: ES, MG, RJ, SC.

Dicranaceae

Campylopus heterostachys (Hampe) Jaeg., Ber. Thätigk. St. Gallischen Naturwiss. Ges. 1870-1871: 421. 1872.
Basiônimo: Dicranum heterostachys Hampe, Flora 48: 581. 1865.
Localidade-tipo: Peru, Prov. Carabaya, Sandia, Hasskarl s/n (holotipo BM).
Descrição e Ilustração: Frahm (1991); Castro et al. (2002).
Material examinado: Roraima, Serra Parima, on granitic rock, 28-VII-1974, Nelson Bruce 21581 (SP 125541).
Ocorre em troncos de árvores, tronco caído e sobre rochas em florestas montanhosas.
Distribuição: MG, PI, RJ, SP.

Campylopus occultus Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 86. 1869.
Localidade-tipo: Brasil, Paraná, Weir 66 (holotipo NY, isotipo F).
Descrição e Ilustração: Frahm (1991).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, solo arenoso do cerrado, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17129 (SP 242266).
Ocorre em solo arenoso úmido ou pantanoso, sobre troncos e rochas.
Distribuição: BA, DF, ES, GO, MA, MG, PR, RJ, RS, SC, SP.

Entodontaceae

Erythrodontium longisetum (Hook.) Par., Index Bryol. 436. 1896.
Basiônimo: Neckera longiseta Hook., Musci Exot. 1: 43. 1818.
Localidade-tipo: Peru.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Faz. da Estação Experimental da UNESP, ± 18km de Ilha Solteira em direção ao Ap. do Tabuado, base do tronco, no cerradão, 22-X-1984, O. Yano & J. Semir 9243, 9251 (SP 191865; SP 191872); idem, Córrego da Véstia, sobre tronco, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9599, 9615 (SP 206304; SP 206320); idem, Estação Experimental da UNESP, sobre tronco, cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9713 (SP 206418).
Distribuição: MG, PE, PR, RJ, RS, SP.

Fabroniaceae

Fabronia ciliaris var. polycarpa (Hook.) Buck, Brittonia 35: 251. 1983.
Basiônimo: Fabronia polycarpa Hook., Musci Exot. 1: 3. 1818.
Localidade-tipo: Colombia
Descrição e Ilustração: Buck (1983, 1998).
Material examinado: Alagoas, Maceió, em frente ao Centro de Ciências Biológicas, sobre tronco de Bombacaceae, 29-I-1982, O. Yano 3885 (SP 171013); Junqueiro, descida de Pau Ferro, tronco de Syagrus coronata, 30-I-1982, O. Yano 3894, 3896 (SP 171015; SP 171017).
Distribuição: BA, CE, DF, ES, MG, MS, PB, PE, PR, RJ, RS, SC, SE, SP.

Fissidentaceae

Fissidens guianensis Mont., Ann. Sci. Nat. ser. 2. 14: 340. 1840.
Localidade-tipo: Guiana Francesa, Leprieur 315 (PC, BM).
Descrição e Ilustração: Yano & Oliveira e Silva (1997).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre termiteiro na mata, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17072 (SP 242216); munic. de Selviria, Córrego do Véstia, sobre termiteiro, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9609 (SP 206314); idem, Faz. Agropecuária Santa Maria, solo arenoso, vermelho no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9737 (SP 206441); idem, sobre termiteiro no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9738, 9753 (SP 206442; SP 206457). Piauí, 36km a NW de Picos, BR-316, morro com caatinga e afloramento de arenito, base de tronco queimado, 30-I-1993, S.L. Oliveira, A.M. Carvalho, W. Thomas, A. Amorim & S. Sant'Anna 314 (CEPEC 55959, SP 280872).
Distribuição: AM, ES, MT, PA, PE, RJ, RO, SP.

Fissidens inaequalis Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 589. 1869.
Localidade-tipo: Amazonas, Fl. Negro, São Gabriel, Spruce 538.
Descrição e Ilustração: Florschütz (1964).
Material examinado: Roraima, Acampamento do 6º Bec-Jundiá, km 328 on Manaus-Caracaraí road from junction W/Manaus-Itacoatiara road, rhizome, 17-XI-1977, W.R. Buck (INPA 83196, NY).
Distribuição: AM, PE, RJ, SC.

Fissidens platyphyllus Broth., Akad. Wiss. Wien. Math. Naturwiss. Kl. Denkschr. 83: 275. 1924.
Localidade-tipo: Brasil, Santa Catarina, Tubarão in silva prope Conconhaz.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Faz. Agropecuária Santa Maria, sobre termiteiro no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9741 (SP 206445).
Distribuição: PR, RS, SC.

Fissidens radicans Mont., Annls Sci. Nat. Bot. ser. 2. 14: 345. 1840.
Localidade-tipo: Guiana Francesa.
Descrição e Ilustração: Florschütz (1964).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Faz. Agropecuária Santa Maria, base do tronco vivo cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9728 (SP 206433).
Distribuição: BA, ES, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RS, SP.
Fissidens serratus C. Muell. , Bot. Zeitung (Berlin) 5: 804. 1847.
Localidade-tipo: Indonesia, Java, Tjibodas, Fleischer s/n (neotipo FH-Fleisch).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994, como F. papillosus Sande Lac.)
Material examinado: Sergipe, Itabaiana, serra Itabaiana, sobre barranco, 22-I-1992, A.C. Messias & S.L. Oliveira 222 (CEPEC 51307, SP 280842). Piauí, 36km a NW de Picos, BR 316, morro com caatinga e afloramento de arenito, sobre solo em rochas, 30-I-1993, S.L. Oliveira, A.M. Carvalho, W. Thomas, A. Amorim & S. Sant'Anna 312 (CEPEC 55957, SP 280871).
Distribuição: MG, PR, RJ, RS, SC, SP.
Fissidens submarginatus Bruch in C. Krauss, Flora 29: 133. 1846.
Localidade-tipo: África do Sul, Natal, Krauss s/n (lectotipo BM, iso-lectotipo PC).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994, como F. intermedius C. Muell.).
Material examinado: Piauí, munic. de Piracuruca, Parque Nacional de Sete Cidades sobre pedra arenítico, no mesanino, 21-IX-2001, O. Yano & L.Y. Kida 26757 (SP 326538).
Distribuição: AC, AM, BA, MS, PA, PE, RJ, SC, SP.

Hedwigiaceae

Hedwigidium integrifolium (P. Beuav.) Dixon in C.E.O. Jensen, Skand. Blad mossfl. 369. 1939.
Basiônimo: Hedwigia integrifolia P. Beauv., Prodr. Aethéogam. 60. 1805.
Localidade-tipo: Europa.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Pernambuco, São Caetano, numa árvore derrubada, resto de mata, 25-IV-1971, I. Pontual 71-1110 (SP 149676).
Distribuição: ES, MG, PR, RJ, RS, SC.

Hypnaceae

Ctenidium malacodes Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 509. 1869.
Localidade-tipo: Andes Bogotenses, Weir 243.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, base do tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17056 (SP 242201).
Distribuição: MG, PR, RJ, SC.
Hypnum amabile (Mitt.) Hampe, Bot. Zeitung 27: 869. 1869.
Basiônimo: Ectropothecium amabile Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 513. 1869.
Localidade-tipo: Andes Bogotenses, prope Bogota, Weir 232.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Roraima, Serra Parima, on dead log, 28-VII-1974, Nelson Bruce 21341 (SP 125528, INPA, FLAS).
Cresce associada a Callicostella pallida (Hornsch.) Aongstr. e Lophocolea bidentata (L.) Dumort.
Distribuição: GO, PR, RJ (como Hypnum productum (C. Muell.) Broth.).
Isopterygium tenerifolium Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 499. 1869.
Localidade-tipo: Brasil, Fl. Amazon, in ripis praeruptis secus Obidos, Spruce 1060.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Roraima, margem esquerda do rio Branco, km 4, tronco podre, caído na mata úmida, 31-VII-1974, Equipe do Curso s/n (DGY 645) (SP 125512, INPA, FLAS).
Cresce associada a Calymperes erosum C. Muell.
Distribuição: AM, BA, CE, ES, MG, PA, PR, RJ, SC, SP.
Taxiphyllum taxirameum (Mitt.) Fleisch., Musci Fl. Buitenzorg 4: 1435. 1923.
Basiônimo: Stereodon taxirameus Mitt, J. Linn. Soc. Bot. Suppl. 1: 105. 1859.
Localidade-tipo: Java.
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco caído na mata, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17085 (SP 242228); idem, base do tronco na mata, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17089 (SP 242232).
Distribuição: SP.

Hypopterygiaceae

Hypopterygium tamariscinum (Hedw.) Brid., Bryol. Univ. 2: 713. 1827.
Basiônimo: Leskea tamariscina Hedw., Spec. Musc. 212. 1801.
Localidade-tipo: Insulae Australe et Jamaica.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, próximo à torre da Telebahia, sobre tronco de árvore em decomposição, 2-IX-1995, E. Melo 1306 (HUEFS 21985).
Distribuição: RJ, SP.

Lembophyllaceae

Orthostichella pentasticha (Brid.) Buck, Bryologist 97: 435. 1994.
Basiônimo: Hypnum pentastichum Brid., Musc. Recent. 2(2): 100. 1801.
Localidade-tipo: Borbon (Reunión).
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Santa Catarina, Garopaba, sobre rocha grande na mata úmida, 20-X-1979, O. Yano 2259 (SP 148323).
Distribuição: AM, DF, MG, PE, RJ, SP.

Leucodontaceae

*Leucodon julaceus (Hedw.) Sull., Musci Allegh. 87. 1846.
Basiônimo: Pterigynandrum julaceum Hedw., Spec. Musc. 81. 1801.
Localidade-tipo: Pensilvania.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Faz. do Cacildo, ± 40km de Ilha Solteira em direção a Três Lagoas, sobre tronco de Byrsonima sp. no cerradão, 25-X-1984, O. Yano & N. Taroda 9303p.p. (SP 191923).
Cresce associada a Frullania ericoides (Nees) Mont.
A espécie é caracterizada por ter os filídios juláceos a adpressos quando secos e largamente espalhados quando úmidos, às vezes obscuramente plicadas.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Leucomiaceae

Leucomium strumosum (Hornsch.) Mitt., Linn. Soc. Bot. 12: 502. 1869.
Basiônimo: Hookeria strumosa Horsnch. in Martius, Flora Brasil. 1(2): 69. 1840.
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro, Serra dos Órgãos.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Alagoas, São Miguel dos Campos, Faz. Pau Brasil, sobre tronco em decomposição na mata, 28-X-1980, D. Andrade-Lima 80-6649 (SP 170704).
Distribuição: AC, AM, AP, ES, MG, PA, PE, RJ, RO, RR, SC, SP.
Rhynchostegiopsis flexuosa (Sull.) C. Muell., Nuov. Giorn. Bot. Ital., n. sér. 4: 163. 1897.
Basiônimo: Hypnum flexuosum Sull., Proc. Amer. Acad. 5: 288. 1861.
Localidade-tipo: Cuba
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Amazonas, Rio Negro, near Ilha da Silva, várzea, on tree trunk, 16-I-1978, W.C. Steward, I. Araujo, G. Rogers, J.F. Ramos & J. Ribamar 381 (INPA 132373).
Distribuição: BA.

Meteoriaceae

Aerobryopsis plumaria (Hampe) Feisch., Hedwigia 44: 306. 1905.
Basiônimo: Neckera plumaria Hampe, Vidensk. Medd. Naturl. For. Kjoebenh. ser 4. 1: 116. 1879
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro, Glaziou 9238.
Descrição e Ilustração: Sehnem (1980).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, trilha do interior, epífita, 3-IV-1991, E. Melo et al. 2678p.p. (SP 326884, HUEFS 36602).
Distribuição: MG, MT, RJ, RS, SC, SP.

Papillaria hyalinotricha C. Muell., Hedwigia 40: 96. 1901.
Localidade-tipo: Brasilia, Rio Grande do Sul, Forromeco, Martio 1888.
Descrição e Ilustração: Sehnem (1980).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Córrego da Véstia, base do tronco, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P Noronha 9576 (SP 206281); idem, Córrego Dois Córregos, sobre tronco de árvore, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9620 (SP 206325).
Distribuição: RS.

Myriniaceae

Austinia tenuinervis (Mitt.) C. Muell., Linnaea 39: 439. 1875.
Basiônimo: Hypnum tenuinerve Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 549. 1869.
Localidade-tipo: Ins. Cuba, Wright 65.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, base do tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25271 (SP 322084).
Distribuição: SP.

Orthotrichaceae

Macromitrium altituberculosum Bartr. ex Grout, Bryologist 47: 17. 1944.
Localidade-tipo: Guatemala.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Maranhão, Grajaú to Porto Franco, on tree, 8-13-III-1934, Jason R. Swallen 3776 (SP 148757, NY).
Distribuição: MS, RR, SP.

*Macromitrium clavatum Grout, Bryologist 47: 16. 1944.
Localidade-tipo: Guadeloupe (NY).
Descrição: Grout (1944, 1946).
Material examinado: Paraná, Serra da Esperança, 29km west of junction on BR-277, km 140 (25º22'S, 51º18'W), 1150m alt., on bark of tree, 11-IX-1977, Dale Vitt 21346 (ALTA Univ. Alberta, SP 148413).
Muito semelhante a M. richardii Schwaegr., mas difere por ter células lineares basais estendendo até a metade do filídio e as células superiores são lisas.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Macromitrium guatemaliense C. Muell., Syn. Musc. Frond. 2: 644. 1851.
Localidade-tipo: Guatemala.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Paraná, Serra da Esperança, 2.5km W of Imbituva turnoff on BR-373, North-West-west of Curitiba (25º12'S, 50º41'W), elev. 940m, on ground on rotting wood, 11-IX-1977, Dale Vitt 21437 (Univ. Alberta Alta, SP 148314).
Distribuição: MG, RJ.

Schlotheimia jamesonii (Arnott) Brid., Bryol. Univ. 1: 742. 1826.
Basiônimo: Orthotrichum jamesonii Arnott, Mém. Soc. Linn. 1: 349. 1826.
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco caído na mata, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17082 (SP 242226).
Distribuição: AC, PE, PR, RJ, RS, SC, SP.

Schlotheimia torquata (Hedw.) Brid., Musc. Suppl. 2: 16. 1812.
Basiônimo: Hypnum torquatum Hedw., Spec. Musc. 246. 1801.
Localidade-tipo: Jamaica, Swartz s/n (G, NY).
Ilustração: Churchill & Linares (1995).
Material examinado: Roraima, Serra dos Surucucus (2º42-47'S, 63º33-36'W), NW of Mission Station, forest on terra firme, on tree branches, 21-II-1969, G.T. Prance et al. s/n (SP 148846, NY),
Distribuição: AM, BA, MG, PE, PR, RJ, RS, SC, SP.

Pilotrichaceae

Callicostella merkelii (Hornsch.) Jaeg., Ber. S. Gall. Naturw. Ges. 1875. 1876: 351. 1877.
Basiônimo: Hookeria merkelii Hornsch. in Martius, Flora Brasil. 1(2): 62. 1840.
Localidade-tipo: Brasil, Sebastianópolis, Merkel s/n.
Descrição e Ilustração: Oliveira e Silva & Yano (2000a).
Material examinado: Roraima, Boa da Mata, 216km N of Boa Vista, rod. Boa Vista-Caracas, rock, 30-XI-1977, W.R. Buck 1989 (INPA 99880, NY).
Distribuição: MG, PA, RJ, SC, SP.

Lepidopilum radicale Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 379. 1869.
Localidade-tipo: Equador.
Descrição e Ilustração: Florschütz-De Waard (1986).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco de árvore, 20-II-1998, E. Melo et al. 2399 (SP 326858, HUEFS 33024).
Distribuição: AM, RJ.

Pilotrichum evanescens (C. Muell.) C. Muell., Syn. Musc. Frond. 2: 179. 1851.
Basiônimo: Callicosta evanescens C. Muell., Linnaea 21: 189. 1848.
Localidade-tipo: Suriname, Paramaribo.
Descrição: Crosby (1969). Ilustração: Oliveira e Silva & Yano (2000a).
Material examinado: Roraima, Boca da Mata, 216km de Boa Vista, rod. Boa Vista-Caracas, mata branch, 30-XI-1977, W.R. Buck 1984, 1987 (INPA 99875, NY; INPA 99878, NY).
Distribuição: AM, BA, MG, PA, PE, PR, RJ, SC, SP.

Polytrichaceae

Atrichum oerstedianum (C.M.) Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 605. 1869.
Basiônimo: Catharinea oerstediana C. Muell., Syn. Musc. Frond. 2: 558. 1851.
Localidade-tipo: Costa Rica in regione montosa, Oersted.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Rio Grande do Sul, Criuva, Ilhéus, sobre solo interior da mata, 700m, 17-IX-1988, M. Rosato et al., det. D. Griffin III, XII-1988 (HUCS 4630).
Distribuição: RJ.

*Polytrichum brachymitrium C. Muell., Linnaea 42: 468. 1879.
Localidade-tipo: Venezuela.
Gametófitos medianos a robustos. Caulídio ereto. Filídios lanceolados; margem denteada; ápice acuminado com dentes; costa com até 35 lamelas fotossintetizantes, 7-8 células de altura (cada); célula apical da lamela piriforme (laterais) e crenulada (central).
Material examinado: Minas Gerais, Serra do Espinhaço, ca. 18km E. of Diamantina, cerrado, 18-III-1970, H.S. Irwin et al. 27870, 27869 (SP 148808, NY; SP 148809, NY); Morro das Pedras, ca. 25km NE of Patrocínio, on roadside, 28-I-1970, H.S. Irwin et al. 25549, (SP 148811, NY). Goiás, Serra dos Cristais, ca. 5km S of Cristalina, 3-XI-1965, H.S. Irwin et al. 9851 (SP 148810, NY).
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

 

 

Polytrichum brasiliense Hampe, Vidensk. Meddel. Naturhist. Foren. Kjobenhavn 3. 4: 53. 1872.
Localidade-tipo: Brasil austral, Glaus 5199.
Descrição e Ilustração: Farias (1984).
Material examinado: Roraima, Serra Parima, terrestrial on donned log, 28-VII-1974, Nelson Bruce 21441 (SP 125537).
Ocorre em solo ou barranco de planalto.
Distribuição: BA, RJ, RS.

Pottiaceae

Barbula riograndensis Bartr., J. Washington Acad. Sci. 42(6): 179. 1952.
Localidade-tipo: Brasil, Rio Grande do Sul: Quilombo, A. Sehnem 195 (PACA).
Descrição: Bartram (1952).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, beira da estrada, 8-V-1999, E. Melo et al. 2690 (SP 326896, HUEFS 37558).
Distribuição: RS.

Leptodontium filicicola Herzog, Biblioth. Bot. 87: 34. 1916.
Localidade-tipo: Bolívia.
Descrição e Ilustração: Herzog (1916).
Material examinado: Rio Grande do Sul, Caxias do Sul, Ana Rech-Faxinal, sobre rochas, 16-IX-1988, R. Wasum et al. s/n, det. W.R. Buck, III-1989 (HUCS 4387).
Distribuição: RJ.

Pterobryaceae

Henicodium geniculatum (Mitt.) Buck, Bryologist 92: 534. 1989.
Basiônimo: Leucodon geniculatus Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 409. 1869.
Localidade-tipo: Peru
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Rondônia, munic. de Porto Velho, a 14km E of dam on dike road then 2km S on IL-7, granite out rop veas end of right dike, at merxker 432, on exposed granite rock, 20-VI-1986, W.W. Thomas & A. Cid et al. 5197, 5198 (INPA 151626; INPA 151627).
Distribuição: AC, AL, AM, AP, BA, DF, ES, GO, MT, PA, PE, RJ, SP
Jaegerina scariosa (Lor.) Arz., Amer. Midland. Natural. 52: 12. 1954.
Basiônimo: Meteorium scariosum Lor., Moosstud. 165. 1864.
Localidade-tipo: Paraná.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Amazonas, Rio Negro, Igapó do Rio Branco, encontro das águas (61º51'W, 01º38'S), sobre tronco grande, ca. 2m da água, 26-VI-1979, O. Yano 1471 (SP 150205).
Distribuição: AL, DF, ES, GO, MG, MS, MT, PA, PE, RJ, RR, SP.
Orthostichopsis tortipilis (C. Muell.) Broth., Denkschr. Akad. Wissensch. Wien 18: 83. 305. 1924.
Basiônimo: Neckera tortipilis C. Muell., Bot. Zeitg. 13: 768. 1855.
Localidade-tipo: Brasil austr. Oriental.
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Bahia, Serra do Tombador, ca. 7km S of town of Morro do Chapéu, elev. 1150m, 17-II-1971, H.S. Irwin et al. s/n (SP 148777, NY). Amapá, Rio Flechal (1º45'N, 5º58'W), on shrub on rocks, 11-VIII-1962, J. Murça Pires & P.B. Cavalcante 52490 (SP 148778, NY).
Distribuição: AL, AM, ES, MG, PE, PR, RJ, SC, SP.

Sematophyllaceae

Acroporium estrellae (C. Muell.) Buck & Schäfer-Verw., Bol. Mus. Paraense Emílio Goeldi, Bot. 7: 646. 1991.
Basiônimo: Hypnum estrellae C. Muell., Syn. Musc. Frond. 2: 275. 1851.
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro, Serra d'Estrela, Beyrich s/n (BM).
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, Faz. Jequitiba, trilha no interior da mata, epífita, 5-VI-1999, E. Melo et al. 2692 (SP 352742, HUEFS 38167); idem, proximidade da Torre da Embratel, ± 500m alt., sobre galhos, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283921); idem, sobre tronco, 18-IX-1995, E. Melo 1243 (HUEFS 18815); idem, 2-IX-1995, E. Melo 1307 (HUEFS 21986); munic. de Castro Alves, Serra da Jibóia (ou Pioneira), ca. 10km do Povoado de Pedra Branca (12º51'11''S, 39º28'19''W), 7-V-1993, L.P. Queiroz & T.S.N. Sena 3174 (HUEFS 13418).
Distribuição: MG, PA, RJ, RS, SC, SP.

Acroporium longirostre (Brid.) Buck, Brittonia 35: 311. 1983.
Basiônimo: Leskea longirostris Brid., Bryol. Univ. 2: 311. 1827.
Localidade-tipo: West Indies.
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Bahia, Santa Teresinha, Serra da Jibóia, trilha do interior, epífita, 3-IV-1999, E. Melo 2678p.p., 2678, 2684 (SP 326884, HUEFS 36602; SP 326885, HUEFS 36603; SP 326890, HUEFS 36608).
Distribuição: PE, RJ.

Meiothecium commutatum (C. Muell.) Broth. in Engler & Prantl., Natural. Pflanzenfam. 1(3): 1908.
Basiônimo: Neckera commutata C. Muell., Bot. Zeitung 15: 385. 1857.
Localidade-tipo: Brasil.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Estação Experimental da UNESP, sobre cortiça do tronco no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9718 (SP 206423).
Distribuição: BA, ES, MG, RJ, SP.

Meiothecium revolubile Mitt., J. Linn. Soc. Bot. 12: 471. 1869.
Localidade-tipo: Rio Orinoco, Maipures
Descrição e Ilustração: Behar et al. (1992); Churchill & Linares C. (1995).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, na base do tronco de árvore, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25241 (SP 322056); idem, sobre tronco de árvore na mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25252 (SP 322065).
Distribuição: AM, ES, MT, PA, PE.

*Pylaisiadelpha tenuirostris (Bruch & Schimp. ex Sull.) Buck, Yushania 1(2): 13. 1984.
Basiônimo: Leskea tenuirostris Bruch & Schimp ex Sull. in Gray, Man. Bot. 668. 1848.
Localidade-tipo: North America
Descrição e ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Faz. do Cacildo, ± 40km de Ilha Solteira em direção a Três Lagoas, base do tronco no cerradão, 23-X-1984, O. Yano & N. Taroda 9281 (SP 191902).
A espécie tem gametófito delgado, ramos teretes com filídios homômalos a falcados secundariamente; as células alares do filídio são grandes, não infladas; delgadas.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Sematophyllum adnatum (Michx.) Britt., Bryologist 5: 65. 1902.
Basiônimo: Leskea adnata Michx., Fl. Bor.-Amer. 2: 310. 1803.
Localidade-tipo: Estados Unidos
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, trilha no interior da mata, epífita, 3-IV-1999, E. Melo et al. 2672 (SP 326878, HUEFS 36596).
Distribuição: AM, ES, PA, RJ.

Sematophyllum subpinnatum (Brid.) Britt., Bryologist 21: 28. 1918.
Basiônimo: Leskea subpinnata Brid., Musc. Recent. Suppl. 2: 54. 1812.
Localidade-tipo: West Indies.
Descrição e Ilustração: Buck (1998).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre liana podre na mata, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17027 (SP 242172).
Distribuição: AC, BA, DF, ES, PA, PE, RJ, RR, SP.

Taxithelium juruense (Broth.) Broth., Naturlin. Pflanzenfam. 1(3): 1090. 1908.
Basiônimo: Trichosteleum juruense Broth., Hedwigia. 45: 285. 1906.
Localidade-tipo: Brasil, Acre, Rio Juruá, Juruá Miry (HBR, HBG).
Descrição e Ilustração: Buck (1985).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco de árvore, mata, 20-II-1998, E. Melo et al. 2413p.p. (SP 326867, HUEFS 33038).
Distribuição: AC, AM, MT.

Trichostelleum hornschuchii (Hampe) Jaeg., Ber. S. Gall. Naturw. Ges. 1876-77: 418. 1878.
Basiônimo: Hypnum hornschuchii Hampe, Icon. Musc. 9. 1844.
Localidade-tipo: Brasil, Pará, Martius s/n, hb. Hooker 880 (BM).
Descrição e Ilustração: Florschütz-De Waard (1996).
Material examinado: Roraima, km 335 from Manaus-Caracaraí, from junction de Manaus-Itacoatiara road, log red clay soil, 17-XI-1977, W.R. Buck 1883 (INPA 83668, NY).
Distribuição: BA, MT, PA, PI, RJ, SP.

Sphagnaceae

Sphagnum perichaetiale Hampe, Linnaea 20: 66. 1847.
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro, Beyrich s/n (BM).
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Campo Grande, ponte do córrego Lagoa próximo ao km 1, ca. 10km do trevo da BR-262, sendo Três Lagoas/Sidrolândia (20º32'42,8''S, 54º41'11,4''W), ao longo de Vereda de Buriti, 14-VIII-2001, V.J. Pott, A. Pott & L.C.P. Lima 4833 (HMS 632, SP 362039).
Distribuição: AM, MG, RJ, SC.

Thuidiaceae

Thuidium tomentosum Schimp. ex Besch., Mém. Soc. Sci. Nat. Cherbourg 16: 237. 1872.
Localidade-tipo: México.
Descrição e Ilustração: Sharp et al. (1994); Zielman (1996).
Material examinado: Roraima, rodovia Caracaraí-Boa Vista, km 13, tronco caído, 2-VIII-1974, P.N. Conceição/ D.G.Y.-656 (SP 125523); idem, Serra Parima, at tree base, 28-VII-1974, Nelson Bruce 21611 (SP 125546).
Ocorre sobre tronco caído ou sobre rochas úmidas próximo aos rios.
Distribuição: ES, MS, RJ.

Marchantiophyta

Aneuraceae
Riccardia alata (Steph.) Hell, Bolm Univ. S. Paulo, Botânica 25: 95. 1969.
Basiônimo: Aneura alata Steph., Bull. Herb. Boissier 7: 730. 1899.
Localidade-tipo: Brasil, São Paulo, Apiaí, Puiggari 768 (G 3463).
Descrição e Ilustração: Hell (1969).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, proximidade de Torre de Embratel, ± 500m alt., sobre tronco, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283930).
Distribuição: AP, RJ, SP.

Riccardia emarginata (Steph.) Hell, Bolm Univ. S. Paulo, Botânica 25: 100. 1969.
Basiônimo: Aneura emarginata Steph., Hedwigia 32: 20. 1893.
Localidade-tipo: Brasilia, Minas Gerais, Caraça, E. Wainio s/n.
Descrição e Ilustração: Hell (1969).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, proximidade da Torre da Embratel, ± 500m alt., no solo úmido, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283934).
Distribuição: MG, SP.

Bryopteridaceae

Bryopteris trinitensis (Lehm. & Lindenb.) Lehm. & Lindenb., Syn. Hepat. 285. 1846.
Basiônimo: Jungermannia trinitensis Lehm. & Lindenb., Nov. Strip. Pug. 5: 12. 1833.
Localidade-tipo: Lesser Antilles, Trinidad Is.
Descrição e Ilustracão: Lemos-Michel & Yano (1998).
Material examinado: Distrito Federal, área de floresta de galeria próximo ao CNPH da Embrapa, sobre ramos de árvores próximo à margem do córrego, 10-II-1996, T.S. Filgueiras 3314 (UB, SP 298303).
Distribuição: AM, CE, ES, GO, MG, MT, PR, RJ, RS, SC, SP.

Frullaniaceae

Frullania dilatata (L.) Dumort., Recueil d'Obs. Jungerm. Tournay 13. 1835.
Basiônimo: Jungermannia dilatata L., Spec. Plant. ed. 1. 2: 1133. 1753.
Localidade-tipo: England, Oxford (OXF, lectotipo JE).
Descrição e Ilustração: Oliveira e Silva & Yano (2000b).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17015 (SP 242160); idem, base do tronco de árvore, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17021, 17025p.p.,17075p.p., 17077, 17097 (SP 242166; SP 242170; SP 242219; SP 242221; SP 242239); idem, sobre liana na mata, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17034 (SP 242179); idem, sobre galhos de árvore, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17063 (SP 242208); munic. de Selviria, Faz. do Cacildo, ± 40km de Ilha Solteira em direção a Três Lagoas, sobre tronco de líquen no cerradão, 25-X-1984, O. Yano & N. Taroda 9298 (SP 191919); idem, Faz. Agropecuária Santa Maria, sobre tronco no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9739, 9744, 9749 (SP 206443; SP 206448; SP 206453); idem, base do tronco no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9746 (SP 206450).
Cresce associada a Frullania riojaneirensis (Raddi) Aongstr. e Radula tectiloba Steph.
Distribuição: ES, MG, RJ, SP.

Frullania glomerata (Lehm. & Lindenb.) Nees & Mont., Ann. Sci. Nat. ser. 2.9: 46. 1838.
Basiônimo: Jungermannia glomerata Lehm. & Lindenb., Stirp. Nov. Pug. 5: 21. 1833.
Localidade-tipo: Brasil, Serra de Estrella, Beyrich.
Descrição e Ilustração: Yano & Mello (1999).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Córrego Dois Córregos, base do tronco, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9617 (SP 206322); idem, Faz. Agropecuária Santa Maria, galhos de árvore no cerradão, 7-XI-1985, O. Yano & M.R. Pereira-Noronha 9743 (SP 206447); Campo Grande no campus da Univ. Federal de MS, sobre tronco de árvore, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25221, 25222, 25229, 25234 (SP 322038; SP 322039; SP 322046; SP 322049); idem, base do tronco de árvore, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25226 (SP 322043); idem, sobre tronco de arbusto, mata úmida da Reserva Biológica, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25283 (SP 322096).
Cresce associada a Sematophyllum caespitosum (Hedw.) Mitt.
Distribuição: MG, PR, RJ, SP.

Frullania gymnotis Nees & Mont., Ann. Sci. Nat. Paris. Ser. 2. 19: 257. 1843.
Localidade-tipo: Guiana, Leprieur 360 ou 366.
Descrição e Ilustração: Lemos-Michel (2001).
Material examinado: Bahia, munic. Santa Teresinha, Serra da Jibóia, Faz. Jequitiba, trilha no interior da mata, epífita, 5-VI-1999, E. Melo 2695 (SP 352745, HUEFS 38170).
Distribuição: PA, PE, RJ, RR, RS, SE, SP.

Geocalycaceae

Lophocolea bidentata (L.) Dumort., Recueil Observ. Jungerm.: 17. 1835.
Basiônimo: Jungermannia bidentata L., Spec. Plant. 2: 1132. 1753.
Localidade-tipo: Europae ericetis umbrofis.
Descrição e Ilustração: Fulford (1976, como L. coadunata (Sw.) Nees).
Material examinado: Roraima, Serra Parima, on dead log, 28-VII-1974, Nelson Bruce 21341 (SP 125528).
Ocorre em tronco caído em ambiente bem úmido e sombrio.
Distribuição: AC, AM, ES, GO, MG, PE, PR, RJ, RS, SP.

Lejeuneaceae

*Acrolejeunea heterophylla (Evans) Grolle & Gradst. in Gradstein, J. Hattori Bot. Lab. 38. 332. 1974.
Basiônimo: Ptychocoleus heterophyllus Evans, Amer. J. Bot. 5: 144. 1918.
Localidade-tipo: USA, Florida, Semiole, Rapp s/n (holotipo YU).
Descrição e Ilustração: Gradstein (1975).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco podre, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17029 (SP 242174); idem, sobre tronco de Copaifera, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17113p.p. (SP 242253).
A espécie é caracterizada pelo lóbulo com 5-8 dentes, sendo o primeiro com 1 célula de comprimento, geralmente inflexa, separado do segundo por 1 ou 2 células marginais.
Cresce associada a Lejeunea minutiloba Evans.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Acrolejeunea torulosa (Lehm. & Lindenb.) Schiffn. in Engler & Prantl, Naturlin. Pflanzenfam. 3(1): 128. 1893.
Basiônimo: Jungermannia torulosa Lehm. & Lindenb. in Lehman, Nov. Min. Cogn. Strip. Pug. 6: 41. 1834.
Localidade-tipo: Guiana (Herb. Hooker, S).
Descrição e Ilustração: Gradstein (1994); Ilkiu-Borges (2000).
Material examinado: Alagoas, Barra de São Miguel, sobre tronco de árvore viva, restinga, 30-I-1982, O. Yano 3886, 3887, 3890 (SP 173918; SP 173919; SP 173921); idem, nos galhos de árvore na restinga, 30-I-1982, O. Yano 3888 (SP 173920).
Distribuição: AC, AM, BA, ES, MA, MG, MS, MT, PA, PR, RJ, RO, RR, SP.

Ceratolejeunea laetefusca (Aust.) Schust., J. Elisha Mitchell Soc. 72: 306. 1956.
Basiônimo: Lejeunea laete-fusca Aust., Bot. Gaz. 1: 36. 1876.
Localidade-tipo: United States, Florida, Donnell Smith s/n (lectotipo NY).
Descrição e Ilustração: Schuster (1956).
Material examinado: Roraima, entre Boiaçu e Catremani, margem direita do rio Branco, sobre tronco, 27-VIII-1974, Equipe do curso s/n (SP 125506, INPA, FLAS).
Cresce associada a Taxithelium planum (Brid.) Mitt.
Ocorre sobre tronco vivo e às vezes em decomposição.
Distribuição: AC, AM, BA, ES, MG, RJ, SP.

Ceratolejeunea rubiginosa Steph., Hedwigia 34: 237. 1895.
Localidade-tipo: Cuba, Wright (G).
Descrição e Ilustração: Schuster (1956); Ilkiu-Borges (2000).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, proximidade da Torre da Embratel, ± 500m alt., sobre galho de árvore, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283935).
Distribuição: PA, RJ.

*Cheilolejeunea myriantha (Nees & Mont.) Schust., Hepaticae & Anthocerotae, N. Amer. 4: 871. 1980.
Basiônimo: Lejeunea myriantha Nees & Mont. in Gottsche et al., Syn. Hepat. 365. 1845.
Localidade-tipo: Guiana Francesa, Cayenna.
Descrição e Ilustração: Schuster (1980).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17020 (SP 242165).
A espécie diferencia-se de C. rigidula (Mont.) Schust. pelo tamanho muito pequeno e pela cor pálida e quando seca tem os filídios muito mais convexos.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Cheilolejeunea rigidula (Mont.) Schust., Castanea 36: 102. 1971.
Basiônimo: Lejeunea rigidula Mont., Ann Sci. Nat. ser. 2. 14: 336. 1840.
Localidade-tipo: Guiana Francesa (Mitten herb., NY).
Descrição e Ilustração: Ilkiu-Borges (2000); Schuster (1980).
Material examinado: Paraíba, munic. de Cabedelo, mata do Amém, sobre tronco de árvore, mata úmida, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26727, 26735 (SP 326510; SP 326517); idem, mata do Estado, sobre tronco de arbusto, mata de restinga, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26738, 26739, 26740, 26741, 26742, 26743 (SP 326520; SP 326521; SP 326522; SP 326523; SP 326524; SP 326526); idem, Ilha de Restinga, base do tronco de arbusto, mata de restinga, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26746, 26747 (SP 326528; SP 326529).
Distribuição: AC, AM, BA, ES, MS, PA, PE, PR, RJ, RR, SP.

Cheilolejeunea trifaria (Reinw. et al.) Mizut., J. Hattori Bot. Lab. 27: 132. 1964.
Basiônimo: Jungermannia trifaria Reinw. et al., Nova Acta Phys.-Med. Acad. Caes. Leop. Carol. Nat. Cur. 12: 226. 1824.
Localidade-tipo: Java.
Descrição e Ilustração: Ilkiu-Borges (2000).
Material examinado: Paraíba, munic. de Cabedelo, Ilha de Restinga, base do tronco, mata de restinga, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26752 (SP 326534).
Distribuição: AC, AM, BA, ES, MG, MS, PA, PE, RJ, RR, SP.

Cololejeunea dzumacensis P.Tixier, Nova Hedwigia 31(1-2): 754. 1979.
Localidade-tipo: Nova Caledônia, Mont. Dzumac, Veillon, M. Schmid 261 (1973).
Descrição e Ilustração: Tixier (1985).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Córrego da Véstia, sobre tronco, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9596 (SP 206301).
Distribuição: AC.

*Cololejeunea nigerica (E.W. Jones) Schust., Nova Hedwigia Beih. 9: 177. 1963.
Basiônimo: Leptocolea nigerica E.W. Jones, Trans. British. Bryol. Soc. 2. 2: 150. 1953.
Localidade-tipo: Ghana, Anedzofé, E.W. Jones 1273, 1-II-1971.
Descrição e Ilustração: Tixier (1985).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17059p.p. (SP 242204).
Cresce associada a Cololejeunea cardiocarpa (Mont.) Evans e Microlejeunea ulicina (Tayl.) Steph.
A espécie tem as células hialinas, em 1 a 2 camadas, no ápice retangulares; lóbulo inflado, plano, paralelo e divergente aos talos geralmente lingulado, bidentado ou bilobado.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Cololejeunea verwimpii P. Tixier, Candollea 46: 279. 1991.
Localidade-tipo: Brasil, São Paulo, Grande S. Paulo, Embu Guaçu, S. Verwimp 7606 (PC).
Descrição e Ilustração: Tixier (1991).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, epífila de arbusto na mata, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17121, 17123 (SP 242260; SP 242262).
Distribuição: PR, RS, SC, SP.

Diplasiolejeunea lanciloba P. Tixier, Bryophytorum Bibliotheca 27: 386. 1985.
Localidade-tipo: Brasil, s/l, s/d. Glaziou d (holotipo BM).
Descrição e Ilustração: Tixier (1985).
Material examinado: Rondônia, Alto Candeias, munic. de Ariquemes, on land of Mibrasa Tin Mine ( 10º35'S, 63º35'W) on lives of several species, 15-V-1982, A.J. Fife et al. s/n (INPA 121672, SP 283948).
Distribuição: AC.

Harpalejeunea molleri (Steph.) Grolle, Taxon 38: 89. 1989.
Basiônimo: Lejeunea molleri Steph., Hedwigia 26: 3. 1887.
Localidade-tipo: Portugal, ad Bussaco prope Coimbram (G).
Descrição e Ilustração: Schuster (1980, como H. ovata (Hook.) Schiffn.)
Material examinado: Distrito Federal, Brasília, crescendo junto com Frullania gymnotis Nees & Mont. (SP 352751, UB).
Distribuição: BA, SP.

Lejeunea boryana Mont., Ann. Sci. Nat. Bot. sér. 2. 9: 47. 1838.
Localidade-tipo: Lesser Antilles: Dominica, Bory s/n (holotipo PC).
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald & Goda (2000).
Material examinado: Roraima, entre Boiaçu e Catremani, margem esquerda do rio Branco, 27-VII-1974, Equipe do Curso s/n (SP 125505, INPA, FLAS; SP 125508, INPA, FLAS).
Cresce associada a Syrrhopodon rigidus Hook. & Grev.
Ocorre apenas na região amazônica, sobre tronco de árvore viva.
Distribuição: AM, PA.

Lejeunea caespitosa Lindenb. ex Gott. et al. in Gottsche et al., Syn. Hepat. 382. 1845.
Localidade-tipo: África do Sul, Cape of Good Hope (Herb. Hooker nº 18).
Descrição e Ilustração: Ilkiu-Borges (2000).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, sobre tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25275p.p. (SP 322088).
Cresce associada a Microlejeunea ulicina (Tayl.) Steph.
Distribuição: AC, ES, PA, RJ, SP.

Lejeunea cancellata Nees & Mont. ex Mont., Sagra Hist. Phys. Bot. Plant. Cell. Cuba 9: 472. 1842.
Localidade-tipo: Cuba, Auber s/n (lectotipo nov. PC-Mont.).
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald (2000).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, base do tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25281 (SP 322094).
Distribuição: MT, RJ, SC, SP.

Lejeunea controversa Gott. & Rabenh., Hepat. Eur. Exsicc. 556. 1873.
Localidade-tipo: Guadalupe, L. Herminier s/n.
Descrição e Ilustração: Reiner & Drehwald & Goda (2000).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, base do tronco de árvore, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25240, 25242, 25243, 25259 (SP 322055; SP 322057; SP 322058; SP 322072); idem, sobre tronco podre na mata, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25245 (SP 322060).
Distribuição: AC, PA, SP.

*Lejeunea filipes Spruce, Trans. & Proc. Bot. Soc. Edinburgh 15: 275. 1884.
Localidade-tipo: Peru, prope Tarapoto Andium Peruvianorum supra Porella sp., Spruce L 491 (holotipo, MANCH 18611).
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald (2000).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Córrego da Véstia, base de tronco, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9592p.p. (SP 206297); Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, base do tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25292 (SP 322105).
A espécie é caracterizada pelo anfigastro que cresce adpresso ao talo e é muito difícil distinguir seu contorno por que as células apicais (2 células alongadas de comprimento) e as marginais possuem paredes muito delgadas e geralmente estão colapsadas.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil.

Lejeunea laetevirens Nees & Mont., Sagra Hist. Phys. Cuba Bot. 9: 469. 1842.
Localidade-tipo: Cuba insula, cl. Auber (isotipo STR).
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald (2000).
Material examinado: Alagoas, Maceió, Escola Técnica Federal de Alagoas, sobre mangueira no jardim, 29-I-1982, O. Yano 3884 (SP 173917); Barra de São Miguel, em tronco de árvore na restinga, 30-I-1982, O. Yano 3891 (SP 173922); Penedo, Jardim da Churrascaria Brazeiro, tronco de mangueira, 30-I-1982, O. Yano 3894p.p. (SP 173923). Paraíba, munic. de Cabedelo, mata do Amém, sobre tronco de árvore, mata úmida, 28-VIII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26730, 26731, 26734 (SP 326512; SP 326513; SP 326516); idem, base do tronco de árvore mata úmida, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26733, 26736 (SP 326515; SP 326518); idem, Ilha de Restinga, base do tronco, mata de restinga, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26750 (SP 326532).
Cresce associada a Lejeunea phyllobola Nees & Mont.
Distribuição: BA, ES, MS, PA, PE, RJ, RR, SP e ilha FN.

Lejeunea lepida Lindenb. & Gott., Syn. Hepat. 766. 1847.
Localidade-tipo: México, Mirador, Liebmann s/n.
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald (2000).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, sobre tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25285 (SP 322098).
Distribuição: MG, PR, RJ, SP.

Lejeunea maxonii (Evans) X.-L. He, Ann. Bot. Fennici 34: 71. 1997.
Basiônimo: Rectolejeunea maxonii Evans, Bull. Torrey Bot. Club. 39: 609. 1912.
Localidade-tipo: Jamaica, Cinchona, Maxon 1361, IV-1903 (isotipo FH).
Descrição e Ilustração: Behar et al. (1992).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, ± 230m alt., sobre galhos finos de arbusto, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17046, 17098, 17099p.p. (SP 242191; SP 242240; SP 242241); idem, sobre tronco de árvore, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17074 (SP 242218); Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, sobre tronco de árvore, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25238, 25255 (SP 322053; SP 322068); idem, sobre liana viva na mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25254 (SP 322067).
Cresce associada a Frullania ericoides (Nees) Mont.
Distribuição: AM, BA, ES, PB, SP.

Lejeunea phyllobola Nees & Mont. in Ramón de la Sagres, Hist. Phys. Pol. Natur. Cuba 9: 471. 1842.
Localidade-tipo: Cuba, Ramón de la Sagra s/n (lectotipo designado por Reiner-Drehwald, 2000).
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald (2000).
Material examinado: Alagoas, Penedo, Jardim da Churrascaria Brazeiro, tronco de mangueira viva, 30-I-1982, O. Yano 3893p.p. (SP 173923).
Cresce associada Lejeunea laetevirens Nees & Mont.
Distribuição: AC, BA, ES, MS, RJ, RS, SP.

Lejeunea puiggariana Steph., Spec. Hepat. 5: 754. 1915.
Localidade-tipo: Brasil, São Paulo, Apiaí.
Descrição e Ilustração: Reiner-Drehwald (2000).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, base do tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25279 (SP 322092).
Distribuição: SP.

Lopholejeunea subfusca (Nees) Schiffn., Bot. Jahrb. Syst. 23: 593. 1897.
Basiônimo: Jungermannia subfusca Nees, Enum. Plant. Crypt. Jav. 36. 1830.
Localidade-tipo: Indonésia, Java, Blume s/n (holotipo STR, isotipo W).
Descrição e Ilustração: Schuster (1980).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17115p.p., 17116 (SP 242254; SP 242255).
Cresce associada a Lejeunea minutiloba Evans
Distribuição: AC, AM, BA, ES, MG, PA, PB, PE, RJ, RO, RR, SP.

Microlejeunea bullata (Tayl.) Steph., Hedwigia 29: 90. 1890.
Basiônimo: Lejeunea bullata Tayl., London J. Bot. 5: 398. 1846.
Localidade-tipo: Lesser Antilles: St. Vincent, on bark, Guilding s/n (holotipo G).
Descrição e Ilustração: Schuster (1980, como Lejeunea ulicina subsp. bullata).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de Luehea, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17068 (SP 242213).
Distribuição: AC, BA, ES, PR, RJ, SP.

Microlejeuenea ulicina (Tayl.) Steph., Hedwigia 29: 88. 1890.
Basiônimo: Jungermannia ulicina Tayl., Trans. & Proc. Bot. Soc. Edinburgh 1: 115. 1844.
Localidade-tipo: Ilhas Britânicas, Ireland, Taylor s/n.
Descrição e Ilustração: Schuster (1980, como Lejeunea ulicina (Tayl.) Tayl.).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, sobre tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17057, 17059p.p., 17061 (SP 242202; SP 242204; SP 242206); munic. de Selviria, Córrego da Véstia, sobre tronco podre, mata ciliar, 5-XI-1985, O. Yano & M.R.P. Noronha 9578p.p. (SP 206283); Campo Grande, reserva Biológica, Univ. Federal de MS, base do tronco de árvore, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25263 (SP 322076); idem, sobre tronco de arbusto, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25265, 25275, 25287, 25288 (SP 322078; SP 322088; SP 322100; SP 322101); idem, base da estipe de palmeira, mata úmida, 8-IV-1998, O. Yano & J. Xavier 25272 (SP 322085).
Cresce associada a Lejeunea caespitosa Lindenb. ex Gott. et al., Cololejeunea cardiocarpa (Mont.) Evans e Cololejeunea nigerica (E.W. Jones) Schust.
Distribuição: AM, ES, RJ, RR, SE, SP.

Omphalanthus filiformis (Sw.) Nees, Syn. Hepat. 304. 1845.
Basiônimo: Jungermannia filiformis Sw., Nova Gen. Spec. Plant. Prosk. 144. 1788.
Localidade-tipo: Jamaica, Swartz.
Descrição e Ilustração: Lemos-Michel (2001).
Material examinado: Sergipe, munic. de Itabaiana, Serra de Itabaiana, ca. 350m alt., 13-I-1981, D. Andrade-Lima 81-8740 (SP 174013).
Distribuição: AM, BA, ES, MG, PE, RJ, RS, SP.

Pycnolejeunea macroloba (Nees & Mont.) Schiffn., Naturl. Pflanzenfam. 1(3): 124. 1893.
Basiônimo: Lejeunea macroloba Nees & Mont. in Montagne, Ann. Sci. Nat. Bot. sér. 2. 19: 260. 1843.
Localidade-tipo: Guiana Francesa (G ex herb. Montagne).
Descrição e Ilustração: He (1999).
Material examinado: Alagoas, Junqueiro, descida do Pau Ferro, tronco de árvore (casca), 30-I-1982, O. Yano 3897 (SP 173924).
Distribuição: AM, BA, ES, PA, PE, SP.

Schiffneriolejeunea polycarpa (Nees) Gradst., J. Hattori Bot. Lab. 38: 355. 1974.
Basiônimo: Jungermannia polycarpa Nees in Martius, Flora Brasil. enum. plant. 1(1): 350. 1833.
Localidade-tipo: Brasil, Minas Gerais, col. Martius.
Descrição e Ilustração: Gradstein (1994).
Material examinado: Paraíba, munic. de Cabedelo, mata do Amém, na base de árvore, mata úmida, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26733 (SP 326515); idem, Ilha de Restinga, sobre tronco de árvore, mata de restinga, 28-VII-2001, O. Yano & M.H.A. Oliveira e Souza 26749 (SP 326531).
Distribuição: AC, AM, BA, DF, ES, GO, MG, MS, PA, PE, RJ, RS, RR, SC, SE, SP.

Taxilejeunea convexa (Steph.) Steph., Spec. Hepat. 5: 509. 1914.
Basiônimo: Lejeunea convexa Steph., Hedwigia 28: 262. 1889.
Localidade-tipo: Austrália, Ilha Norfolk, I. Robinson 57(G).
Descrição e Ilustração: Lemos-Michel (2001).
Material examinado: São Paulo, munic. de Cananéia, Ilha do Cardoso, growing from base to 4m up on a tree trunk, in a humid forest, 23-V-1974, D.M. Vital 3155 (SP 123060).
Cresce associada a Metzgeria albinea Spruce.
Distribuição: RS.

Lepidoziaceae

Bazzania breuteliana (Lindenb. & Gott.) Trevis., Mem. Reale Ist. Lombardo Cl. Sci. 4: 414. 1877.
Basiônimo: Mastigobryum breutelianum Lindenb. & Gott. in Gottsche et al., Syn. Hepat. 226. 1845.
Localidade-tipo: Lesser Antilles, St. Christopher.
Descrição e Ilustração: Fulford (1946, 1962).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, proximidade da Torre de Embratel, ± 500m alt., base do tronco, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283927; SP 283928); idem, sobre tronco podre, úmido, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283925); idem, sobre tronco em decomposição, 20-II-1998, E. Melo et al. 2400p.p. (SP 326859, HUEFS 33025).
Distribuição: AM, PE, RJ, SC, SP.

Metzgeriaceae

Metzgeria acuminata Steph., Spec. Hepat. 1: 282. 1899.
Localidade-tipo: Brasil, Rio Grande do Sul, Rio Grande, Forromeco (G).
Descrição e Ilustração: Costa (1999).
Material examinado: São Paulo, munic. de Mogi Guaçu, Estação Experimental e Biológica de Mogi Guaçu, base do tronco de Mangifera sp., 17-I-1977, D.M. Vital 6869 (SP 132381).
A espécie é caracterizada pelo talo tipo atenuado, terminando em ápice agudo ou acuminado, os rizóides na margem são pequenos e eretos a longos e falcados
Distribuição: RS, SP (Silveira, região de Serra da Bocaina por Costa (1999).

Metzgeria albinea Spruce, Bull. Soc. Bot. France 36: 201. 1889.
Localidade-tipo: Brasil, prope Rio de Janeiro, Glaziou 7378, s/d (holotipo MANCH).
Descrição e Ilustração: Costa (1999).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco, 13-VIII-1995, E. Melo s/n (SP 283916).
Distribuição: CE, ES, MG, PE, PR, RJ, RS, SC, SP.
Metzgeria convoluta Steph., Spec. Hepat. 1: 288. 1899.
Localidade-tipo: Brasil, Glaziou 20599, s/d (holotipo G 10294).
Descrição e Ilustração: Costa (1999).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, proximidade da Torre de Embratel, ± 500m alt., sobre tronco, 6-IX-1994, C.W.N. Moura, s/n (SP 283932).
Distribuição: PE, PR, RJ, RS, SC, SP.

Pallaviciniaceae

Symphyogyna aspera Steph. ex Mc Cornick, Bot. Gaz. 58: 403. 1914.
Localidade-tipo: México, Xalapa & Texolo, W.I.G. Land & Charles R. Barnes (G9897).
Descrição e Ilustração: Hell (1969).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, epífita trilha no interior da mata, 15-V-1999, G. Britto 2 (SP 326898, HUEFS 37963). Mato Grosso do Sul, munic. de Selviria, Faz. do Cacildo, ± 40km de Ilha Solteira em direção a Três Lagoas, no solo argiloso, preto, próximo ao pântano, perto do cerradão, 24-X-1984, O. Yano & N. Taroda 9285 (SP 191906).
Distribuição: AM, ES, MG, PE, RJ, RS, SC, SP.

Plagiochilaceae

Plagiochila arenacea Schiffn., Österr, Akad. Wiss. Math. Naturwiss. Klasse Denkschr. 111: 53. 1964.
Localidade-tipo: Brasil, São Paulo, prope Faxina (W).
Descrição e Ilustração: Schiffner (1964).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco de árvore, mata, 20-II-1998, E. Melo et al. 2402, 2411p.p. (SP 326861, HUEFS 33027; SP 326866, HUEFS 33036); idem, solo na beira da estrada, 20-II-1998, E. Melo et al. 2419p.p. (SP 326872, HUEFS 33044).
Distribuição: SP.

*Plagiochila asplenioides (L.) Dumort., Recueil Observ. Jungerm: 14: 1835.
Basiônimo: Jungermannia asplenioides L., Spec. Plant. 2: 1131. 1753.
Localidade-tipo: Europa.
Descrição e Ilustração: Lindenberg (1844).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco em decomposição, 20-II-1998, E. Melo et al. 2400p.p. (SP 326859, HUEFS 33025).
A espécie tem filídios subimbricados, oblíquos patente-divergentes, pequenos dentículos na margem e ápice.
Distribuição: 1ª referência para o Brasil, só era conhecida da Europa.

Plagiochila dichotoma (P. Beauv.) Nees & Mont., Ann. Sci. Nat. Bot. sér. 2. 5: 53. 1836.
Basiônimo: Carpolepidum dichotomum P. Beauv., Flora Oware & Benin, Paris 1: 22. 1805.
Localidade-tipo: África, Oware, Nigéria.
Descrição e Ilustração: Lindenberg (1844).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, trilha no interior da mata, epífita, 15-V-1999, G. Britto 4 (SP 326900, HUEFS 37965).
Distribuição: AM, BA, MG, PR, RJ, SC, SP

Plagiochila simplex (Sw.) Lindenb., Spec. Hepat. fasc. 2. 4: 54. 1840.
Basiônimo: Jungermannia simplex Sw., Nova Gen. Spec. Plant. Prodr.: 143. 1788.
Localidade-tipo: Jamaica, Swartz s/n (S, G).
Descrição e Ilustração: Heinrichs et al. (1998).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco de árvore, 20-II-1998, E. Melo et al. 2403 (SP 326862, HUEFS 33028).
Distribuição: AM, MG, PE, RJ, SP.

Plagiochila subplana Lindenb., Spec. Hepat. 73. 1840.
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro, ad flumen Amazonum.
Descrição e Ilustração: Oliveira e Silva & Yano (2000b).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, sobre tronco de árvore, 20-II-1998, E. Melo 2411p.p. (SP 326866, HUEFS 33036). Roraima, Boca da Mata, 216km N of Boa Vista, on rodovia Boa Vista-Caraças, rock, 30-XI-1977, W.R. Buck 1963, 2023 (INPA 86172; INPA 99914); Acampamento do 6º BEC-Jundiá, km 328 on Manaus-Caracaraí road, from sundiaw/Manaus-Itacoatiara road, large root, 16-XI-1977, W.R. Buck 1819 (INPA 83170, NY).
Distribuição: AM, BA, MG, PA, RJ, SC, SP.

Plagiochila tenuis Lindenb., Monogr. Hepat. Gen. Plagiochilae: 50. 1844.
Localidade-tipo: Antilhas, Ilha St. Vincent.
Descrição e Ilustração: Lemos-Michel (2001).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia ± 599m alt., sobre tronco de árvore, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283943).
Distribuição: ES, RS.

Plagiochila trichomanes Spruce, Bull. Soc. Bot. France 36 (suppl.): 200. 1890.
Localidade-tipo: Brasil, Rio de Janeiro, Glaziou 9203.
Ilustração: Schiffner (1964).
Material examinado: Bahia, munic. de Una, reserva biólogica do Mico-Leão (IBAMA), entrada no km 46 da rod. BA-001 Ilhéus/Una, sobre toco em decomposição, 14-XI-1992, S.L. Oliveira 269 (CEPEC 55794, SP 280891).
Distribuição: RJ, SP.

Plagiochila wiemanniana S. Arnell, Öster. Akad. Wissench. Math.-Naturwissensch. K. Denkschr 111: 54. 1964.
Localidade-tipo: Brasil, São Paulo, Brasso Grande in districtu urbis Itapecirica, V. Schiffner s/n (holotipo W).
Descrição e Ilustração: Schiffner (1964).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, proximidade da Torre da Embratel, ± 500m alt., sobre galhos de arbusto, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283924; SP 283926).
Distribuição: SP.

Porellaceae

Porella swartziana (Web.) Trevis., Mem. Reale Inst. Lomb. Cl. Sci. sér. 3. 4: 407. 1877.
Basiônimo: Jungermannia swartziana Web., Hist. Musc. Hepat. Prodr. 18: 1815.
Localidade-tipo: Jamaica.
Descrição e Ilustração: Lemos-Michel (2001).
Material examinado: Bahia, munic. Aurelino Leal, 10-11km W of BR-101 on road from Aurelino Leal to Lage do Banco (14º20'S, 39º23'W), on boulder in forest, 16-II-1994, J. Kallunki et al. 568 (SP 352783, NY).
Distribuição: ES, GO, MG, PE, PR, RS, SP.

Radulaceae

Radula complanata (L.) Dumort., Syll. Jungerm. Europ. 38. 1831.
Basiônimo: Jungermannia complanata L., Spec. Plant. 2: 1133. 1753.
Localidade-tipo: in Europa ad arborum truncos.
Descrição e Ilustração: Castle (1967).
Material examinado: Bahia, munic. de Santa Teresinha, Serra da Jibóia, torre da Embratel, ±599m alt., sobre tronco de árvore, 6-IX-1994, C.W.N. Moura s/n (SP 283941); idem, solo na beira da estrada, 20-II-1998, E. Melo et al. 2419p.p. (SP 326872, HUEFS 33044).
Distribuição: AP, ES, PR, RJ.

Radula nudicaulis Steph., Spec. Hepat. 4: 174. 1910.
Localidade-tipo: Brasil, Itatiaia (G)
Descrição e Ilustração: Yamada (1982).
Material examinado: Paraná, munic. de Adrianópolis, at the left margin in shade, 7-XII-1973, D.M. Vital 2819 (SP 88358).
Distribuição: ES, RJ, SP.

Radula tectiloba Steph., Hedwigia 27: 298. 1888.
Localidade-tipo: Porto Rico, P.E.E. Sintensis 65(G).
Descrição e Ilustração: Lemos-Michel (2001).
Material examinado: Mato Grosso do Sul, Novo Mundo, perto da cachoeira, sobre tronco de Leguminosa, 18-III-1982, O. Yano 4033p.p. (SP 174215); munic. de Três Lagoas, reserva Agroflorestal, base do tronco de árvore, ± 230m alt., 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17025p.p. (SP 242170); idem, sobre galho de árvore, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17045 (SP 242190); idem, sobre tronco de árvore, 12-IX-1992, O. Yano & M.P. Marcelli 17073 (SP 242217).
Cresce associada a Frullania dilatata (L.) Dumort., F. ericoides (Nees) Mont. e Papillaria nigrescens (Hedw.) Jaeg.
Distribuição: ES, GO, RS, SP.

 

BIBLIOGRAFIA CITADA

Bartram, E. B. 1952. New mosses from Southern Brazil. Journal of the Washington Academy of Sciences, 42(6): 178-182.        [ Links ]

Behar, L.; Yano, O.; Vallandro, G.C. 1992. Briófitas da restinga de Setiba, Guarapari, Espírito Santo. Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão, sér. 1: 25-38.        [ Links ]

Bischler, H. 1969. Le genre Leptolejeunea (Spruce) Steph. en Amerique. Nova Hedwigia 17: 265-350.        [ Links ]

Buck, W.R. 1983. A synopsis of the South America taxa of Fabronia (Fabroniaceae). Brittonia, 35(3): 248-254.        [ Links ]

Buck, W.R. 1985. A review of Taxithelium (Sematophyllaceae) in Brazil. Acta Amazonica, 15(1-2 supl.): 43-53.        [ Links ]

Buck, W.R. 1998. Plerocarpous mosses of the West Indies. Memoirs of the New York Botanical Garden, 82: 1-400.        [ Links ]

Buck, W.R.; Goffinet, B. 2000. Morphology and classification of mosses. In Bryophyte Biology. Shaw, A.J. & Goffinet, B. (eds). Cambridge University Press. 71-123p.        [ Links ]

Castle, H. 1967. A revision of the genus Radula. Part II. Subgenus Acroradula. Section 11. Complanatae. Revue Bryologique et Lichénologique, 35(1-4): 1-94.        [ Links ]

Castro, N.M.C.F.; Pôrto, K.C.; Yano, O.; Castro, A.A.J.F. 2002. Levantamento florístico de Bryopsida de cerrado e mata rupícola do Parque Nacional de Sete Cidades, Piauí, Brasil. Acta Botânica Brasilica, 16(1): 61-76.        [ Links ]

Churchill, S.P.; Linares C., E.L. 1995. Introduccion a la flora de musgos de Colombia. Prodromus Bryologiae Novo-Granatensis, 12(1-2): 1-924.        [ Links ]

Costa, D.P. 1999. Metzgeriaceae (Metzgeriales, Hepatophyta) no Brasil. Tese de Doutorado. São Paulo, Universidade de São Paulo. 261p.        [ Links ]

Crandall-Stotler, B.; Stotler, R.E. 2000. Morphology and classification of the Marchantiophyta. In: Bryophyte Biology. Shaw, A.J.; Goffinet, B. (eds). Cambridge University Press. 27-70p.        [ Links ]

Crosby, M.R. 1969. A revision of the Tropical American moss genus Pilotrichum, The Bryologist 72(3): 275-343.        [ Links ]

Farias, H.C. 1984. A família Polytrichaceae no Rio Grande do Sul, Brasil. I. Taxonomia. Iheringia, sér. Bot. 32: 77-89.        [ Links ]

Florschütz-De Waard, J. 1986. Musci. In Flora of Suriname. Leiden, E.J. Brill. 273-361.        [ Links ]

Florschütz-De Waard, J. 1996. Sematophyllaceae. In. Flora of the Guianas, A.R.A. Gorts-Van Rijn (ed.). Kew, Royal Botanic Gardens, p.384-438.        [ Links ]

Florschütz, P.A. 1964. The mosses of Suriname. Part 1. Leiden, E.J. Brill. 1-271.        [ Links ]

Frahm, J.-P. 1991. Dicranaceae: Campylopodioideae, Paraleucobryoideae. Flora Neotropica, monograph 54: 1-238.        [ Links ]

Fulford, M.H. 1946. The genus Bazzania in Central and South America. Annales Cryptogamici et Phytophathologici, 3: 1-175.        [ Links ]

Fulford, M.H. 1962. Manual of the leafy Hepaticae of Latin America. Memoirs of the New York Botanical Garden, 11(1): 1-172.        [ Links ]

Fulford, M.H. 1976. Manual of the leafy Hepaticae of Latin America- part IV. Memoirs of the New York Botanical Garden, 11(4): 393-535.        [ Links ]

Gradstein, S.R. 1975. A taxonomic monograph of the genus Acrolejeunea (Hepaticae) Bryophytorum Bibliotheca, 4: 1-162.        [ Links ]

Gradstein, S.R. 1994. Lejeuneaceae: Ptychanteae, Brachiolejeuneae. Flora Neotropica, monograph 62: 1-216.        [ Links ]

Grout, A.J. 1944. Preliminary synopis of the North American Macromitriae. Family Orthotrichaceae. The Bryologist, 47(1): 1-22.        [ Links ]

Grout, A.J. 1946. Orthotrichaceae. North American Flora, 15A(1): 1-62.        [ Links ]

Hasegawa, J. 1994. New classification of Anthocerotae. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 76: 21-34.        [ Links ]

Hässel de Menéndez, G.G. 1962. Estudio de las Anthocerotales y Marchantiales de la Argentina. Opera Lilloana, 7: 1-297.        [ Links ]

He, X.-L. 1999. A taxonomic monograph of the genus Pycnolejeunea (Lejeuneaceae, Hepaticae). Acta Botanica Fennica, 163: 1-77.        [ Links ]

Heinrichs, J.; Gradstein, S.R.; Grolle, R. 1998. A revision of the Neotropical species of Plagiochila (Dumort.). Dumort. (Hepaticae) described by Olof Swartz. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 85: 1-32.        [ Links ]

Hell, K.G. 1969. Briófitas talosas dos arredores da cidade de São Paulo (Brasil). Boletim Universidade de São Paulo, Botânica, 25: 1-187.        [ Links ]

Herzog, T. 1916. Die Bryophyten meiner zweiten Reise durch Bolivia. Bibliotheca Botanica, 87: 1-347.        [ Links ]

Ilkiu-Borges, A.L. 2000. Lejeuneaceae (Hepaticae) da Estação científica Ferreira Penna, Caxiuanã, município de Melgaço, Pará. Dissertação de Mestrado. Belém, Faculdade de Ciências Agrárias do Pará. 251p.        [ Links ]

Lemos-Michel, E. 2001. Hepáticas epifíticas sobre o Pinheiro-Brasileiro no Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 191p.        [ Links ]

Lemos-Michel, E.; Yano, O. 1998. O gênero Bryopteris (Hepatophyta) no Brasil. Acta Botanica Brasilica, 12(1): 5-24.        [ Links ]

Lindenberg, J.B.G. 1844. Monographia Hepaticarum Generes Plagiochilae. Bonnae, Sumptibus Henry & Cohen. 1-164.        [ Links ]

Ochi, H. 1980. A revision of the Neotropical Bryoideae Musci (First Part). The Journal of the Faculty of Education Tottori University, nat. Science 29(2): 49-154.        [ Links ]

Oliveira e Silva, M.I.N.N.; Yano, O. 2000a. Musgos de Mangaratiba e Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brasil. Boletim do Instituto de Botânica, 14: 1-137.        [ Links ]

Oliveira e Silva, M.I.N.N.; Yano, O. 2000b. Anthocerotophyta e Hepatophyta de Mangaratiba e Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brasil. Boletim do Instituto de Botanica, 13: 1-102.        [ Links ]

Reese, W.D. 1993. Calymperaceae. Flora Neotropica, monograph 58: 1-102.        [ Links ]

Reiner-Drehwald, M. E. 2000. Las Lejeuneaceae (Hepaticae) des Misiones, Argentina VI. Lejeunea y Taxilejeunea. Tropical Bryology, 19: 81-131.        [ Links ]

Reiner-Drehwald, M.E.; Goda, A. 2000. Revision of the genus Crossotolejeunea (Lejeuneaceae, Hepaticae). The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 89: 1-54.        [ Links ]

Santiago, R.L. 1997. Estudo brioflorístico de três formações vegetais no município de Bonfim, Roraima. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Pernambuco, Recife. 124p.        [ Links ]

Schiffner, V. 1964. Ergebnisse der Botanischen Expedition der Kaiserlichen Akademie der Wissenschaften nach Südbrasilien 1901. Österreichische Akademie der Wissenschaften Mathematisch Naturwissenschaftliche Klasse, Denkschriften, 111: 1-156.        [ Links ]

Schuster, R.M. 1956. North American Lejeuneaceae V. Schizotipae: Ceratolejeunea. The Journal of the Elisha Mitchell Scientific Society, 72(2): 292-316.        [ Links ]

Schuster, R.M. 1980. The Hepaticae and Anthocerotae of North America east of the hundredth meridian. New York, Columbia University Press, vol. 4: 1-1334.        [ Links ]

Sehnem, A. 1980. Musgos sub-brasileiros VII. Pesquisas, Botânica 34: 1-121.        [ Links ]

Sharp, A.J.; Crum, H.; Heckel, P. 1994. The moss flora of Mexico. Memoirs of the New York Botanical Garden, 69: 1-1113.        [ Links ]

Spence, J.R. 1996. Rosulabryum genus novum (Bryaceae). The Bryologist, 99(2): 221-225.        [ Links ]

Tixier, P. 1985. Contribution à la Connaissance des Cololejeunoideae. Bryophytorum Bibliotheca, 27: 1-439.        [ Links ]

Tixier, P. 1991. Bryophyta exotica-9 Quelques Lejeuneaceae (Hepatiques) nouvelles pour l'Amérique du Sud. Candollea, 46: 267-302.        [ Links ]

Vanden Berghen, C. 1976. Frullaniaceae (Hepaticae) africanae. Bulletin du Jardin botanique national Belgique, 46: 1-220.        [ Links ]

Yamada, K. 1982. Note on the type specimens of Radula taxa from Latin America. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 52: 449-463.         [ Links ]

Yano, O. 1981. A checklist of Brazilian mosses. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 50: 279-456.        [ Links ]

Yano, O. 1984. Checklist of Brazilian liverworts and hornworts. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 56: 481-548.        [ Links ]

Yano, O. 1989. An additional checklist of Brazilian bryophytes. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 66: 371-434.        [ Links ]

Yano, O. 1995. A new additional annotated checklist of Brazilian bryophytes. The Journal of the Hattori Botanical Laboratory, 78: 137-182.        [ Links ]

Yano, O.; Mello, Z.R. 1999. Frullaniaceae dos manguezais do litoral sul de São Paulo, Brasil. Iheringia, sér. Bot. 52: 65-87.        [ Links ]

Yano, O.; Oliveira e Silva, M.I.M.N. 1997. Criptógamos de Parque Estadual das Fontes do Ipiranga, São Paulo, SP. Briófitas, 2: Fissidentaceae (Bryales). Hoehnea, 24(2): 107-114.        [ Links ]

Zielman, H.R. 1996. Thuidiaceae. In: Flora of the Guianas. A.R.A. Górts-van Rijn(ed.) Kew, Royal Botanic Garden, sér. C(1): 371-383p.        [ Links ]

 

 

Recebido em: 03/11/2003
Aceito em: 02/04/2004

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License