SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33Chemical control of Aspergillus flavus to prevent production of aflatoxin in peanuts in the windrowStudy of aflatoxin in peanuts, from harvest to industrialization in the region of Matão, S.P. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Anais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Print version ISSN 0071-1276

An. Esc. Super. Agric. Luiz de Queiroz vol.33  Piracicaba  1976

https://doi.org/10.1590/S0071-12761976000100032 

A adubação do milho em Lavras

 

The fertilization of maize in Lavras

 

 

F. Pimentel Gomes

 

 


RESUMO

O estudo de 38 ensaios de adubação de milho, espalhados em fazendas da Seccional de Lavras, Minas Gerais, Brasil, conduziu às seguintes conclusões:
1. Em experimentos com produção da testemunha abaixo de 2000 Kg/ha houve respostas significativas para N, R, K e calcário. Se tomarmos o preço de 100 kg de milho como equivalente ao de 10 kg de N, 12 de P2O5 ou 30 de K2O, as doses recomendáveis de adubação são: 38 kg/ha de N, zero de P2O5 e 88 kg/ha de K2O.
2. Em experimentos com produção da testemunha não inferior a 2000 kg/ha somente os efeitos de N e de R foram significativos, mas parece preferível usar fertilização completa, que, com os preços adotados, seria recomendável aos níveis de 44kg/ha de N, 75 de P2O5 e 51 de K2O.
3. Nos experimentos em solos de cerrado, foram significativas as respostas a N, R, K e calcário. As doses recomendáveis, para os preços adotados, foram: 51 kg/ha de N, 40 de P2O5 e 99 de K2O.
4. Para solos com teor conhecido de matéria orgânica, as recomendações devem levar em conta se é ou não superior a 1,25%. Quando superior a 1,25%, a adubação nitrogenada recomendável é de 27 kg/ha de N, se igual ou inferior a 1,25%, devem-se usar 120 kg/ha de N.
5. No caso do fósforo e do potássio a análise do solo não parece adequada para estimar a resposta aos fertilizantes.
6. As respostas à calagem são maiores em solos com Ca + Mg não superior a 3,40 eq. mg/100 ml de terra, ou para pH não superior a 4,75, ou ainda para alumínio trocável acima de 0.566 eq. mg/100 ml de terra.


SUMMARY

The study of 38 trials on the fertilization of maize scattered in farms of the region of Lavras, State of Minas Gerais, Brasil, led to the following conclusions:
1. In experiments with control below 2000 kg./ha. there were significant responses for N, R, K and limestone. If we take the price of 100 kg. of maize as equivalent to that of 10 kg. of N, 12 of P2O5 or 30 of K2O, the recommended dressings are 38 kg./ha. of N, no phosphorus, and 88 kg./ha. of K2O.
2. In experiments with control not below 2000 kg./ha. only effects of N and R were significant, but it seems better to use a complete fertilizer. For the prices given above the recommended dressings are 44 kg./ha. of N, 75 of P2O5 and 51 of K2O.
3. In experiments carried out on cerrado soils significant responses were found for N, R, K and limestone. The recommended dressings, for the prices mentioned, are 51 kg./ha. of N, 40 of P2O5 and 99 of K2O.
4. For soils with known content of organic matter recommendations should take in account if it over 1.25% or not. When over 1.25%, the recommended dressing is 27 kg./ha. of N; if it is not over 1.25%, one should use 120 kg./ ha. of N.
5. For R and K soil analysis does not seem suitable to estimate responses to fertilization.
6. Responses to limestrone are higher in soils with Ca + Mg not above 3.40 meq./100 ml. of soil, or for pH not above 4,75, or else for exchangeable Al over 0.566 meq./100 ml. of soil.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

ANDA, 1975. Manual de Adubação. 2.ª edição. São Paulo.         [ Links ]

CATE, R. e L.A. NELSON, 1971. A Simple Statistical procedure for Partitioning Soil Test Correlation Data Into Two Classes. Soil Science of America Proceedings, 35: 658-659.         [ Links ]

PIMENTEL GOMES, F., 1976. Curso de Estatística Experimental. 6.ª edição. Piracicaba.         [ Links ]

PIPAEMG, 1972. Recomendações do Uso de Fertilizantes para o Estado de Minas Gerais. Belo Horizonte.         [ Links ]

 

 

Entregue para publicação em 1/12/1976

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License