SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número3Influence of mucin on the metabolism of pnemococcus índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

versión impresa ISSN 0074-0276

Mem. Inst. Oswaldo Cruz v.41 n.3 Rio de Janeiro dic. 1944

http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761944000600001 

Esquistossomose de Manson: estudosMagalhãesBernardo FigueiredoDiasCaio Benjamin121944413363446Os autores dividem o trabalho em quatro capítulos: Capítulo I - Tratam das origens da esquistossomose no Brasil. Procuram evidenciar que os argumentos exitentes a favos da origem africana da moléstia são falhos. Põem em dúvida esta procedência e levantam a hipótese da natureza autóctone da moléstia. Publicam um mapa epidemiológico do Estado de Minas Gerais. Capítulo II - Citam 176 trabalhos brasileiros sôbre a moléstia, visando facilitar os nacionais que, em futuro, se interessam por uma ou outra face do problema. Capítulo III - Focalizam os casos de morte determinadas pelos antimoniais na terapêutica da parasitose de Manson. Estudam as ações do antimônio sôbre os diversos órgãos e aparelhos e, em especial, sôbre o coração e vasos. Dão os resultados obtidos no curso de 7 experiências em cães com doses tõxicas e 27 observação humanas com doses terapêuticas. Concluem que o antimônio tem ação vaso-dilatadoura. Esta, ao nível do coração, é extensa e intensa e dá lugar, possivelmente por diminuição do sangue circulante, que por sua vez diminue a oxigenação, a fenômenos de sofrimento miocárdicos, revelados electrocardiogràficamente. Ilustram o trabalho com seis microfotografias. Capítulo IV - Estudam a localização miocárdica do ovo do parasito, discutindo a possibilidade de existir uma forma cardíaca da doença. Seus argumentos se fundamentam em 43 indivíduos examinados clínica e elecetrocardiogràficamente e na revisão de 22 necropsias. Concluem em Belo Horizonte nada foi encontrada, para o lada do aparelho circulatório.Texto completo disponível apenas em PDF.Full text available only in PDF format.