SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 issue2Second contribution on ultrastructural alterations of acute hepatocyte (toxaemic) of schistosomiasis mansoniVisceral leishmaniasis in Rio de Janeiro: 1-Phlebotomines from the area of origin of an autochthonous human case author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

Print version ISSN 0074-0276On-line version ISSN 1678-8060

Mem. Inst. Oswaldo Cruz vol.76 no.2 Rio de Janeiro Apr./June. 1981

http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761981000200006 

Comportamento de Biomphalaria glabrata (Say, 1818) como critério de toxicidade em ensaios biológicos com moluscicidas

Otávio S. Pieri1 

Pedro Jurberg1 

Instituto Oswaldo Cruz, Laboratório de Comportamento Animal, Rio de Janeiro, Brasil

RESUMO

Visando à aplicação sistemática de parâmetros comportamentais como indicadores da ação tóxica de moluscicidas empregados no combate aos hospedeiros intermediários do Schistosoma mansoni, um procedimento para avaliação quantitativa do efeito de dose sobre o comprotamento de Biomphalaria glabrata foi desenvolvido, com base no paradigma recomendado pela O.M.S. para ensaios biológicos e envolvendo registro comportamental por cenematografia ocm lapso de tempo: caramujos com 5 7/8 ± 1/8 giros eram subemtidos a diferentes concentrações subletais de sulfato de cobre durante 24 horas e em seguida transferidos para recuperação em água destilada desionizada; a partir da análise dos registros foram computados (a) a freqüência total de subidas à superfície por indivíduo, (b) a frqüência total de saídas da água por indivíduo e (c) a proporção média de indivíduos no terço superior do recipiente de teste. O método Litchfield-Wilcoxon foi empregaod para determinação de índices de referência (denominados "concentrações de efieto comportamental de 50%" ou CEC50) em relação a cada parâmetro, e os valores obtidos - (a) 0,010, (b) 0,006 e (c) 0,029 ppm de cobre - não só evidenciaram a exeqüibilidade da aplicação sistemática de critérios comportamentais de toxidade, como se revelaram capazes de detectar o efieto tóxico do produto em concentrações muito infereiores às obtidas nas determinações convencionais de letalidade. Os dados também mostraram alterações na atividade dos caramujos em decorrência do ciclo de iluminação dia-noite. Embora o esclarecimento dos aspectos etológicos envolvidos no problema do controle químico do vetor dependa da análise das relações entre o indivíduo e seu ambiente natural, estudos de laboratório com mensurações acuradas de parâmetros relacionados a comportamentos de proteção podem fornecer subsídios relevantes a respeito.

ABSTRACT

The possibility of using reliable behavioural parameters in toxicity determinations of molluscicides was assessed through the development of a method based on W.H.O. standard procedures of bioassying molluscicides and involving behavioural records by time-lapse cinematogrphy. B. glabrata adults (5 7/8 ± 1/8 whorls) were subjected to different sublethal doses of copper sulfate during 24 hours and then transferred to deionized distilled water for recovery; from those records it was possible to compute: (a) frequency of climbs to surface, (b) frequency of crawlings out of water and (c) proportion of snails on the upper, middle and botton thirds of the test containers. The Litchfield-Wilcoxon test was employed in determining a reference value (called "concentration of behavioural effect of 50%" of CBE50) in relation to each parameter. The indices thus obtained - (a) 0,010, (b) 0,006 and (c) 0,029 ppm of copper - showed the freasibility of systematic uses of behavioural criteria of toxicity and also proved capable of detecting toxic effects of the product under concentrations much lower than those obtained from conventional lethality determinations. The data also showed an effect/log dose lienar relationship for all the parameters considered and revealed changes in snail activity as a consequence of the daily light cycle. Although the clarification of the ethological aspects involved in the control of schistosome hsot snails depends on the analysis of the relationships between the snail and its natural habitat, laboratory studies, carried out with accurate measuremente of the parameters related to protective modes of behaviour, can be of great value as well.

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License