SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.79 número4Some characteristics of hyperreactivity to bacterial lipopolysaccharide induced in mice by Trypanosoma cruzi infectionAbdominal angiostrongyliasis.Anatomo-pathological study of 4 cases observed in Rio Grande do Sul,Brazil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

versión impresa ISSN 0074-0276

Mem. Inst. Oswaldo Cruz v.79 n.4 Rio de Janeiro oct./dic. 1984

http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761984000400007 

Nota sobre Lutzomyia (Lutzomyia) Cruzi (mangabeira, 1938), com a descrição da fêmea (Diptera, Psychodidae, Phlebotominae)MartinsA. ViannaFalcãoAlda LimaSilvaJoão Evangelista daDiasEdelberto Santos Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte Brasil FIOCRUZ, Centro de Pesquisas René Rachou Belo Horizonte Brasil Universidade Federal de Minas Gerais, ICB, Departamento de Parasitologia Belo Horizonte Brasil 121984794439442Depois de examinar o tipo de Lutzomyia (Lutzomyia) cruzi (Mangabeira, 1938), depositado na coleção do Instituto Oswaldo Cruz (Rio de Janeiro), sob o número 941, e 74 espécimens machos da mesma espécie, a maioria da localidade tipo (Camapuan, Estado de Mato Grosso do Sul), os Autores verificaram que o tufo basal do basistilo é composto de apenas quatro cerdas foliáceas, e não seis, como descrito por Mangabeira, devido á superposição dos dois basistilos no holótipo. Além disso é feita uma descrição da fêmea, até agora não conhecida, e a redescrição do macho, baseada no holótipo.After examining the type of Lutzomyia (Lutzomyia) cruzi (Mangabeira, 1938), kept in the collection of the Instituto Oswaldo Cruz (Rio de Janeiro), under number 941, and 74 male specimens of the species, mostly from the type locality (Camapuan, State of Mato Grosso do Sul), the Authors verified that the basal tuft of the coxite is composed of only four foliaceous setae, and not six, as stated by Mangabeira, due the superposition of the two coxites holotype. A redescription of the male based on the holotype and a description of the previously unknown female are presented.Texto completo disponível apenas em PDF.Full text available only in PDF format.