SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 issue2Colicinogeny in Salmonella serovars isolated in BrazilBreeding media used for rearing of flies in an urban area of the State of Rio de Janeiro author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

Print version ISSN 0074-0276On-line version ISSN 1678-8060

Mem. Inst. Oswaldo Cruz vol.83 no.2 Rio de Janeiro Apr./June. 1988

http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761988000200008 

Atividades citotóxica e hemolítica em Escherichia coli uropatogênicas

João Ramos Costa Andrade1 

Ítalo Suassuna1 

UERJ, Faculdade de Ciências Médicas, Serviço de Microbiologia e Imunologia, Rio de Janeiro, Brasil

ABSTRACT

Fifty nine Escherichia coli strains obtained from patients with upper or lower urinary tract infections (UTI) and 30 E. coli strains isolated from stools of healthy individuals were tested for hemolytic and totoxic activities. Forty four percent of uropathologenic e. coli (UPEC) and 3.3% of fecal E. coli were hemolytic. Among the hemolytic UPEC, 92% produced x-hemolysin. A cytotoxic activity was detected in culture filtrates of 71% of UPEC strains and 30% of fecal E. coli. No relationship was found between cytotoxic and hemolytic activities or between cytotoxic titers and UPEC origin (upper or lower UTI). E. coli cytotoxin has a cytocidal activity against some epithelioid cultured cell lines (Vero, HeLa and Hep-2) but was almost inactive for avian-fibroblast cells. Cytotoxin-affected cells appeared rounded, refractile and detached from the surface of the vessel. Some characteristics exhibited by the cytotoxin as the morphological response induced on cells, the increasing of cytopathic effect with time, its irreversible cytocidal activity and its heat-lability resemble the properties described for E. coli Verotoxin (VT). Adherence to uroepithelial cells is recognized as a virulence factor for UPEC. It is suggested that cell damage by cytotoxic and adhering UPEC might contribute to E. coli virulence to urinary tract.

Key words: Escherichia coli; urinary infections; cytotoxins; hemolysins; uropathogenicity

RESUMO

Estudamos 59 Escherichia coli uropatogênicas (ECUP) obtidas de pacientes com infecção urinária e 30 E. coli originárias das fezes de indivíduos normais. Cada amostra originou-se de um paciente ou controle. Verificamos que 44% e 3,3% respectivamente eram hemolíticas em meio sólido segundo a origem. Apenas 15% das ECUP hemolíticas produziram alfa-hemolisina, isoladamente ou em associação com ß-hemolisina. A alfa-hemolisina correspondeu a 92% das amostras com atividade hemolítica. Não encontramos correlação entre títulos de alfa-hemolisina e o sítio de origem das ECUP (infecção alta ou baixa). Em 71% das ECUP e 30% das E. coli fecais detectamos a produção de citotoxina com ação citocida para linhagens celulares epitelióides como Vero, He-La e Hep-2 e pouco ativa para fibroblastos de embrião de galinha. A produção desta citotoxina não apresenta correlação com a síntese de hemolisinas. Não verificamos associação entre títulos citotóxicos e origem das ECUP. Certas características biológicas desta citotoxina como a resposta morfológica que determina nas células, o aumento dos títulos citotóxicos com o tempo, sua atividade citocida irreversível e sua termolabilidade sugerem analogia com a Verotoxina (VT) de E. coli. As células afetadas pela citoxina inicialmente mostram aspecto estrelado, tornam-se arredondadas e finalmente desprendem-se do seu suporte. É sugerido que a produção de citotoxina por E. coli aderidas às mucosas do trato urinário possa contribuir para a agressão ao uroepitélio.

Palavras-Chave: Escherichia coli; infecções urinárias; citotoxinas; hemolisinas; uropatogenicidade

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License