SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.83 número4Analysis of toxoplasma gondii proteins after Triton X-114 solubilization and hidropholic chromotograhyNaturally occurring lectins in the haemolymph of panstrongylus megistus (Hemiptera: Reduvidae) índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Memórias do Instituto Oswaldo Cruz

versión impresa ISSN 0074-0276

Mem. Inst. Oswaldo Cruz v.83 n.4 Rio de Janeiro oct./dic. 1988

http://dx.doi.org/10.1590/S0074-02761988000400020 

Biologia do triatoma vitticeps (Stal, 1859) em condiçoes de laboratórios (Hemiptera: Reduvidae: Triatominae) I. Ciclo evolutivoGonçalvesTeresa Cristina M.VictórioVânia Maria N.JuberbJoséCunhaVanda Instituto Oswaldo Cruz, Departamento de Entomologia Rio de Janeiro Brasil 121988834519523Observations were made on the evolutive cycle of Triatoma vitticeps, held under laboratory conditions and fed weekly in mice. Of the 435 eggs obtained, from 4 virgen couples, 149 were purposed for the biological cycle study and 286 to evaluate their resistance to starvation, which shall be a second part of this work. Only 50 specimens reached the adult stage in a period of X (S) = 270 ± 45 days. At the incubation time, the first and second instars were of less than a month for each, while the third, fourth and fifth instars requires approximately one, two and three months, respectively. The search for the first meal occured clearly on the 3rd, 6th and 10th day. During all the stages,more than 50% of the specimens had only one blood-meal, except the fifth one, when two blood-meals were required. In relation to the time-lapse between the presenting of the blood-meal and the beginning of feeding, as well as the length of the blood-meal, it was observed that these increased gradually according to the stage. From the 423 blood-meals performed, 390 were not followed by defecation in the settled period of 10 min. Under this point of view, t. vitticeps seems to be a poor transmissor of T. cruzi. The experiment was carried out for 13 months and by this time the averages of minimum and maximum temperatures and the humidity were 25 ± 2°C - 28 ± 2°C and 80 ± 2%, respectively. The material belongs to the triatomine colony held at the Oswaldo Cruz Institute, Department of Entomology.Foram feitas observações do ciclo evolutivo do Triatoma vitticeps com alimentação semanal em camundongo, em condições de laboratório. De quatro casais virgens obtiveram-se 435 ovos, sendo que 149 destinaram-se ao ciclo evolutivo e 286 ao estudo da resistência ao jejum, o que constituirá a segunda etapa deste trabalho. Apenas 50 exemplares atingiram a fase adulta num período X (S) = 270 ± 45 dias. Quanto ao tempo de incubação, o 1° e o 2° estádios foram realizados, cada um, em menos de um mês, enquanto que os 3º, 4º e 5º estádios requereram cerca de um, dois e três meses, respectivamente. A procura pelo 1º repasto ocorreu de forma sensível no 3º, 6º e 10º dias. Em todos os estádios, mais de 50% dos exemplares realizaram apenas um repasto, com exceção do 5º, onde foram necessários dois. No que diz respeito ao intervalo de tempo entre o oferecimento do repasto, o ato de picar, e a duração do repasto, observou-se que estes aumentaram gradativamente de acordo com o estádio. Dos 423 repastos realizados, 390 não foram seguidos de defecação no prazo de 10 min. Sob este aspecto parece que o T. vitticeps não é um bom transmissor do T. cruzi. O experimento teve a duração de 13 meses e neste período as temperaturas máximas e mínimas e a umidade relativa do ar variaram em média de 28 ± 2°C a 25 ± 2°C e 80 ± 2%, respectivamente. O material é proveniente da criação mantida no Departamento de entomologia do Instituto Oswaldo Cruz.Triatoma vitticepsevolutive cyclelaboratory conditionsTriatoma vitticepsciclo evolutivocondições de laboratórioTexto completo disponível apenas em PDF.Full text available only in PDF format.