SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue3Theoretical frame of referenceRelactation: bibliografical review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234On-line version ISSN 1980-220X

Rev. esc. enferm. USP vol.18 no.3 São Paulo Dec. 1984

http://dx.doi.org/10.1590/0080-6234198401800300235 

ARTIGOS ORIGINAIS

COMPORTAMENTO DO PESSOAL DE ENFERMAGEM NA ADMISSÃO DA CRIANÇA AO HOSPITAL*

Nursing behavior during the admission of a child to the hospital

Lélia Maria Madeira** 

** Mestranda em Enfermagem da Escola de Enfermagem da USP. Professor Assistente da disciplina Enfermagem Pediátrica da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais.


RESUMO

No trabalho analisa-se, qualitativamente, o processo de admissão da criança, feito pelo pessoal de enfermagem, em um hospital geral governamental e destaca-se o papel do(a) enfermeiro(a). Isto é feito com a finalidade de se obterem subisios para a compreensão do envolvimento do profissional neste processo e para auxilio ao encaminhamento de uma pesquisa participante, a ser feita posteriormente, com a equipe de enfermagem da unidade pediátrica.

ABSTRACT

A qualitative analysis is made of the nursing procedure of admitting a child to a governmental general hospital, with emphasis upon to the role of the nurse. The purpose of the analysis is to obtain data which could facilitate the understanding of the nurse's involvement in this procedure. The data will later be used in a participative research project which will be made with the nursing team in a pediatric ward.

Texto disponível apenas em PDF

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. ALEXANDER, M. M. & BROWN, M. S. Diagnóstico na enfermagem pediátrica. São Paulo, Andrei, 1978. 289 p. [ Links ]

2. BARBOSA, L. T. Aspectos psico-sociais da assistência à criança. São Paulo, Nestlé - Serviço de Informação Científica, /s.d./ (Temas de Pediatria, 9). [ Links ]

3. BOSI, E. Cultura de massa e cultura popular: leituras de operárias. Petrópolis, Vozes, 1981.192 p. [ Links ]

4. BOWLBY, J. Cuidados maternos e saúde mental. São Paulo, Martins Fontes, 1981. 255 p. [ Links ]

5. CONCEIÇÃO, J. A. N. et alii. Modelo para atendimento global à criança em um hospital-escola. Rev. Saúde Pública, São Paulo, 8(4): 341-7, dez. 1974. [ Links ]

6. FERREIRA-SANTOS, C. A. A enfermagem como profissão: estudo num hospital-escola. São Paulo, Pioneira, 1973.176 p. [ Links ]

7. HERTL, M. Manual de puericultura y pediatría para enfermeras. Barcelona, Toray, 1976. 548 p. [ Links ]

8. MACHADO, D. M. & MACHADO, E. M. Cuidados psicológicos à criança hospitalizada. Rev. Hosp. Clin., São Paulo, 11(4):205-8, jul./ago. 1956. [ Links ]

9. MADEIRA, L. M. et alii. Problemas de internação em pediatria Rev. Gaúcha Hosp., Porto Alegre, 8(3):112-8, set. 1980. [ Links ]

10. MARCONDES, E. Pediatria, doutrina e ação. São Paulo, Sarvier, 1973. 398 p. [ Links ]

11. MENZIES, I. E. P. El funcionamento de los sistemas sociales como defensa contra la ansiedad. In: MENZIES, I. E. P. & JAQUES, E. Los sistemas sociales como defensa contra la ansiedad. 2. ed. Buenos Aires, Hormé, 1974. 122 p. [ Links ]

12. MINZONI, M. A. A função integrativa própria do profissional de enfermagem. Enf. Atual, Rio de Janeiro, 4(14):10-2, set./out. 1981. [ Links ]

13. NOWINSKI, M. A. & RIPA, J. C. La investigación en los hospitales. Educ. Med. Salud, Washington, 14(4):355-70, Nov. 1980. [ Links ]

14. PETRILLO, R. N. M. & SANGER, M. D. S. Cuidado emocional del niño hospitalizado. México, La prensa médica mexicana, 1975. 318 p. [ Links ]

15. RIBEIRO, M. N. F. Contatos da criança hospitalizada com a equipe de enfermagem em um hospital de ensino governamental. São Paulo, 1981. 77 p. (Dissertação de Mestrado - Escola de Enfermagem da USP). [ Links ]

16. ROBERTSON, J. Some responses of young children to the loss of maternal care. Nurs. Times, London, 49(16):382-6, Apr. 18, 1953. [ Links ]

17. ROCHA, D. N. A enfermagem e a criança. Rev. Bras. Enf., Brasilia, 32(3):245-50, jul./set. 1979. [ Links ]

18. ROSKIES, E. et alii. Emergency hospitalization of young children: some neglegeted psychological considerations. Med. Care, Philadelphia, 13(7):570-81, Jul. 1975. [ Links ]

19. SPITZ, R. A. O primeiro ano de vida: um estudo psicanalítico do desenvolvimento normal e anormal das relações objetais. São Paulo, Martins Fontes, 1979. 349 p. [ Links ]

*

Trabalho apresentado à Comissão de Pós-Graduação da Escola de Enfermagem da USP para Exames Gerais de Qualificação do Curso de Pós-Graduação — nível mestrado.

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.