SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue1Characterization of maltreated children and adolescents taken into a paediatric emergency health care service in Fortaleza-CE-Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Escola de Enfermagem da USP

Print version ISSN 0080-6234On-line version ISSN 1980-220X

Rev. esc. enferm. USP vol.35 no.1 São Paulo Mar. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342001000100001 

EDITORIAL

 

 

O primeiro número da Revista da Escola de Enfermagem, que inaugura o novo milênio e o novo século, apresenta os trabalhos de docentes e discentes de diferentes níveis de capacitação - desde graduação a pós-doutoramento - que  retratam estudos acerca da instrumentalização da assistência à saúde e das questões que circundam o ensino de enfermagem no nível de graduação.

São estudos relevantes do ponto de vista de atualização científica e cabe aqui destacar um que particularmente chama a atenção pelo fato de se constituir em trabalho multiprofissional no campo da hipertensão: o estudo encabeçado pela docente da nossa Escola, a Professora Doutora Angela Geraldo Pierin, que desenha o perfil de grupo de pessoas hipertensas de acordo com o conhecimento e a gravidade da doença.

Outros trabalhos abordam a caracterização de crianças e adolescentes atendidos em razão de maus tratos, a avaliação nutricional de lactentes, a doença crônica da criança de acordo com a percepção da família, a percepção de risco de mulheres faveladas em relação ao HIV/Aids. Esses, entre outros, demonstram o empenho da enfermagem em descortinar os processos de saúde-doença de nossa população, tanto do ponto de vista do Objeto quanto de Instrumentos para a intervenção e, neste último elemento do processo de trabalho, são exemplares os estudos sobre a interação medicamentosa e as diferentes formas de punções nas fístulas arteriovenosas.

Encontram-se brindados neste número os aspectos relevantes e ao mesmo tempo instigantes que cercam a profissão e os processos de formação. Os leitores poderão apreciar os textos sobre o tabagismo entre estudantes de graduação em enfermagem, percepção dos alunos acerca do cuidar do paciente cirúrgico, caracterização das publicações sobre educação profissional e a utilização de recursos de informática pelos alunos de graduação. A gênese e o desenvolvimento histórico da enfermagem no Brasil e, principalmente, o estudo sobre a formação de parteiras em São Paulo, são artigos emblemáticos para o entendimento da profissão - das enfermeiras e das parteiras - e para perspectivar as transformações requeridas na formação profissional.

Com certeza a leitura deste número instigará os leitores à discussão dos aspectos importantes que cercam nosso fazer profissional. Fica aqui o convite para que se manifestem em forma de texto científico argumentado!

 

Profa. Dra. Emiko Yoshikawa Egry
Editora

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License