SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2Evaluation of attributes of a Haplohumox and a Tropohumult from Guarapuava, Paraná, by reflected energyExtractable iron forms in soils from the state of Rio de Janeiro, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciência do Solo

On-line version ISSN 1806-9657

Rev. Bras. Ciênc. Solo vol.23 no.2 Viçosa Apr./June 1999

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06831999000200019 

SEÇÃO V - GÊNESE, MORFOLOGIA E CLASSIFICAÇÃO DO SOLO

 

Relações material de origem / solo e pedogênese em uma seqüência de solos predominantemente argilosos e Latossólicos sobre psamitos na depressão periférica Paulista(1)

 

Soil/parent material relations and pedogenesis on a slope dominated by clayey oxidic soils over sandstone at the S. Paulo State Peripheral Depression, southeastern Brazil

 

 

P. Vidal-TorradoI; I. F. LepschII

IDepartamento de Ciência do Solo, ESALQ/USP. Caixa Postal 9, CEP 13418-900 Piracicaba (SP). E-mail: pablo@carpa.ciagri.usp.br
IIDepartamento de Agronomia da Universidade Federal de Uberlândia. Caixa Postal 593, CEP 38400-902, Uberlândia (MG). E-mail: igo@ufu.br

 

 


RESUMO

Na região da Depressão Periférica Paulista, estudaram-se os solos em uma encosta representativa das baixas colinas com relevo suave ondulado e lançantes longos do baixo vale do rio Piracicaba. Após intensas observações de campo, foram amostrados cinco pedons, assentados em rochas psamíticas da formação Itararé (Carbonífero-Permiano). Quatro apresentaram características latossólicas e textura argilosa e um, interposto na porção superior da meia encosta, textura média e B textural. Com observações de campo, estratigráficas, macro e micromorfológicas e da mineralogia da argila, concluiu-se que grande parte do material de origem dos pedons Latossólicos argilosos proveio do retrabalhamento de um sedimento neocenozóico argiloso, previamente bastante intemperizado, com remanescentes semelhantes, hoje ocupando preferencialmente as superfícies cimeiras locais, e sem aparente filiação com as rochas psamíticas subjacentes. Deduziu-se que as características latossólicas dos solos da meia encosta e do sopé foram herdadas de idêntico material. No terço inferior da encosta, ocorreu um Bt, relativamente pouco espesso, interpretado como produto de transformação do transportado Bw, principalmente por mecanismos de argiluviação que coalescem os antigos microagregados tipicamente Latossólicos. O mais provável material de origem do Podzólico Vermelho-Amarelo Latossólico textura média/argilosa no terço superior da meia encosta, foi considerado como derivado, em grande parte, de sedimento correlativo a um antigo e elevado depósito aluvial correspondente a um nível de terraço do rio Piracicaba, hoje quase totalmente reafeiçoado.

Termos de indexação: transição entre horizontes B Latossólico/B textural, material retrabalhado pré-intemperizado, depósitos de encosta, relações solo-paisagem, formação Itararé.


SUMMARY

A slope with a soil sequence over sandy Perm-Carboniferous sediments from the Itararé Formation with clayey oxidic soils was studied. This area is representative of the low hills with smooth relief of the low valley from the Piracicaba river. The area is located in the Piracicaba municipality about 22o 47'S & 47o 35'W within São Paulo State Peripheral Depression. The sequence comprises a clayey Dark-Red Latosol (Rhodudox), on the hill top transitioning downwards to a Dark-Red Latosolic-Podzolic Intergrade (Rhodic Kandiudox). At the upper backslope site there is an inclusion of a medium textured Red-Yellow Podzolic soil (Typic Hapludult). From general field observations plus the study of the local stratigraphy, macro and micromorphology and clay mineralogy of the six sampled pedons, it was concluded that the hypothetical soil material of the clayey soils is not all related to the underlying sediments. Evidences are for a strongly pre-weathered reworked parent material carried down from a clayey Neo-Cenozoic deposit whose similar remnants are under a nearby higher, almost flat, main interfluve surface. The oxic microaggregate characteristics of the backslope and footslope pedons were interpreted as inherited mostly from a similar parent material. On the lower upper third backslope there is a transition from an oxic like horizon to a kandic (argillic) one mainly due to clay lessivage over oxic microaggregates. This apparently produced coalescence of the older transported microaggregates. The hypothetical parent material of the Podzolic (Ultisol) median textured soil was interpreted as inherited from an old, now eroded, level of a river terrace alluvium from the Piracicaba river.

Index terms: transition oxic/kandic horizon, reworked parent material, slope deposits, soil landscape relationships, Itarare Formation.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

AGRADECIMENTOS

À família Furlan (Usina Furlan), pelas facilidades concedidas para os trabalhos de campo; à Dra. Selma Simões de Castro, pelas sugestões oferecidas nas discussões micromorfológicas; ao Dr. Edvard Elias de Souza Filho, pela contribuição nos trabalhos geológicos, (principalmente identificação dos estratos e posição de falhas); ao IPT-DIGEO, por permitir a utilização do fotomicroscópio, e à FAPESP, pelo auxílio financeiro para a realização deste trabalho.

 

LITERATURA CITADA

ALMEIDA, F.F.M. Fundamentos geológicos do relevo paulista. Geologia do estado de São Paulo. São Paulo, Inst. Geograf. e Gel.. 1964. p.167-263 (Boletim, 41)        [ Links ]

BERG, R.C. The origin and early genesis of clay bands in youthful sandy soils along Lake Michigan, USA. Geoderma, 32:45-62, 1984.         [ Links ]

BREWER, R. Fabric and mineral analysis of soils. Huntington, New York, Robert E. Krieger, 1976. 482p.         [ Links ]

BREWER, R. & SLEEMAN, J.R. Soil structure and fabric. Adelaide, CSIRO, Division of Soils., 1988. 173p.         [ Links ]

BUOL, S.W.; HOLE, F.D. & McKRACKEN, R. Soil Genesis and Classification. Ames, Iowa State Univisity Press. 1980. 360p.         [ Links ]

CAMARGO, O.A.; MONIZ, A.C.; JORGE, J.A. & VALADARES, J.M.A.S. Métodos de análise química, mineralógica e física de solos do Instituto Agronômico de Campinas. Campinas, Instituto Agronômico, 1986. 94p. (Boletim técnico, 106)        [ Links ]

CASTRO, S.S. Impregnação de amostras de solo para confecção de lâmina delgada. B. Inf. SBCS, 10:44, 1985.         [ Links ]

CASTRO, S.S. Sistemas de transformação pedológica em Marília, SP: B Latossólicos e B texturais. São Paulo, Universidade de São Paulo, 1989. 274p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

COMISSÃO DE SOLOS. Levantamento de reconhecimento dos solos do Estado de São Paulo. Rio de Janeiro, Ministério da Agricultura, CNEPA, SNPA, 1960. 634p. (Boletim, 12)        [ Links ]

ESCHENBRENNER, V. Termite activity and soil morphology in tropical areas. In: CONGRESSO LATINOAMERICANO DE CIÊNCIA DO SOLO, SOLO-SUELO, 96, 13, Águas de Lindóia, 1996. Resumos e Conferências. Águas de Lindóia, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1996. 14p. (CD-ROM)        [ Links ]

INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS - IPT. Mapa geológico do Estado de São Paulo. Escala 1:1.000.000. São Paulo, Divisão de Minas e Geologia Aplicada do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do estado de São Paulo., 1981.         [ Links ]

JACKSON, M.L. Soil chemical analysis. Advanced course. Madison, 1969. 894p.         [ Links ]

LEMOS, R.C. & SANTOS, R.D. Manual de descrição e coleta do solo no campo. 3.ed. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1996. 83p.         [ Links ]

LEPSCH, I.F. & BUOL, S.W. Investigations in an oxisol-ultisol toposequence in São Paulo State, Brazil. Soil Sci. Soc. Am. Proc., 38:491-496, 1976.         [ Links ]

MELO, M.S. A formação Rio Claro e depósitos associados: sedimentação neocenozóica na Depressão Periférica Paulista. São Paulo, Universidade de São Paulo, 1995. 143p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

MIKLÓS, A.A.W. Byodinamique d'une couverture pedologique dans la région de Botucatu, Brésil. Université Paris VI, France. 2.v., 438p. 1992. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

MILLOT, G. Géochimie de la surface et formes du relief. Présentation. Sci. Géol., Bull., 30:229-233, 1977.         [ Links ]

MONIZ, A.C. & BUOL, S.W. Formation of an oxisol-ultisol transition in São Paulo, Brazil: I-Double-water flow model of soil development. Soil Sci. Soc. Am. J., 46:1234-1237, 1982.         [ Links ]

MUGGLER, C.C. Polygenetic oxisols on tertiary surfaces, Minas Gerais, Brazil. Soil genesis and landscape development. Wageningen, Wageningen Agricultural University, 1998. 185p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

OLIVEIRA, J.B. & PRADO, H. Carta pedológica semidetalhada do estado de São Paulo. Folha de Piracicaba, Escala 1:100.000. Campinas, Instituto Agronômico e Instituto Geográfico Cartográfico. 1986.         [ Links ]

OLIVEIRA, J.B.; ALFONSI, R.R. & PEDRO Jr., M.J. Regimes hídricos e térmicos dos solos do estado de São Paulo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 15., Campinas, 1975. Anais. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1976. p.359-362.         [ Links ]

PENTEADO, M.M. Geomorfologia do setor centro ocidental da depressão periférica paulista. Rio Claro, Universidade de São Paulo, 1968. 86p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

RAIJ, B. van; QUAGGIO, J.A.; CANTARELLA, H.; FERREIRA, M.E.; LOPES, A.S. & BATAGLIA, O.A. Análise química do solo para fins de fertilidade. Campinas, Fundação Cargill, 1987. 165p        [ Links ]

SANTOS, M.C.; MERMUT, A.R. & RIBERIO, M.R. Submicroscopy of clay microaggregates in an oxisol from Pernambuco, Brazil. Soil Sci. Soc. Am. J., 53:1895-1901, 1989.         [ Links ]

SOUZA FILHO, E.E. Mapeamento faciológico do Subgrupo Itararé na Quadrícula de Campinas (SP). São Paulo, Universidade de São Paulo, Instituto de Geociências, 1986. 286p. (Tese de Mestrado)        [ Links ]

STOOPS, G. Relict properties in soils of humid tropical regions with special reference to Central Africa. Catena Suppl., 16:95-106, 1989.         [ Links ]

STOOPS, G. Application of micromorphological methods to the study of soil sequences in the tropics. Edafologia, ed. especial del 50 aniversário, Ponencias. Soc. Española de Ci. del Suelo, Granada, 1997. p.145-159.         [ Links ]

STOOPS, G. & JONGERIUS, A. Proposal for a micromorphological classification of soil materials. I. A classification of the related distribution of fine and coarse particles. Geoderma, 13:189-199, 1975.         [ Links ]

VIDAL-TORRADO, P. Pedogênese e Morfogênese no distrito de Tupi (Piracicaba, SP). Piracicaba, Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", 1994. 212p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

VIDAL-TORRADO, P.; LEPSCH, I.F. & SOUZA FILHO, E. Relações material de origem-superfícies geomórficas e distribuição dos solos em área de sedimentos paleozóicos no município de Piracicaba (SP). R. Bras. Ci. Solo, 1999. (no prelo)        [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em novembro de 1996
Aprovado em dezembro de 1998

 

 

(1) Parte da Tese de Doutorado apresentada à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - ESALQ/USP, Piracicaba (SP), em junho de 1994. Projeto financiado pela FAPESP. Trabalho apresentado no 16o Congresso Mundial de Solos, Montpellier, agosto de 1998.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License