SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número3Utilização de sistema de informação geográfica na avaliação do uso da terra em Botucatu (SP)Análise de modelos matemáticos aplicados ao estudo de chuvas intensas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência do Solo

versão On-line ISSN 1806-9657

Rev. Bras. Ciênc. Solo vol.25 no.3 Viçosa jul./set. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832001000300017 

SEÇÃO VI - MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA

 

Erosão na cultura do milho em sucessão à aveia preta e pousio descoberto, em preparo convencional e plantio direto, com tração animal e tratorizada

 

Soil and water losses under corn following oats and bare-fallow using conventional and no-till planting performed with animal and tractor traction

 

 

R. LevienI; N. P. CogoI, II

IProfessor do Departamento de Solos, Faculdade de Agronomia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Av. Bento Gonçalves 7712, Caixa Postal 776, CEP 90001-970 Porto Alegre (RS). Bolsista do CNPq. E-mail: renatole@vortex.ufrgs.br; neroli@vortex.ufrgs.br
IIBolsista do CNPq

 

 


RESUMO

Empregando chuva simulada em Argissolo Vermelho distrófico arênico, com declividade média de 0,12 m m-1, avaliou-se a erosão na cultura do milho (Zea mays L.) em preparo convencional e plantio direto, utilizando tração animal e tratorizada, antecedida de pousio descoberto e aveia preta (Avena strigosa Schieb) no inverno, no período compreendido entre 1994 e 1995. Chuvas simuladas na intensidade de 64 mm h-1 e duração de 60 a 105 min foram aplicadas em quatro épocas: logo após a semeadura, 30 e 60 dias após a emergência e logo após a colheita do milho. A cobertura do solo propiciada pela cultura de inverno foi reduzida em 90% após o preparo convencional, independentemente da forma de tração. As perdas de solo e água medidas durante o desenvolvimento do milho foram sempre maiores sob preparo convencional do que sob plantio direto, independentemente da forma de tração, exceto logo após a colheita, quando a resteva estava uniformemente distribuída na superfície do solo. No preparo convencional, a erosão na cultura do milho foi, na média das formas de tração, 45% menor, quando antecedida de aveia preta no inverno do que quando antecedida de pousio descoberto. Por sua vez, a cultura do milho, por si só, reduziu a erosão em 60%, na média das formas de tração, comparada à do solo descoberto. A forma de tração influenciou a erosão somente no preparo convencional, com a animal apresentando perdas totais de solo 55 e 15% inferiores à tratorizada, respectivamente na cultura do milho e em solo descoberto. A perda de água por enxurrada foi mais afetada pela forma de tração no preparo convencional, totalizando, em média, 44% na animal e 57% na tratorizada, em relação ao volume total de chuva aplicado.

Termos de indexação: erosão hídrica, chuva simulada, preparo do solo.


SUMMARY

Using simulated rainfall on a 0.12 m m-1-slope typic Hapludalf (Red Yellow Podzolic Soil), sandy-loam soil, erosion losses by water were evaluated during corn (Zea mays L.) that had followed oats (Avena strigosa Schieb) and bare-fallow in the winter. Field work was conducted at the Silviculture Experimental Station of the Secretary of Agriculture of Rio Grande do Sul, Brazil, from 1994 to 1995. Conventional and no-tillage performed with animal and tractor traction were the main treatments studied. Rainfall was applied four times during corn development using the rotating-boom rainfall simulator at 64.0 mm h-1 rainfall intensity and duration varying from 60 to 105 min. Residue cover from the winter crop after conventionally-tilling the soil for corn planting was reduced by 90%, regardless of type of traction, presenting the highest soil and water losses; erosion was much lower under animal than under tractor traction, however. The form of traction did not influence erosion under no-till. These results can be explained in terms of physical conditions of the soil resulting from both tillage type and form of traction.

Index terms: water erosion, simulated rainfall, tillage methods.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

AGRADECIMENTOS

À Direção e funcionários da Estação Experimental de Silvicultura de Santa Maria (RS), pelo apoio e empréstimo da maquinaria, insumos e área experimental. Aos funcionários do Instituto de Pesquisas de Recursos Naturais Renováveis "Ataliba Paz", Engenheiros-Agrônomos Adélio Spanholi, Carlos Alberto Rockenbach e Nelson Sebastião Model, Bióloga Maria de Fátima B. Korndorfer, Bacharel em Química Ernesto Bizzani e ao auxiliar de campo Paulo Pedrollo, pelo auxílio nos trabalhos de campo.

 

LITERATURA CITADA

BERTOL, I.; COGO, N.P. & LEVIEN, R. Erosão hídrica em diferentes preparos do solo logo após as colheitas de milho e trigo, na presença e ausência dos resíduos culturais. R. Bras. Ci. do Solo, 21:409-418, 1997.         [ Links ]

BERTONI, J. & LOMBARDI NETO, F. Conservação do solo. São Paulo, Ícone, 1990. 355p.         [ Links ]

BRASIL. Ministério da Agricultura. Departamento Nacional de Pesquisa Agropecuária. Divisão de Pesquisas Pedológicas. Levantamento de Reconhecimento dos Solos do Rio Grande do Sul. Recife, 1973. 413p. (Boletim Técnico, 30)        [ Links ]

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Recomendações gerais do encontro para uso do simulador de chuva em pesquisa de conservação de solo no Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE PESQUISA DE EROSÃO COM SIMULADORES DE CHUVA, 1., Londrina, 1975. Anais. Londrina, 1975. p.107-120.         [ Links ]

CASÃO Jr., R.; HENKLAIN, J.C.; LADEIRA, A.S. & MORENO, E.C. Efeito de diferentes implementos na resistência à tração e qualidade de preparo do solo (Latossolo Roxo). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 20, Londrina, 1991. Anais. Londrina, Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, Instituto Agronômico do Paraná, 1992. p.847-868.         [ Links ]

CASSEL, D.H.; RACZKOWSKI, C.M. & DENTON, H.P. Tillage effects on corn production and soil physical conditions. Soil Sci. Soc. Am. J., 59:1436-1443, 1995.         [ Links ]

COGO, N.P. Effect of residue cover, tillage induced-roughness, and slope lenght on erosion and related parameters. West Lafayette, Purdue University, 1981. 346p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

COGO, N.P. Conceitos e princípios científicos envolvidos no manejo de solos para fins de controle da erosão hídrica. In: MONIZ, A.C.; FURLANI, A.M.; FURLANI, P.R. & FREITAS, S.S., eds. A responsabilidade social da Ciência do Solo. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1988. p.101-108.         [ Links ]

COGO, N.P.; MOLDENHAUER, W.C. & FOSTER, G.R. Soil loss reductions from conservation tillage practices. Soil Sci. Soc. Am. J., 48:368-373, 1984.         [ Links ]

COMISSÃO DE FERTILIDADE DO SOLO - CFS RS/SC. Recomendações de adubação e de calagem para os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 3.ed. Passo Fundo, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo - Núcleo Regional Sul, 1995. 223p.         [ Links ]

DENARDIN, J.E. & KOCHHANN, R.A. Evolução da área cultivada sob plantio direto no Estado do Rio Grande do Sul: 1970 - 1997. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 28. Pelotas, 1999. Palestra apresentada. Pelotas, Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, 1999. CD-ROM.         [ Links ]

ELTZ, F.L.F. & NORTON, L.D. Surface roughness changes as affected by rainfall erosivity, tillage, and canopy cover. Soil Sci. Soc. Am. J., 61:1746-1755, 1997.         [ Links ]

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: EMBRAPA. Rio de Janeiro. 1999. 412p.         [ Links ]

GRIFFITH, D.R.; MONCRIEF, J.F.; ECKERT, D.J.; SWAN, J.B. & BREIBACH, D.D. Crop response to tillage systems. In: CONSERVATION TILLAGE SYSTEMS AND MANAGEMENT: crop residue management with no-till, ridge-till, mulch-till. Ames, Midwest Plan Service, 1992. p.25-33.         [ Links ]

LARSON, W.E. Soil parameters for evaluating tillage needs and operations. Soil Sci. Soc. Am. Proc., 28:118-122, 1964.         [ Links ]

MERTEN, G.H. Contribuição da pesquisa para adaptação do plantio direto com tração animal - experiências do IAPAR. In: PEIXOTO, R.T.G; AHRENS, D.C. & SAMAHA, M.J. , eds. Plantio direto: o caminho para uma agricultura sustentável. Ponta Grossa, Instituto Agronômico do Paraná, 1997. p.240-252.         [ Links ]

RIBEIRO, M.F.S. Aspectos de seleção e manejo de semeadoras-adubadoras de plantio direto a tração animal. In: PEIXOTO, R.T.G; AHRENS, D.C. & SAMAHA, M.J., eds. Plantio direto: o caminho para uma agricultura sustentável. Ponta Grossa, Instituto Agronômico do Paraná, 1997. p.252-256.         [ Links ]

RIBEIRO, M.F.S.; MERTEN, G.H. & SKÓRA NETO, F. Plantio direto na palha na pequena propriedade. In: EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA/Centro Nacional de Pesquisa do Trigo. Plantio direto no Brasil. Passo Fundo, Aldeia Norte, 1993. p.151-158.         [ Links ]

RÖMKENS, M.J.M. & WANG, J.Y. Soil roughness changes from rainfall. Trans. Am. Soc. Agric. Eng., 30:101-107, 1987.         [ Links ]

SLONEKER, L.L. & MOLDENHAUER, W.C. Measuring the amounts of crop residue remaining after tillage. J. Soil Water Conser., 32:231-236, 1977.         [ Links ]

STRECK, E.V. Erosão hídrica do solo relacionada com o subfator uso anterior da terra do modelo "RUSLE". Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1999. 195p. (Tese de Doutorado)        [ Links ]

WISCHMEIER, W.D. & SMITH, D.D. Predicting rainfall erosion losses: a guide to conservation planning. Washington, USDA, 1978. 58p. (Agricultural Handbook, 537)        [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em outubro de 1999
Aprovado em março de 2001

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons