SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue141EditorialThe international convention on the child's rights: debates and tensions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Pesquisa

Print version ISSN 0100-1574

Cad. Pesqui. vol.40 no.141 São Paulo Dec. 2010

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742010000300002 

TEMA EM DESTAQUE - ESTUDOS SOCIAIS SOBRE A INFÂNCIA E DIREITOS DA CRIANÇA

 

Estudos sociais sobre a infância e direitos da criança

 

 

O Tema em Destaque deste número dos Cadernos de Pesquisa traduz sua política editorial de divulgação da produção acadêmica pela atualização e democratização do conhecimento por meio de traduções de textos seletos estrangeiros.

O tema estudos sobre infância-crianças nos diferentes enquadres disciplinares percorre a trajetória dos Cadernos de Pesquisa, ora como artigos isolados, ora como número especial, quando a revista acolhia esse formato, ora ainda como Tema em Destaque.

No que se refere aos artigos isolados, seu volume e importância já seriam suficientes para estimular um estudo de síntese analítica, sugestão que fica para jovens pesquisadores(as). Tal síntese deveria destacar o número especial comemorativo ao Ano Internacional da Criança (n.31, dez. 1979), publicação pioneira, mas atual, que não só iniciou a difusão da obra de Janusz Korczak entre nós, mas que também integrou uma série de artigos que, certamente hoje, se identificariam como pertencentes ao campo de Estudos Sociais sobre Infância ou da Sociologia da Infância. Dentre eles destaco a mesa-redonda "Implicações éticas provenientes da utilização de crianças como sujeito de pesquisa".

Como Tema em Destaque, a Sociologia da Infância ocupou o proscênio dos Cadernos de Pesquisa no n.112, de março de 2001, com a tradução de dois artigos de autoras europeias francófonas - o de Régine Sirota ("Emergência de uma Sociologia da Infância: evolução do objeto e do olhar") e o de Cléopâtre Montandon ("Sociologia da Infância: balanço dos trabalhos em língua inglesa") -, recorrentemente visitados e citados por pesquisadores(as) brasileiros(as).

Se, naquele momento, a bibliografia brasileira que declarava uma pertença ao campo da Sociologia da Infância ou dos Estudos Sociais sobre a Infância era reduzida, o mesmo não se pode dizer do momento atual. O tema tem merecido a atenção de diversas revistas acadêmicas brasileiras, de teses e dissertações, de coletâneas, de seminários e eventos, de grupos de trabalho em associações de pós-graduação, bem como se institucionalizou como disciplina em vários cursos de pós-graduação stricto sensu no Brasil.

Nesta lida do ensino na pós-graduação, defrontamo-nos com a dificuldade de adotar bibliografia em língua estrangeira. Daí a necessidade, muitas vezes, de tradução de artigos que permitam circulação mais diversificada e democrática da produção internacional de conhecimentos. Por isso, a escolha dos artigos estrangeiros para este Tema em Destaque.

Foram selecionados artigos de três autores europeus de escol que publicam, desta feita, em inglês:

• Alan Prout, diretor do Instituto de Educação da Universidade de Warwick (Conventry, Reino Unido), coorganizador com Alisson James do seminal Constructing and reconsructing childhood (London: Routledge Falmer, 1997), infelizmente ainda não traduzido no Brasil;

• Jens Qvortrup, professor do Departamento de Sociologia e Ciências Políticas da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia em Trondheim (Noruega), que já esteve no Brasil, tendo sido convidado a participar da 33ª Reunião anual da Anped, e que tem um artigo ("O trabalho escolar infantil tem valor?: a colonização das crianças pelo trabalho escolar") publicado no Brasil;

• Leena Alanen, professora da Universidade de Jyväskylä (Finlândia), que também já tem um de seus textos, "Estudos Feministas/estudos da infância: paralelos, ligações e perspectivas", traduzido e publicado no Brasil1.

Os três artigos selecionados, além de sustentados por sólida reflexão teórica, têm uma preocupação com condições de vida das crianças. Daí termos incluído, também, o artigo "A Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança: debates e tensões", de Rosemberg e Mariano.

Finalizando, é necessário destacar que a escolha dos(as) autores(as) e dos artigos a serem traduzidos contou com a colaboração dos(as) alunos(as) do seminário Construção social da infância, que ministrei no 1º semestre de 2010 no Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP -, particularmente a de Beatriz de Oliveira Abuchaim, que também atua no Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas.

 

Fúlvia Rosemberg
frosemberg@fcc.org.br

 

 

1. Tanto o artigo de Qvortrup quanto o de Alanen estão publicados no livro Crianças e jovens na construção da cultura, organizado por Lucia Rabello de Castro (Rio de Janeiro: Nau, Faperj, 2001), às p.129-152 e 69-62 respectivamente.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License