SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número1Visualização in vitro da colonização de raízes por rizobactériasPrimeiro relato de Oidiopsis haplophylli (Erysiphales) em Vernonia scorpioides (Asteraceae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Summa Phytopathologica

versão impressa ISSN 0100-5405versão On-line ISSN 1980-5454

Summa phytopathol. v.32 n.1 Botucatu jan./mar. 2006

https://doi.org/10.1590/S0100-54052006000100018 

COMUNICAÇÕES

 

Efeito de pesticidas no crescimento micelial de Cercospora caricis

 

 

Zilá Ribeiro de Ávila; Sueli Correa Marques de Mello

Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia. <zribeirodeavila@yahoo.com.br>; <smello@cenargen.embrapa.br>

 

 

Microrganismos fitopatogênicos são instrumentos valiosos em programas de manejo de plantas daninhas e devem ser pesquisados especialmente para espécies como Cyperus rotundus L.(tiririca), para a qual não existe um método de controle eficaz. O uso destes agentes associados a outras práticas de controle, com certeza, possibilitará ao agricultor reduzir as perdas na produção agrícola e ao mesmo tempo minimizar os danos causados ao meio ambiente. O fungo Cercospora caricis, foi detectado no Brasil infectando plantas de tiririca. Vários estudos foram conduzidos na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia com este patógeno, a fim de avaliar a sua infectividade e especificidade de hospedeiros. Os resultados obtidos foram promissores, indicando que o mesmo apresenta potencial para ser utilizado como agente no controle biológico da tiririca. Neste sentido, o presente trabalho, foi realizado, com o objetivo de avaliar o efeito de pesticidas utilizados tanto para o controle da tiririca, quanto das doenças e pragas das culturas associadas a esta espécie daninha, sobre o crescimento micelial de Cercospora caricis Oudemans.

Os pesticidas utilizados foram: Benomyl, Cerconil, Oxicloreto de Cobre (fungicidas), Oxifluorfen, Chlorimuron-ethyl, Glifosato (herbicidas) e Metil demetom (inseticida/acaricida). As concentrações avaliadas dos produtos, foram: 0 (testemunha), 1, 10, 100 e 1000 mg/mL, a partir de solução estoque preparada à concentração de 10.000 mg/mL. Discos de 4 mm de diâmetro, retirados de colônias de C. caricis com 15 dias de idade, foram transferidos para o centro de placas contendo meio de Batata-Dextrose-Ágar (BDA) acrescido do agrotóxico referente a cada tratamento, nas concentrações indicadas. A incubação das culturas se deu a 25 0C, sob fotoperíodo de 12 horas. O fotoperíodo foi simulado por meio de quatro lâmpadas fluorescente de 20W, luz do dia, instaladas na porta da BOD (Nova Técnica, modelo NT 708-AT). Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições, cada placa representando uma parcela. Foram tomadas medidas do diâmetro das colônias a partir do sétimo dia de incubação. Os valores obtidos nas diversas leituras foram usados para cálculo da Área Abaixo da Curva de Crescimento (AACC), utilizando o programa AVACPD, para maior precisão dos resultados.

A inibição do crescimento micelial do patógeno ocorreu em presença dos pesticidas Benomyl, Metil demetom e Cerconil, nas concentrações de 100 mg/mL e 1000mg/mL, indicado pelos menores valores da AACC (Figura 1). Com Oxyfluorfen, Chlorimuron-ethyil e Glifosato, só houve inibição com a concentração de 1.000 mg/mL. Oxicloreto de Cobre não inibiu o crescimento de C. caricis, em nenhuma das concentrações utilizadas. Estes resultados indicam a possibilidade da utilização conjunta do isolado CG672 de C. caricis com o Oxicloreto de cobre, independentemente da concentração deste produto; com os herbicidas Glifosato, Oxyfluorfen e Chlorimuron-ethyl, a concentrações de até 100 mg/mL e com os demais produtos em concentrações inferiores a 100 mg/mL. Os dados obtidos servirão de base para outros trabalhos visando, no futuro, à implementação de uma estratégia de manejo integrado da tiririca, que deverá incluir liberações inundativas de C. caricis.

 

 

Data de chegada: 05/01/04. Aceito para publicação em: 25/10/04.

 

 

Autor para correspondência: Zilá R. de Ávila. <zribeirodeavila@yahoo.com.br>

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons