SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número4Técnica modificada para realização da gastro-jejunostomia endoscópica percutânea índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões

versão impressa ISSN 0100-6991versão On-line ISSN 1809-4546

Rev. Col. Bras. Cir. vol.44 no.4 Rio de Janeiro jul./ago. 2017

http://dx.doi.org/10.1590/0100-69912017004016 

Corrige o artigo: 10.1590/0100-69912017002012

ERRATA

Errata

Em março/abril de 2017 [Rev Col Bras Cir. 2017;44(2):179-86], a Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões publicou o artigo original intitulado “Reconstrução imediata com enxerto autólogo de gordura: influência na recorrência local de câncer de mama.”(http://dx.doi.org/10.1590/0100-69912017002012), de autoria de Camile Cesa Stumpf; Jorge Villanova Biazus; Fernando Schuh Ângela Erguy Zucatto; Rodrigo Cericatto; José Antônio Crespo Cavalheiro; Andrea Pires Souto Damin; Márcia Portela Melo. Os seguintes erros foram identificados:

Título em inglês:

Onde se lê:

"...influence in breast cancerregional recurrence";

Leia-se:

"...influence in loco regional recurrence in breast cancer.

Tabelas:

Onde se lê:

Tabela 1 Características clínicas e histológicas dos pacientes com carcinoma ductal invasivo que se submeteram à cirurgia conservadora ou lipoenxertia. 

CCM + Lipoenxertia
(n=27)
CCM
(n=167)
Idade (homens no ano) 53,6 ± 10,9 56,4 ± 12,0
Tamanho do tumor (mm) 24,3 ± 10,5 20,6 ± 12,0
Classificação histológica
I 7 (25,9) 38 (22,8)
II 9 (33,3) 85 (50,9)
III 11 (40,7) 44 (26,3)
Estadiamento clínico (TNM)
I 7 (25,9) 78 (46,7)
II 20 (74,1) 89 (53,3)
Histologia
CDI 24 (88,9) 149 (89,2)
CLI 3 (11,1) 18 (10,8)
Receptor do estrogênio
Presente 22 (81,5) 128 (76,6)
Ausente 5 (18,5) 39 (23,4)
Receptor de progesterona
Presente 22 (81,5) 116 (69,5)
Ausente 5 (18,5) 51 (30,5)
HER2
Com alta expressão 3 (11,1) 19 (11,4)
Sem alta expressão 20 (74,1) 137 (82,0)
Indeterminado 4 (14,8) 11 (6,6)
Quimioterapia neoadjuvante 1 (3,7) 26 (15,6)
Quimioterapia adjuvante 17 (63,0) 62 (37,1)
Radioterapia adjuvante 27 (100) 163 (97,3)
Intervalo para começo da terapia adjuvante (meses) 1 (1 - 2) 2 (1-4)

Variáveis categóricas, descritas como n (%); Variáveis quantitativas simétricas descritas como média ± desvio-padrão; Variáveis quantitativas assimétricas descritas como meios (P25-P75); CCM- Cirurgia conservadora da mama; CDI- carcinoma ductal invasivo; CLI- carcinoma lubular invasivo.

Leia-se:

Tabela 1 Características clínicas e histológicas dos pacientes com carcinoma ductal invasivo que se submeteram à cirurgia conservadora ou lipoenxertia. 

CCM* + Lipoenxertia
(n=27)
CCM
(n=167)
p
Idade (média em anos) 53,6 ± 10,9 56,4 ± 12,0 0,268
Tamanho do tumor (mm) 24,3 ± 10,5 20,6 ± 12,0 0,134
Classificação histológica 0,194
I 7 (25,9) 38 (22,8)
II 9 (33,3) 85 (50,9)
III 11 (40,7) 44 (26,3)
Estadiamento clínico (TNM) 0,070
I 7 (25,9) 78 (46,7)
II 20 (74,1) 89 (53,3)
Histologia 1,000
CDI** 24 (88,9) 149 (89,2)
CLI*** 3 (11,1) 18 (10,8)
Receptor do estrogênio 0,757
Presente 22 (81,5) 128 (76,6)
Ausente 5 (18,5) 39 (23,4)
Receptor de progesterona 0,294
Presente 22 (81,5) 116 (69,5)
Ausente 5 (18,5) 51 (30,5)
HER2 0,330
Alta expressão 3 (11,1) 19 (11,4)
Sem expressão 20 (74,1) 137 (82,0)
Indeterminado 4 (14,8) 11 (6,6)
Quimioterapia neoadjuvante 1 (3,7) 26 (15,6) 0,135
Quimioterapia adjuvante 17 (63,0) 62 (37,1) 0,020
Radioterapia adjuvante 27 (100) 163 (97,3) 1,000
Intervalo para início da terapia adjuvante (meses) 1 (1 - 2) 2 (1-4) 0,041

Variáveis categóricas, descritas como n (%); Variáveis quantitativas simétricas descritas como média ± desvio-padrão; Variáveis quantitativas assimétricas descritas (P25-P75); *CCM- Cirurgia conservadora da mama; **CDI- carcinoma ductal invasivo; ***CLI- carcinoma lubular invasor.

Onde se lê:

Tabela 2 Incidência de recidiva nos grupos de cirurgia conservadora e lipoenxertia. 

CCM + Lipoenxertia
(n=27)
CCM
(n=167)
Recorrência global 1 (3,7) 7 (4,2)
Recidiva local
Sim 7 (25,9) 38 (22,8)
Não 9 (33,3) 85 (50,9)
Recorrência sistêmica
Sim 7 (25,9) 78 (46,7)
Não 20 (74,1) 89 (53,3)

As variáveis categóricas, descritas como n (%); CCM - cirurgia conservadora da mama.

Leia-se:

Tabela 2 Incidência de recidiva nos grupos de cirurgia conservadora e lipoenxertia. 

CCM* + Lipoenxertia (n=27) CCM (n=167) p
Recorrência global 1 (3,7) 7 (4,2) 1,000
Recorrência local 1,000
Sim 0 (0,0) 4 (2,4)
Não 27 (100) 163 (95,8)
Recorrência sistêmica 0,454
Sim 1 (3,7) 3 (1,8)
Não 26 (96,3) 164 (98,2)

As variáveis categóricas, descritas como n (%); *CCM - cirurgia conservadora da mama.

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que o trabalho original seja corretamente citado.