SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue7Paroxysmal nocturnal hemoglobinuria in pregnancyComparative study of techniques to perform tubal ligation: micro-laparoscopy versus minilaparotomy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Print version ISSN 0100-7203

Rev. Bras. Ginecol. Obstet. vol.26 no.7 Rio de Janeiro Aug. 2004

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032004000700012 

RESUMO DE TESE

 

Efeito do uso de anti-retrovirais sobre o metabolismo glicídico de gestantes portadoras do HIV-1 e parâmetros antropométricos e bioquímicos do neonato

 

Effect of antiretroviral agents use on glucide metabolism in HIV-1 infected pregnant women and on anthropometric and biochemical parameters of newborn infant

 

 

Autora: Patrícia El Beitune
Orientador: Prof. Dr. Geraldo Duarte

Tese de Doutorado apresentada ao Curso de Pós-Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo para obtenção do Título de Doutor em Medicina; Área de concentração em Tocoginecologia, em 3 de Junho de 2004

 

 

OBJETIVOS: estudar o efeito dos anti-retrovirais em gestantes portadoras do HIV-1 sobre o metabolismo glicídico materno e parâmetros antropométricos e bioquímicos do neonato.
PACIENTES E MÉTODOS: estudo prospectivo com 57 gestantes divididas em três grupos. O Grupo AZT foi composto de 20 gestantes infectadas pelo HIV-1 que preenchiam os requisitos para uso profilático do AZT (CD4 > 500 células/ml). O Grupo TT foi composto de outras 25 gestantes com indicação clínica e/ou laboratorial para receberem terapia anti-retroviral tríplice (AZT + 3TC + NFV). O Grupo Controle foi constituído de 12 gestantes consideradas normais do ponto de vista clínico e laboratorial. As amostras sangüíneas para dosagens plasmáticas de glicemia em jejum, insulina sérica em jejum, área sob a curva das glicemias e insulinas após o teste oral de tolerância à glicose com 75 g (TOTG-75 g) foram obtidas em quatro períodos durante a gravidez, em intervalos equidistantes de tempo. O prognóstico perinatal levou em consideração as taxas de prematuridade, peso ao nascimento, restrição de crescimento intra-uterino, óbito fetal e mortalidade neonatal. Adicionalmente, avaliou-se com o sangue do cordão umbilical do recém-nascido (RN) a gasometria da artéria umbilical, a insulina, os valores da hemoglobina, transaminases hepáticas e amilase. A análise estatística foi realizada utilizando-se testes não paramétricos do qui-quadrado, Mann-Whitney, Friedman e Kruskal-Wallis com o teste post-hoc de Dunn, considerando p < 0,05 como nível de significância.
RESULTADOS: observou-se homogeneidade entre os dados demográficos e antropométricos de realce e, excluídas gestantes com história pessoal e familiar de diabetes mellitus, houve associação entre uso de inibidores da protease com o desenvolvimento de intolerância à glicose durante a gestação, no período entre 33-38 semanas. Os valores da mediana da área sob a curva das dosagens das glicemias, durante 120 minutos, foi 11 685 mg/dl-2h para o grupo controle, 13 477 mg/dl-2h para o grupo AZT e 13 650 mg/dl-2h para o grupo TT (p=0,049). As gestantes portadoras do HIV-1 em uso de anti-retrovirais, durante a gestação, apresentaram diferença significativa da área sob a curva da insulina e dos níveis séricos de insulina neonatal ao nascimento em relação ao grupo controle. Houve redução dos níveis de hemoglobina ao nascimento de RN do grupo TT (p < 0,05). Não houve diferença entre os grupos em relação à duração da gestação, índices de Apgar, classificação antropométrica neonatal, transaminases hepáticas, bilirrubinas, amilase, plaquetas e contagem de linfócitos absolutos do RN. Não houve nenhum caso de transmissão vertical do HIV-1.
CONCLUSÕES: verificou-se associação entre uso de inibidores da protease com o desenvolvimento de intolerância glicêmica durante a gestação e menores níveis séricos de insulina e hemoglobina neonatal.

Palavras-chave: Infecções na gravidez. AIDS. Prognóstico perinatal. Metabolismo glicídico.