SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Mercado de emprego das ciências do desporto: o caso português numa abordagem à educação física índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências do Esporte

versão impressa ISSN 0101-3289

Rev. Bras. Ciênc. Esporte (Impr.) vol.33 no.1 Porto Alegre mar. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32892011000100001 

EDITORIAL

 

 

Demarcado pela diversidade e variedade teórica e metodológica, este número da RBCE apresenta contribuições que anunciam mais um passo na consolidação do processo de internacionalização da revista. Oriundos de Portugal, da Argentina, da França e da Espanha, temos artigos que tratam de questões vinculadas ao mercado de trabalho da Educação Física, da contribuição da área na construção da corporeidade infantil no contexto europeu e, ainda, da relação que idosos estabelecem com a prática da dança. A parceria entre pesquisadores dos Estados Unidos e do estado do Paraná, importante iniciativa bilateral, resultou na publicação de um artigo que analisa o paradigma da relação inversa velocidade-acurácia em tarefa de contornar figuras geométricas. A crescente demanda de artigos oriundos de outros países é um positivo indicador não apenas para a RBCE, mas para a comunidade da Educação Física/Ciências do Esporte no Brasil, cada vez mais vista como interlocutora privilegiada no plano internacional.

A pluralidade de temas deste número revela-se também em artigos nacionais que analisam a Educação Física escolar, os processos de formação de professores, as condições de acessibilidade e de inclusão nas aulas, o desenvolvimento histórico da idéia de igualdade e seus desdobramentos em políticas de equidade, e ainda os encontros e confrontos entre a prática do futebol em contextos escolares e extra escolares. A temática do esporte é abordada também sob diferentes enfoques: na sua relação com a juventude; nas lesões ortopédicas em atletas de vaquejada; no treinamento de profissionais de futebol; nas lesões esportivas de desses mesmos profissionais; na organização e administração do esporte olímpico brasileiro; e, ainda, na resenha crítica do importante livro de Victor Andrade de Melo, "Cidadeesportiva: primórdios do esporte no Rio de Janeiro". O personal trainer é tema de artigo que vem somar-se com aquele esforço de fazer cruzar os avanços na área de epidemiologia com o pensamento social contemporâneo.

Boa leitura!

Florianópolis, janeiro de 2011.
Alexandre Fernandez Vaz
Felipe Quintão de Almeida
Jaison José Bassani

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons