SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue1Brazilian psychiatry medical residency programs: critical analysis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

Print version ISSN 0101-8108

Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul vol.27 no.1 Porto Alegre Jan./Apr. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082005000100001 

EDITORIAL

 

O esforço de publicar duas revistas por número

 

 

Certamente iniciamos o ano de 2005 no melhor momento já vivenciado pela Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. Nesse 26º ano de nossa Revista, somam-se à história de 25 anos de publicações ininterruptas a distribuição nacional a mais de 5.000 colegas psiquiatras e instituições, a presença em diversos indexadores importantes, a qualificação nível A pela CAPES e o reconhecimento, por parte da comunidade psiquiátrica acadêmica e não-acadêmica de nosso país, da qualidade de nossa Revista. Esse reconhecimento tem sido observado por nós, do Conselho Editorial, através de dois aspectos: o primeiro consiste no envio constante de artigos ao longo de todo o ano; o segundo aspecto desse reconhecimento se dá pela origem desses artigos: atualmente, cerca de dois terços dos artigos em nosso banco são de origem não-gaúcha, o que bem demonstra que hoje nossa Revista efetivamente tornou-se um veículo de divulgação do pensamento psiquiátrico brasileiro.

Mas, para além desses aspectos históricos e contemporâneos de nosso crescimento, parece-nos fundamental a solidificação de nossa linha editorial. A estruturação de uma linha editorial não se estabelece do dia para a noite. É resultado dos esforços de vários Conselhos Editoriais anteriores, somados às características muito peculiares do pensamento psiquiátrico do nosso meio. Desde sempre, a psiquiatria do Rio Grande do Sul aprendeu o significado da palavra "convivência". Aqui convivem harmonicamente psiquiatras de tradição analítica, outros de orientação mais clínica, pesquisadores de áreas básicas afins, terapeutas cognitivistas e de outras correntes psiquiátricas e psicoterápicas. Desta forma, a linha editorial da Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul se destaca e se difere de outras publicações co-irmãs exatamente porque tem este aspecto peculiar: a publicação de artigos que refletem o que se pesquisa em nossos centros de excelência ao lado de artigos que refletem tão-somente a - bastante importante - prática clínica psiquiátrica e psicoterápica cotidiana realizada por nossos colegas brasileiros. Entendemos que este é o nosso diferencial, e, assim como cada publicação em nossa área tem se firmado por uma determinada característica, esta tem sido a nossa - talvez justamente esta característica seja a responsável pelo estágio que agora conquistamos.

Ao mesmo tempo em que nossas atenções estão voltadas para a circulação dos artigos em nosso país, também estamos atentos para que esses artigos sejam reconhecidos e lidos fora do Brasil. Para isso, temos editado, desde o ano passado, duas revistas por número: uma impressa, totalmente em português, e outra em versão eletrônica, totalmente em língua inglesa, disponível no site internacional do Scielo. Essa postura nos traz muito mais trabalho e um custo infinitamente maior. Entretanto, entendemos que, ao editar duas revistas por número, estamos cumprindo nossa missão editorial voltada para o público interno, em sua língua-mãe, e em inglês, para que o público externo conheça e valorize o que aqui se produz.

Duas revistas por número é o nosso desafio atual, cumprido com denodo e com o prazer de estarmos contribuindo para o crescimento científico da psiquiatria brasileira.

 

Flávio Shansis e Jacó Zaslavsky
Editores

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License