SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1-2Histologia geral dos intestinos do Caiman crocodilus yacare (Daudin, 1802) (Crocodilia: Reptilia)Narope cyllene Felder & Felder, sp. rev. redescrição e fases imaturas (Lepidoptera, Nymphalidae, Brassolinae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zoologia

versão impressa ISSN 0101-8175

Rev. Bras. Zool. vol.7 no.1-2 Curitiba  1990

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81751990000200012 

Nota preliminar sobre a coleção malacológica "Elíseo Duarte IV"1

 

 

Paulo Tadeu Campos LopesI; Marcia Moccellin RaymundoI; Álvaro Luís Müller da FonsecaI; Giovana BervianII; José Willibaldo ThoméIII

IBolsistas de Iniciação Científica do CNPq
IIBolsista de Iniciação Científica da FAPERGS
IIIProfessor da PUCRS/Presidente da FZB-RS - Av. Dr. Salvador França, n. 1.427 (Jardim Botânico) - 90.610, Porto Alegre, RS

 

 

Esta é a quarta comunicação (MENEZES & THOMÉ, 1985; PICORAL & THOMÉ, 1987; PICORAL et al., 1989) sobre a coleção malacológica "Eliseo Duarte" e apresenta uma revisão dos lotes catalogados até o presente. A coleção foi adquirida pelo CNPq e encontra-se em custódia da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul.

A classificação utilizada é a de TAYLOR & SOHL (1962) para a classe Gastropoda, MOORE (1969) para a classe Bivalvia e RIOS (1985) para as Classes Polyplacophora, Scaphopoda e Cephalopoda.

O ritmo de catalogação foi praticamente triplicado, devido ao alto grau de especialização atingido pelos bolsistas.

Os lotes catalogados até agora são em número de 8.275 (um acréscimo de 4.561 lotes desde a última nota), com 47.239 exemplares. Isto corresponde a cerca de metade da coleção. O material provém de todo o mundo, achando-se distribuído pelas seguintes regiões zoogeográficas; Holártica = 3.277 lotes (39,6%); Neotropical = 2.598 lotes (31,4%); Australiana = 902 lotes (10,9%); Oriental = 662 lotes (8,0%); Etiópica = 447 lotes (5,4%); Antártica = 223 lotes (2,7%); Oceânica = 83 lotes (1,0%); sem procedência = 83 lotes (1,0%). A presente listagem compreende 185 famílias, das quais 2 são poliplacóforos; 150 são gastrópodes; 30 são bivalves; 1 é escafópode e 2 são cefalópodes.

A divulgação da listagem destina-se ao conhecimento da disponibilidade de material na coleção, para uso de cientistas e pesquisadores credenciados.

Listagem:

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

MENEZES, J.A.B. & THOMÉ, J.W. 1985. Nota preliminar sobre a Coleção Malacológica "Eliseo Duarte". Revista Brasileira de Zoologia, São Paulo, 3 (1):61-4.         [ Links ]

MOORE, R.C., 1969. Treatise on Invertebrate Paleontology. The Zoological Society of America, Parte N, v. 1-3.         [ Links ]

PICORAL, M. & THOMÉ, J.W. 1987. Nota preliminar sobre a Coleção Malacológica "Eliseo Duarte", II. Revista Brasileira de Zoologia, São Paulo, 3 (8):563-66.         [ Links ]

PICORAL, M. et al. 1989. Nota preliminar sobre a Coleção Malacológica "Eliseo Duarte", III. Revista Brasileira de Zoologia, São Paulo, 6 (3):577-82.         [ Links ]

RIOS, E.C. 1985. Seashells of Brazil. Rio Grande, Fundação Universidade do Rio Grande, Fundação Cidade do Rio Grande, 238 p., 102 est.         [ Links ]

TAYLOR, D.W. & SOHL, N.F. 1962. An outline of Gastrepod Classification. Malacologia, Ann Arbor, 1 (1):7-32.         [ Links ]

 

 

1 Apresentado no XVIII Congresso Brasileiro de Zoologia, Salvador, BA.