SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Families of Coleoptera captured with malaise trap in eight sites of Paraná State, Brazil: alpha and Beta Diversities author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zoologia

Print version ISSN 0101-8175

Rev. Bras. Zool. vol.14 no.3 Curitiba Sept. 1997

http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81751997000300022 

NOTA CIENTÍFICA

 

Plantas hospedeiras das espécies de agrias Doubleday (Lepidoptera, Nymphalidae, Charaxinae)1

 

 

Mirna M. Casagrande; Olaf H.H. Mielke

Departamento de Zoologia, Universidade Federal do Paraná. Caixa Postal 19020, 81531-990 Curitiba, Paraná, Brasil. Bolsista do CNPq

 

 

As borboletas do gênero Agrias Doubleday, 1844 são as mais cobiçadas pelos colecionadores, causando, eventualmente, pressões negativas sobre as suas populações. Para minimizar esta possibilidade, assim como elucidar a biologia das várias espécies, seria conveniente obtê-las através de criações em cativeiro, o que não é difícil. As fêmeas, das espécies já criadas (ver referências abaixo), ovipositam com facilidade em suas plantas alimentícias. Consequentemente, é necessário, em primeiro lugar, conhecer as plantas hospedeiras das lagartas. Como só três plantas hospedeiras de duas das cinco espécies de Agrias eram conhecidas (Furtado 1984; Casagrande & Mielke 1985; Kesselring 1989), relaciona-se mais cinco plantas hospedeiras das mesmas espécies de Agrias e repete-se os dados das três outras já conhecidas.

 

Agrias claudina claudianus Staudinger, [1885]

1. Quiina glaziovii Engler (Quiinaceae) - Joinville, Santa Catarina. Nome popular: carobrano (Casagrande & Mielke 1985).

2. Ouratea parviflora (DC.) Baill. (Ochnaceae) -Joinville, Santa Catarina. Nome popular: pau de bugre.

3. Hirtella hebeclada Moric. ex A.P. de Candolle (Chrysobalanaceae) - Joinville, Santa Catarina. Nome popular: guamirim vidro.

4. Vantanea compacta (Schnitzl.) Cuatr. ssp. compacta (Humeriaceae) - Joinville, Santa Catarina. Nome popular: guarapari ou guaraparin.

 

Agrias claudina godmani Fruhstorfer, 1895

1. Hirtella gracilipes (Hook. f.) (Chrysobalanaceae) - Diamantino, Mato Grosso.

 

Agrias amydon ferdinandi Fruhstorfer, 1895

1. Erythroxyhim anguifugum Mart. (Erythroxylaceae) - Diamantino, Mato Grosso (Furtado 1984).

2. Erythroxyhim simonis Plowman (Erythroxylaceae) - Tiuma, Pernambuco (Kesselring 1989).

3. Erythroxylum barbatum O.E. Schulz (Erythroxylaceae) - Tiuma, Pernambuco.

AGRADECIMENTOS. Agradecemos aos amigos e incansáveis amantes das borboletas brasileiras Srs. Herbert Miers (Joinville, Santa Catarina), Eurides Furtado (Diamantino, Mato Grosso) e Jorge Kesselring (João Pessoa, Paraiba) pelas informações das plantas hospedeiras e ao Dr. Gert Hatschbach (Museu Botânico Municipal, Curitiba, Paraná) pela identificação das mesmas.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Casagrande, M.M. & O.H.H. Mielke. 1985. Estágios imaturos de Agrias claudina claudianus Staudinger (Lepidoptera, Nymphalidae, Charaxinae). Revta bras. Ent. 29:139-142.         [ Links ]

Furtado, E. 1984. Contribuição ao conhecimento dos lepidópteros brasileiros - I. Biologia de Agrias amydon ferdinandi Fruhstorfer (Nymphalidae, Charaxinae). Revta bras. Ent. 28:280-294.         [ Links ]

Kesselring, J. 1989. Agrias, a rainha das borboletas. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, 10 (60):40-48.         [ Links ]

 

 

Recebido em 10.I.1996; aceito em 20.X.1997.

 

 

1 Contribuição número 1038 do Departamento de Zoologia, Universidade Federal do Paraná.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License