SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 número2Infecção por trematódeos digenéticos em população de Bothrops moojeni (Viperidae) proveniente de resgate de fauna em Porto Primavera, São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

versão impressa ISSN 0102-0935versão On-line ISSN 1678-4162

Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. v.55 n.2 Belo Horizonte abr. 2003

https://doi.org/10.1590/S0102-09352003000200023 

COMUNICAÇÃO COMMUNICATION

 

Ocorrência de Brachymeria podagrica (Fabricius) (Hymenoptera: Chalcididae) como parasitóide de dípteros coletados em diferentes substratos em Itumbiara, Sul de Goiás, Brasil

 

Occurrence of Brachymeria podagrica (Fabricius) (Hymenoptera: Chalcididae) as parasitoid of díptera collected in different substrata in Itumbiara, South of Goiás, Brazil

 

 

C.H. Marchiori; L.A.Pereira; O.M.S. Filho; L.C.S. Ribeiro; V.R. Borges

Departamento de Ciências Naturais Instituto Luterano de Ensino Superior de Itumbiara-ILES-ULBRA Caixa Postal 23-T 75500-000 - Itumbiara, GO

 

 


Palavras-chave: controle biológico, moscas, inimigo natural, hospedeiros


ABSTRACT

This work aimed to study the prevalence of parasitism of the parasitoid Brachymeria podagrica in Itumbiara, Goiás, using five different substrata: cattle kidneys, human feces, viscera of chicken, fish and cattle liver. The pupae were obtained by the flotation method. They were individually placed in gelatin capsules until the emergency of the adult flies or their parasitoids. The prevalence of parasitism was of 13.8%.

Keywords: biocontrol, flies, natural enemy, hosts


 

 

Algumas espécies de moscas são de fundamental importância médica e veterinária, uma vez que podem produzir miíases e atuar na veiculação de patógenos ao homem e aos animais (Chow, 1940; Greenberg, 1971). Elas têm sido encontradas veiculando mais de 100 espécies de organismos causadores de doenças, como bactérias, protozoários e helmintos (Greenberg, 1971). Além da técnica química (inseticidas) usada no combate aos insetos, podem ser usados os chamados reguladores naturais de várias pragas como alternativa para seu controle na agricultura e em áreas de criação de animais (Silveira et al., 1989). Para Mendes e Linhares (1993) são necessárias pesquisas sobre novas metodologias que visem o controle de moscas.

Espécies do gênero Brachymeria Westood são importantes parasitóides primários de dípteros muscóideos, como as da família Sarcophagidae (Burks, 1960; Habu, 1960; Grissel, Schauff, 1990; Marchiori, 2001) e Calliphoridae (Bishop et al., 1996). Algumas espécies são de importância econômica, pois atacam insetos-pragas (Gauld, Bolton, 1988).

O objetivo deste trabalho foi estudar a prevalência do parasitóide Brachymeria podagrica no Brasil.

O estudo foi realizado na Faculdade de Agronomia, localizada no município de Itumbiara-GO (18º 25´S – 49º 13´W). Procedeu-se a coleta de adultos de moscas em armadilhas construídas com lata de coloração preta fosca, medindo cerca de 19cm de altura por 9cm de diâmetro, com duas aberturas tipo venezianas, localizadas no terço inferior, para permitirem a entrada dos insetos. Na parte superior das latas foram acoplados funis de nylon, abertos nas extremidades, com base voltada para baixo e envolvidos em sacos plásticos cuja remoção permitiu a coleta das moscas. Serviram como iscas para atração das moscas rins de bovino, fezes humanas, vísceras de frango, peixe e fígado bovino depositados no interior das latas, sobre uma camada de terra. Utilizaram-se cinco armadilhas penduradas em árvores de eucalipto (Eucalyptus sp.) a um metro do solo, a dois metros uma das outras e a 50 metros do lixo doméstico. Os indivíduos coletados foram levados para o laboratório, sacrificados com éter etílico e conservados em álcool 70%, para posterior identificação.

Para a obtenção dos parasitóides, o conteúdo das armadilhas foi colocado em recipientes plásticos contendo uma camada de areia para servir de substrato à pupariação das larvas. Da areia peneirada (15 dias após sua colocação no campo), extraíram-se pupas, posteriormente colocadas, individualmente, em cápsulas de gelatina (número 00), para obtenção de moscas e/ou parasitóides.

Os Diptera foram identificados pelo Dr. Júlio Mendes, da Universidade Federal de Uberlândia. Os espécimes de Chalcididae foram identificados pelo Dr. Marcelo Teixeira Tavares, do Centro Universitário de Araraquara. A prevalência de parasitismo foi calculada pelo número de pupas parasitadas/número total de pupas coletadas ´ 100. A preferência dos espécimes de Brachymeira podagrica pelos substratos e pelos seus hospedeiros foi testada pelo qui-quadrado, ao nível de 5,0% de probabilidade.

No período de março de 2001 a abril de 2002 coletaram-se 1355 pupas de Diptera e 188 espécimes de Brachymeria podagrica (Fabricius) (Hymenoptera: Chalcididae) em cinco substratos diferentes. A prevalência total de parasitismo observada foi de 13,8% (Tab. 1). A espécie B. podagrica ocorre em quase todo o mundo e vive associada a dípteros sinantrópicos e outros Diptera, emergindo de seus pupários (Delvare, Boucek, 1992).

 

 

Rins de bovino foi o substrato que atraiu maior número de B. podagrica com 36,2% dos indivíduos coletados e a maior prevalência de parasitismo foi obtida em fígado bovino com 46,6% (Tab. 1). Provavelmente, a alta prevalência de parasitismo pode estar sendo influenciada pelas variações na qualidade e disponibilidade de recursos e pela densidade dos hospedeiros.

Brachymeria podagrica apresentou preferência por rins de bovinos e por vísceras de frango (l2=2196,42; GL:24; P<0,0001). Em rins de bovinos B. podagrica apresentou preferência por Oxysarcodexia thornax (Walker) e Peckia chrysostoma (Wiedemann) (Diptera: Sarcophagidae) (l2=352,2; GL:16, P<0,0001). No substrato frango, B. podagrica apresentou preferência por Chrysomya sp. (Diptera: Calliphoridae) e P. chrysostoma; (l2=149,7; GL: 15; P<0,0001).

Como alternativa de controle desses artrópodes podem ser utilizados os reguladores naturais como os parasitóides que são agentes responsáveis pela redução de populações de moscas sinantrópicas.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BISHOP, D.M.; HEATH, A.C.G.; HAACK, N.A. Distribution, prevalence and host associations of Hymenoptera parasitic on Calliphoridae occurring in flystrike in New Zealand. Med. Vet. Entomol., v.20, p.365-370, 1996.        [ Links ]

BURKS, B.D. A revision of the genus Brachymeria Westwood in America North of Mexico (Hymenoptera: Chalcididae). Trans. Am. Entomol. Soc., v.86, p.238-239, 1960.        [ Links ]

CHOW, C.Y. The commom blue bottle fly Chrysomya megacephala as a carrier of pathogenic bacteria in Beijing Diptera Sarcophagidae. Chi. Chin. Med., v.57, p.145-153, 1940.        [ Links ]

DELVARE, G.; BOUCEK, Z. On the new world Chalcididae (Hymenoptera). Mem. Am. Entomol. Inst., v.53, p.30-31, 1992.        [ Links ]

GAULD, I.D.; BOLTON, B. The Hymenoptera. Oxford: Oxford University, 1988. 33p.        [ Links ]

GREENBERG, B. Flies and disease – ecology, classification and biotic association. New Jersey: Princeton University, 1971. 856p.        [ Links ]

GRISSELL, E.E.; SCHAUFF, M.E. A handbook of the families of Nearctic Chalcidoidea (Hymenoptera). Entomol. Soc. Was., v.2, p.22-23, 1990.        [ Links ]

HABU, A. A revision of the Chalcididae Hymenoptera of Japan with descriptions of sixteen new species. Bull. Nat. Inst. Agr. Sci. Ser. C., v.11, p.131-357, 1960.        [ Links ]

MARCHIORI, C.H. Ocorrência de Brachymeria podagrica (Fabricius) (Hymenoptera: Chalcididae) como parasitóide de Peckia chrysostoma (Wiedemann) (Diptera: Sarcophagidae) no Brasil. Entomol. Vect., v.8, p.513-517, 2001.        [ Links ]

MENDES, J.; LINHARES, A.X. Atratividade por iscas, sazonalidade e desenvolvimento ovariano em várias espécies de Muscidae (Diptera). Rev. Bras. Entomol., v.37, p.289-297, 1993.        [ Links ]

SILVEIRA, G.A.R.; MADEIRA, N,G.; AZEREDO-ESPIN, A.M.L. Levantamento de microhimenoptera parasitóides de dípteros de importância médico-veterinária no Brasil. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, v.84, p.505-510, 1989.        [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 13 de junho de 2002
Recebido para publicação, após modificações, em 10 de setembro de 2002

 

 

E-mail: pesquisa.itb@ulbra.br

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons