SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue1The rapid process of aging in Brazil: serious challenges for public policies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Estudos de População

Print version ISSN 0102-3098On-line version ISSN 1980-5519

Rev. bras. estud. popul. vol.23 no.1 São Paulo Jan./June 2006

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-30982006000100001 

NOTA DO EDITOR

 

 

Neste ano do 30º aniversário da Associação Brasileira de Estudos Populacionais — Abep e do XV Encontro Nacional de Estudos Populacionais, dupla é a nossa satisfação ao trazer a público o presente número da Revista Brasileira de Estudos de Populacionais.

Vários temas que caracterizam o enfoque central do XV Encontro são aqui reunidos, na forma de reflexões e análises de fundamental importância para a compreensão das principais questões demográficas da realidade brasileira.

No primeiro texto, Laura Rodrigues Wong e José Alberto Magno de Carvalho focalizam os desafios impostos pelo rápido processo de envelhecimento populacional do Brasil — uma das principais questões demográficas da atualidade. Os autores igualmente se detêm sobre os efeitos positivos da transição, preconizando o aproveitamento das “janelas demográficas de oportunidades”, bem como a conscientização da sociedade para esses futuros enfrentamentos.

As relações entre políticas sociais e demografia urbana são abordadas por Haroldo da Gama Torres, que discute as contribuições da análise demográfica no processo de formulação das políticas sociais. Na mesma esteira da problemática urbana, Humberto Prates da Fonseca Alves procura caracterizar as populações em situação de vulnerabilidade socioambiental na cidade de São Paulo.

Dois trabalhos transitam no campo das migrações de brasileiros e agregam novas contribuições para o conhecimento da dinâmica desses movimentos. Assim, Kaizô Iwakami Beltrão e Sonoe Sugahara analisam os dados de uma pesquisa realizada, em janeiro de 2004, com os dekasseguis brasileiros no Japão, evidenciando os problemas de adaptação naquele país e os principais motivos relacionados à decisão de migrar. Por sua vez, José Marcos Pinto da Cunha concentra-se no estudo das tendências migratórias em uma das últimas áreas de fronteira agrícola do país, o Estado de Mato Grosso, e mostra as relações entre os fluxos migratórios e o processo de ocupação territorial nos últimos vinte anos.

Em seguida, três artigos tratam de temas que, embora distintos, apresentam grande interface entre si: entrada no mercado de trabalho, educação, primeira união, nascimento do primeiro filho, etc.

Elzira Lúcia de Oliveira, Eduardo Gonçalves Rios-Neto e Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira analisam a transição dos jovens para o mercado de trabalho considerando as idades em que saem da escola, começam a trabalhar e formam família. O estudo foi desenvolvido com base nos dados da Pesquisa sobre Padrões de Vida e os resultados constituem in-formações de grande relevância para as políticas públicas.

Outro texto, de Moema Gonçalves Bueno Fígoli, aborda a evolução da educação no Brasil, no período de 1970 a 2000, segundo o grau da última série concluída. Foram con-sideradas as pessoas com 15 anos e mais, por grupo de idade e sexo, e analisados os diferenciais entre as taxas do grau mais alto de educação alcançada.

Já uma análise comparativa entre as idades à primeira relação sexual, à primeira união e ao nascimento do primeiro filho, tendo por base os dados da pesquisa Saúde Reprodutiva, Sexualidade e Raça/Cor, realizada pelo Cedeplar em 2002, foi desenvolvida por Andréa B. Simão, Paula Miranda-Ribeiro, André J. Caetano e Cibele C. César.

Finalizando o conjunto de artigos, temos a contribuição de Cacilda Machado, que analisa a dinâmica das relações sociais em uma região de agricultura de alimentos do Brasil escravista, na passagem do século XVIII para o XIX, onde o trabalho familiar era a norma.

Esse fascículo da Revista traz ainda duas notas de pesquisa: a de Bernadette Cunha Waldvogel trata da pesquisa pioneira que recupera casos de Aids no Estado de São Paulo; e a de José Marcos Pinto da Cunha, Sylvain Souchaud, Rosana Baeninger e Roberto Luiz do Carmo aborda questões migratórias e ambientais no âmbito do Mercosul. Renato Sérgio de Lima colabora com a resenha da publicação São Paulo: segregação, pobreza e desigualdades sociais.

 

 

Carlos Eugenio de Carvalho Ferreira
Editor da Rebep

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License