SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue4The Brazilian Freedom of Information Act, privacy, and health research author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Cad. Saúde Pública vol.29 no.4 Rio de Janeiro Apr. 2013

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2013000400001 

EDITORIAL

 

Independência editorial

 

 

Pode parecer óbvio e absolutamente consensual. Muitos podem considerar não ser necessário discutir este tema em editorial de CSP, dada a sua clara tradição de independência. Entretanto, como estamos no início de nosso trabalho como Editoras, consideramos importante destacar esse princípio que fundamenta o trabalho editorial. Em particular, queremos apresentar nossa posição no momento em que ocorre a primeira mudança de direção institucional desde que assumimos a editoria de CSP.

Editores científicos são os responsáveis pela qualidade e integridade das publicações em suas revistas. Para que possam realizar a contento suas funções, têm fundamentalmente de desenvolver seu trabalho com competência e independência. Segundo a World Association of Medical Editors (WAME; http://www.wame.org/resources/policies#independence), "liberdade ou independência editorial, implica em que os editores-chefe tenham completa autoridade sobre o conteúdo editorial de seu revista e sobre o momento de sua publicação". Interesses ligados à organização mantenedora não podem influenciar as decisões editoriais. A responsabilidade é a contrapartida do trabalho editorial perante seus financiadores, cuja avaliação de desempenho deve ser orientada por completa transparência de critérios.

A sustentabilidade e a independência das revistas são tão decisivas que o International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE; http://www.icmje.org/ethical_2editor.html) recomenda que o editor tenha acesso direto à alta Direção da instituição mantenedora para garantir de forma efetiva a liberdade editorial.

Ameaças à independência editorial incluem o cerceamento à publicação de conteúdo contrário à política da associação científica mantenedora, ou a interesses comerciais, no caso das revistas de organizações privadas. Outra forma mais sutil de ameaça é a pressão para que se favoreça a publicação de manuscritos de determinados autores.

A Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP)/Fiocruz é a entidade mantenedora de CSP. Cerca de 80% dos recursos financeiros de CSP provêm do orçamento da ENSP. O restante é oriundo de assinaturas e de recursos obtidos do CNPq e FAPERJ. CSP, projeto editorial concebido pela ENSP, ao longo de duas décadas tornou-se motivo de orgulho para a instituição e para a Saúde Coletiva brasileira. Esse sucesso está calcado em um processo editorial livre e comprometido com o debate científico e a difusão do conhecimento, por meio de publicações selecionadas com base no mérito e na relevância social.

A independência de CSP se reflete na composição de seu corpo editorial e na diversidade de afiliação dos autores. Dentre as atuais Editoras, apontadas para o cargo pelo Diretor da ENSP, uma é professora do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ e outra é pesquisadora do Icict/Fiocruz. Os editores associados são filiados a diversas instituições acadêmicas das regiões Nordeste, Sudeste e Sul. E, apenas cerca de um quarto dos autores é filiado a instituições do Estado do Rio de Janeiro, sendo 10% a Fiocruz.

É muito gratificante trabalhar neste ambiente. Mais ainda, é animador reconhecermos nos candidatos à Direção a permanência do comprometimento com a independência editorial e com a divulgação científica de qualidade. No momento desta publicação o novo Diretor já será conhecido. Desejamos a ele parabéns e sucesso. E, um próspero futuro ao CSP, publicação científica orientada pelos princípios da independência e do acesso livre.

Marilia Sá Carvalho
Claudia Travassos
Cláudia Medina Coeli
Editoras

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License