SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número1Epiderme e padrão de venação foliar de espécies de Lauraceae índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Botanica Brasilica

versão impressa ISSN 0102-3306

Acta Bot. Bras. vol.13 no.1 Feira de Santana jan./abr. 1999

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33061999000100009 

Fenologia de uma comunidade de duna frontal no sul do Brasil

 

Phenology of a foredune plant community in southern Brazil

 

 

Tânia Tarabini CastellaniI; César Antonio CausI; Silvana VieiraII

IDepartamento de Ecologia e Zoologia, CCB, Universidade Federal de Santa Catarina, C. Postal 476, CEP 88040-960, Florianópolis, SC, Brasil
IIInstituto de Botânica, C. Postal 4005, CEP 01061-970, São Paulo, SP, Brasil

 

 


RESUMO

Este estudo visou descrever os padrões fenológicos em uma comunidade de dunas costeiras em Santa Catarina (27ºS), avaliar suas relações a fatores climáticos e comparar estes padrões aos de comunidades situadas em outras latitudes na costa brasileira. O estudo foi realizado com espécies da duna frontal da Praia da Joaquina, Ilha de Santa Catarina, SC. Empregou-se um método com base em freqüência, calculando-se mensalmente a ocorrência das espécies e de suas fenofases (n=73 quadrados fixos de 1x1m). Ocorreram espécies florescendo e frutificando ao longo de todo o ano. como observado nas comunidades situadas a menores latitudes (SP: 24ºS e ES: 20ºS). O maior número de espécies em floração e frutificação ocorreu no período quente e super-úmido. De forma distinta ao que ocorre no extremo sul do Brasil (RS: 32ºS), observaram-se várias espécies em floração nos meses mais frios de inverno. Muitas destas, entretanto, com floração longa, mostraram redução em suas amplitudes de floração neste período. Isto pode sugerir certa limitação por temperaturas mais baixas e/ou refletir o déficit hídrico ocorrido neste período. Das 34 espécies monitoradas, 15 mostraram episódios de germinação, sendo estes mais freqüentes em meses de outono/inverno, com temperatura e umidade em declínio. A germinação no outono/inverno é discutida como estratégia utilizada pelas espécies de duna como forma de escapar das condições de maior temperatura e evapotranspiração no verão. Processos de rebrota foram registrados para 17 espécies, sendo também mais freqüentes no período do outono/inverno. Restrições de umidade com ocorrência de déficit hídrico afetam tanto os eventos de floração e frutificação, como os de germinação e brotamento.

Palavras-chave: duna frontal, fenologia, floração, frutificação, germinação, sul do Brasil


ABSTRACT

This study aimed to evaluate the patterns of plant phenology of a coastal sand dune in the State of Santa Catarina (27ºS). The phenological patterns were investigated in relation to climatic factors and compared to those described for other sand-dune communities on the Brazilian coast. The phenology of foredune plant species was evaluated at Joaquina Beach, Santa Catarina Island, State of Santa Catarina. A method based on the frequency of species was employed. The occurrence of each species and the phenophase presented was calculated at monthly intervals. Species were observed flowering or fruiting throughout the entire year similar to the communities at lower latitudes (São Paulo State: 24ºS and Espírito Santo State: 20ºS). The greater number of species in flower and in fruit occurred in months of high rainfall and elevated temperatures. Many species were in flower in winter, different from that which occurs in the extreme south of Brazil (Rio Grande do Sul State: 32ºS). However, a reduction in the frequency of flowering was registered for some of these species in this period. This suggests a certain restriction by lower temperatures, as in southern Brazil, or by winter month water deficits. Among the 34 monitored species, 15 presented episodes of germination, mostly in autumn/winter, when temperature and rainfall decrease. Germination in autumn/winter is discussed here as an avoidance mechanism of sand dune species from the highest temperatures and evapotranspiration conditions present in summer. Vegetative sprouting was registered for 17 species, in a similar period to that events of germination. Dry periods in August and September reduced events of flowering, fruiting, germination and sprouting.

Key words: flowering, foredune, fruiting, germination, phenology, sprouting, southern Brazil


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Agradecimentos

À Ana Cláudia Araújo, Ana Zanin, Daniel B. Falkenberg, Hermógenes F. Leitão-Filho (em memória) e Ilse Boldrini pela identificação do material botânico. À Fernanda F. d'Eça Neves pelas sugestões na versão final do texto. Ao CNPq, pela concessão de bolsa a César Antonio Caus (Processo: 800125/87-8).

 

Referências bibliográficas

Castillo, S. & Carabias, J. 1982. Ecologia de la vegetación de dunas costeras: fenologia. Biotica 7(4): 551-567.         [ Links ]

Cordazzo C. V. & Seeliger, U. 1988. Phenological and biogeographical aspects of coastal dune plant communities in southern Brazil. Vegetatio 75: 169-173.         [ Links ]

Cordazzo, C. V. & Seeliger, U. 1993. Zoned habitats of southern Brazilian coastal foredunes. Journal of Coastal Research 9(2): 317-323.         [ Links ]

Costa, C. S. B.; Seeliger, U. & Cordazzo, C. V. 1984. Aspectos da ecologia populacional do Panicum racemosum (Spreng.) nas dunas costeiras do Rio Grande do Sul, Brasil Pp. 395-411. In L. D. Lacerda; D. S. D. Araújo; R. Cerqueira & B. Turcq. (ed.). Restingas: Origem, Estrutura, Processos. CEUFF, Niterói.         [ Links ]

Costa, C. S. B.; Seeliger, U. & Cordazzo, C. V. 1988a. Dinâmica populacional e distribuição horizontal de Androtrichum trigynum (Spreng.) Pfeiffer (Cyperaceae) em brejos e dunas costeiras do Rio Grande do Sul, Brasil. Acta Limnologica Brasileira 11: 813-842.         [ Links ]

Costa, C. S. B.; Seeliger, U. & Cordazzo, C. V. 1988b. Distribution and phenology of Andropogon arenarius Hackel on coastal dunes of Rio Grande do Sul, Brazil. Revista Brasileira de Biologia 48(3): 527-536.         [ Links ]

Costa, C. S. B.; Seeliger, U. & Cordazzo, C. V. 1991. Leaf demography and decline of Panicum racemosum populations in coastal foredunes of southern Brazil. Canadian Journal of Botany 69: 1593-1599.         [ Links ]

d'Eça-Neves, F. F. & Castellani, T. T. 1994. Fenologia e aspectos reprodutivos de Paepalanthus polyanthus (Bong.) Kunth (Eriocaulaceae) em baixada úmida entre dunas na Praia da Joaquina, Ilha de Santa Catarina, SC. Insula 23: 121-149.         [ Links ]

Ernst, W. H. O. 1985. Some considerations of and perspectives in coastal ecology. Vegetatio 62: 533-545.         [ Links ]

Ferri, M. G. 1979. Fisiologia vegetal 2. EPU/EDUSP. São Paulo.         [ Links ]

Groenendael, J. M. Van 1986. Life history characteristics of two ecotypes of Plantago lanceolata L. Acta Botanica Neerlandica 35(2): 71-86.         [ Links ]

Hueck, K. 1955. Plantas e formação organogênica das dunas no litoral paulista - Parte 1. Instituto de Botânica, São Paulo.         [ Links ]

Johnson, A. F. 1985. Ecologia de Abronia maritima, especie pionera de las dunas del oeste de Mexico. Biotica 10(1): 19-34.         [ Links ]

Larcher, W. 1986. EcoFisiologia vegetal. EPU, São Paulo.         [ Links ]

Maun, M. A. 1985. Population biology of Ammophila breviligulata and Calamovilfa longifolia on Lake Huron sand dunes. I. Habitat, growth form, reproduction, and establishment. Canadian Journal of Botany 63: 113-124.         [ Links ]

Maun, M. A. 1994. Adaptations enhancing survival and establishment of seedlings on coastal dune systems. Vegetatio 111: 59-70.         [ Links ]

Mendonça, E. N. & Castellani, T. T. 1993. Aspectos da ecologia populacional de Drosera brevifolia Pursh em um trecho de baixada úmida de dunas, Florianópolis, SC. Biotemas 6(1): 31-48.         [ Links ]

Newstrom, L. E. & Frankie, G. W. 1994. A new classification for plant phenology based on flowering patterns in lowland tropical rain forest trees at La Selva, Costa Rica. Biotropica 26(2): 141-159.         [ Links ]

Pereira, O. J.; Thomaz, L. D. & Araújo, D. S. D. de. 1992. Fitossociologia da vegetação de ante dunas da restinga de Setiba/Guarapari e em Interlagos/Vila Velha, ES. Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão 1: 65-75.         [ Links ]

Pfadenhauer, J. 1978. Contribuição ao conhecimento da vegetação e de suas condições de crescimento nas dunas costeiras do Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Brasileira de Biologia 38(4): 827-836.         [ Links ]

Rathcke, B. & Lacey, E. P. 1985. Phenological patterns of terrestrial plants. Annual Review of Ecology and Systematics 16: 179-214.         [ Links ]

Rozijn, N. A. M. G. & Andel, J. Van 1985. Analysis of the germination syndrome of dune annuals. Flora 177: 175-185.         [ Links ]

Santos, C. R. 1995. Interrelação entre a dinâmica da vegetação "pioneira" e os padrões morfosedimentológicos sazonais na Praia da Joaquina, Ilha de Santa Catarina, Brasil. Dissertação de Mestrado. UFSC, Florianópolis.         [ Links ]

Santos, C. R. & Arruda, V. L. V. 1995. Floração, predação de flores e frutificação de Ipomoea pes-caprae e I. imperati (Convolvulaceae) na praia da Joaquina, SC. Insula 24: 15-36.         [ Links ]

Souza, M. L. R. S., Falkenberg, D. B., Amaral, L. G., Fronza, M., Araújo, A. C. & Sá, M. R. 1991/1992. Vegetação do Pontal da Daniela, Florianópolis, SC, Brasil. I. Levantamento florístico e mapa fitogeográfico. Insula 21: 87-117.         [ Links ]

Westelaken, I. L. & Maun, M. A. 1985a. Spatial pattern and seed dispersal of Litliospermum carolinense on Lake Huron sand dunes. Canadian Journal of Botany 63: 125-132.         [ Links ]

Westelaken, I. L. & Maun, M. A. 1985b. Reproductive capacity, germination and survivorship of Lithospermum carolinense on Lake Huron sand dunes. Oecologia 66: 238-245.         [ Links ]

Walter, H. 1986. Vegetação e zonas climáticas: Tratado de Ecologia Global. EPU, São Paulo.         [ Links ]

 

 

Recebido em 27/03/1998.
Aceito em 01/04/1999