SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número2Fitogeografia dos gêneros Jacaranda Juss. e Tabebuia Gomes ex DC. no bioma CerradoBiologia Floral de Cuphea melvilla Lindlay (Lythraceae) na Estação Ecológica do Panga em Uberlândia-MG. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Botanica Brasilica

versão impressa ISSN 0102-3306versão On-line ISSN 1677-941X

Acta Bot. Bras. v.15 n.2 São Paulo maio/ago. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062001000200015 

RESUMOS DE DISSERTAÇÕES E TESES

Resumos impressos de acordo com os originais enviados pelas respectivas Coordenadorias de Pós-Graduação.

 

 

TÍTULO DA DISSERTAÇÃO: Loranthaceae e Viscaceae no Bioma Cerrado

AUTOR: Maria Aglaene Barboza

DATA DA DEFESA: 31 de agosto de 2000.

NÍVEL: Mestrado

BANCA EXAMINADORA:

Nome da Orientadora:

Professora Dra. Carolyn Elinore Barnes Proença

Nome dos Membros da Banca:

Manoel Cláudio da Silva Júnior ¾ UnB
Paulo José Fernandes Guimarães - UnB

 

RESUMO ¾ Este trabalho tem como objetivo buscar subsídios para definir padrões fitogeográficos do Bioma Cerrado. O estudo apresentado baseou-se nas coleções botânicas dos principais herbários do Bioma Cerrado. Consta de dois capítulos: 1) Sinopse de Loranthaceae e Viscaceae representando o primeiro estudo destas famílias para o Bioma Cerrado. Foram encontrados 73 espécies e oito gêneros: Dendrophthora Eichl.; Phoradendron Nutt.; Oryctina Eichl.; Oryctanthus (Gris.) Eichl; Phthirusa Linn.; Psittacanthus Mart.; Struthanthus Mart. e Tripodanthus Van Tiegh.; 2) Fitogeografia das Loranthaceae/Viscaceae no Bioma Cerrado. As coordenadas geográficas das coletas foram registradas em planilha Excel e confeccionados mapas pelo Sistema de Informações Geográficas Maptitude. Foi construída uma matriz de similaridade utilizando o coeficiente de Jaccard. Os retângulos foram agrupados pela técnica de UPGMA (Unweighted Pair Groups Method using Arithmetic Averages), e produziu seis províncias para o Bioma Cerrado. Loranthaceae/Viscaceae apresentou padrões de distribuição geográfica que variam desde espécies amplamente distribuídas dentro e fora do Bioma Cerrado, até endêmicas restritas.

Palavras-chave ¾ Flora, taxonomia, fitogeografia, padrões de distribuição.

 

ABSTRACT ¾ The aim of this study to seek subsidies to define phytogeografic patterns in the Cerrado Biome of Brazil. The study was based on the botanic collections of the main herbaria from the Cerrado Biome. It consists of 2 chapters: l) Loranthaceae and Viscaceae synopsis representing the first studies of these families for the Cerrado Biome. Seventy-three species were found and 8 genera: Dendrophthora Eichl.; Phoradendron Nutt.; Oryctina Eichl.; Oryctanthus (Gris.) Eichl. ; Phthirusa Linn.; Psittacanthus Mart.; Struthanthus Mart.; Tripodanthus Van Tiegh.; 2) Phytogeography of the Loranthaceae / Viscaceae in the Cerrado Biome. The geographic coordinates were obtained from the 17 Brazilian herbarium and registered in an Excel table; maps were then produced by the Maptitude Geographic Information System. A similarity matrix was built using the Jaccard coefficient. The rectangles were clustered using UPGMA (Unweighted Pair Groups Method using Arithmetic Averages). This technique produced six provinces for the Cerrado Biome. Loranthaceae and Viscaceae showed patterns of geographic distribuition that vary from widely distributed species, in and out of the Cerrado Biome, to restricted endemics.

Key words ¾ Flora, Phytogeography, Distribution patterns, Taxonomy

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons