SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue5Supra and intracondylar open fracture of the femur in a motocross athlete: case reportCarta ao Editor author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Brasileira de Ortopedia

Print version ISSN 0102-3616

Rev. bras. ortop. vol.46 no.5 São Paulo Sept./Oct. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162011000500021 

RELATO DE CASO

 

Condromatose sinovial de joelho: relato de caso

 

Synovial chondromatosis of the knee: case report

 

 

Jorge Sayum FilhoI; Emerson GarmsI; Rogério Teixeira de CarvalhoI; Jorge SayumII; Marcelo Mitsuro MatsudaI; Moisés CohenIII

IMédico Assistente do Centro de Traumatologia do Esporte (CETE), Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - São Paulo, SP, Brasil
IIMédico Chefe do Departamento de Ortopedia e Traumatologia do Hospital e Maternidade Assunção (HMA) - São Bernardo do Campo, SP, Brasil
IIIProfessor Livre-Docente do Departamento de Ortopedia e Traumatologia - Unifesp; Chefe do Centro de Traumatologia do Esporte (CETE) - São Paulo, SP, Brasil

Correspondência

 


 


RESUMO

Os autores apresentam o relato de caso de um paciente ex-atleta de futebol com osteocondromatose sinovial em joelho.

Descritores: Condromatose Sinovial; Atleta; Joelho

ABSTRACT

The authors report the case of a patient with synovial osteochondromatosis of the knee, who had previously been a soccer player.

Keywords: Chondromatosis, Synovial; Athlete; Knee


 

 

INTRODUÇÃO

Osteocondromatose sinovial é uma patologia incomum caracterizada pela formação de cartilagem com metaplasia sinovial.

Relatamos o caso de um ex-atleta de futebol que teve osteocondromatose no joelho esquerdo que mimetizava uma segunda patela.

 

RELATO DO CASO

Paciente do sexo masculino, 40 anos, branco, ex- jogador de futebol, natural e procedente de São Paulo, procurou o serviço do CETE (Centro de Traumatologia do Esporte) do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) com queixa de dor no joelho esquerdo há, mais ou menos, seis meses.

O paciente referia que a dor começou há, mais ou menos, seis meses e, desde então, esta que era esporádica, se tornou contínua e de forte intensidade.

Há dois meses o paciente tem grande dificuldade para estender e flexionar o joelho esquerdo.

Ao exame físico o paciente apresentava:

Inspeção: aumento de volume na região anterior do joelho E, edema ++/4+, dor à palpação de uma massa de 5,0cm x 4,0cm na região infrapatelar, diminuição do arco de movimento e da força muscular.

Foram solicitadas radiografias do joelho que demonstraram uma imagem osteoblástica infrapatelar de 3,0 x 3,5cm.

Para uma melhor elucidação diagnóstica, foi solicitada uma ressonância nuclear magnética do joelho esquerdo que demonstrou uma massa bem delimitada, na região infrapatelar, que não possuía aspectos de malignidade.

O paciente foi tratado cirurgicamente com excisão total da massa, que foi enviada para a anatomia patológica.

Mantivemos a tala na coxa maleolar para analgesia, por uma semana, e assim o paciente foi liberado para fisioterapia após a retirada da tala.

Com dois meses de pós-operatório, o paciente estava com arco de movimento do joelho esquerdo normal.

O resultado anatomopatológico foi de condromatose sinovial.

 

DISCUSSÃO

Osteocondromatose sinovial é uma condição incomum de causa desconhecida, caracterizada por formação de cartilagem na sinóvia.

A osteocondromatose sinovial pode ser idiopática ou secundária a doenças como osteoartrose, osteocondrite dissecante, fraturas condrais, artropatia neuropática, entre outras(1-3).

É geralmente monoarticular, afetando predominantemente o joelho, quadril ou cotovelo(3-5).

Acomete duas vezes mais o sexo masculino que o feminino e geralmente ocorre entre os 20 e os 40 anos(6,7).

Os pacientes apresentam dor, edema e limitação de arco de movimento.

Trata-se de uma patologia de caráter progressivo, embora raros casos de regressão espontânea tenham sido relatados(8).

O tratamento é cirúrgico e consiste da excisão de qualquer corpo intra-aticular e ressecção da sinóvia envolvida(1,9,10).

Os achados histológicos incluem hiperplasia sinovial com focos de metaplasia cartilagínea(1,4,10).

Descrevemos um caso de condromatose sinovial de joelho em um ex-jogador de futebol que mimetizava uma segunda patela, que foi diagnosticado e tratado de acordo com a literatura (Figuras 1, 2, 3 e 4).

 

 

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS

1. Koyama J, Ito J, Hayashi T, Kobayashi F. Synovial chondromatosis in the temporomandibular joint complicated by displacement and calcification of the articular disk: report of two cases. AJNR Am J Neuroradiol. 2001;22(6):1203-6.         [ Links ]

2. Kramer J, Recht M, Deely DM, Schweitzer M, Pathria MN, Gentili A, Greenway G, Resnick D. MR appearance of idiopathic synovial osteochondromatosis. J Comput Assist Tomogr. 1993;17(5):772-6.         [ Links ]

3. Murphy FP, Dahlin DC, Sullivan R. Articular synovial chondromatosis. J. Bone Joint Surg Am. 1962;44(1):77-86.         [ Links ]

4. Milgram JW. Synovial osteochondromatosis: a histopathological study of thirty cases. J Bone Joint Surg Am. 1977;59(6):792-801.         [ Links ]

5. McIvor RR, King D. Osteochondromatosis of the hip Joint. J Bone Joint Surg Am. 1962;44(1):87-97.         [ Links ]

6. Resnick S, Niwayama G. Diagnosis of bone and joint disorders. 2nd ed. Philadelphia: Sauders; 1988.         [ Links ]

7. Sekosky M, Lefkowitz H, Steiner I. Osteochondromatosis of the ankle. J Foot Surg. 1990;29(4):330-3.         [ Links ]

8. Swan EF, Owens WF Jr. Synovial chondrometaplasia: a case report with spontaneous regression and a review of the literature. South Med J. 1972;65(12):1496-500.         [ Links ]

9. Shih WJ, Ryo UY. Synovial osteochondroma of the knee in Tc-99m HMDP bone imaging. Clin Nucl Med. 1988;13(8):617-8.         [ Links ]

10. Smith R, Hulsey JM. Bone scintigraphic demonstration of synovial chondromatosis. Clin Nucl Med. 1987;12(2):120-2.         [ Links ]

 

 

Correspondência:
Rua França Pinto, 186, apto. 61, Vila Mariana
04016-001 - São Paulo, SP.
E-mail: jorgesayumfilho@hotmail.com

Trabalho recebido para publicação: 31/07/2010
Aceito para publicação: 03/11/2010.

 

 

Trabalho realizado no Centro de Traumatologia do Esporte (CETE) do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Universidade Federal de São Paulo.
Os autores declaram inexistência de conflito de interesses na realização deste trabalho / The authors declare that there was no conflict of interest in conducting this work