SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue1A geração superficial: o que a internet está fazendo com os nossos cérebrosPragmatics for language educators: a sociolinguistic perspective author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

DELTA: Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada

Print version ISSN 0102-4450

DELTA vol.28 no.1 São Paulo  2012

 

Pequena Gramática do Português Brasileiro

 

 

Francisco Gomes de Matos

(Professor Emérito de Linguística, UFPE, Recife). E-mail: fcgm@hotlink.com.br

 

 

Castilho, Ataliba T. de e Vanda Maria Elias. 2012. Pequena Gramática do Português Brasileiro. São Paulo: Contexto. 471 pp. ISBN 978-85-7244-714-0. www.editoracontexto.com.br

Auspiciosa, mais-que-bem-vinda criação pedagógica, esta gramática foi inspirada na magistral Nova Gramática do Português Brasileiro por Ataliba T.de Castilho (cf Nota em DELTA vol.26, no. 1, 2010).

PGPB tem uma Apresentação (3 p.),10 capítulos (449 p.), Bibliografia (6 p.),Os autores (1 p.) Os títulos dos capítulos dão uma idéia do caminho que o(a) leitor(a) poderá percorrer, de "domínios linguísticos maiores para os domínios menores" (p.14) ou vice-versa:1.O que se entende por língua (30p.), 2. Estrutura fonológica e morfológica da palavra (34 p), 3. O pronome (48 p.), 4. O verbo (64 p.), 5. O artigo, o substantivo e o adjetivo (52 p.), 6. O advérbio (34 p.), 7. A preposição (34 p.), 8.Mini sentença, sentença simples, sentença complexa (80 p.), 9. O texto (44 p.), 10. História e diversidade do Português Brasileiro (30 p).

Na Apresentação, Castilho e Elias esclarecem que "este livro é dedicado aos professores de Língua Portuguesa interessados na variedade brasileira, aos alunos de Letras e Pedagogia e a todos os brasileiros que queiram refletir sobre a língua que falamos" (13).

PGPB é organizacionalmente exemplar: cada capítulo oferece explicações claras, em Português que trata o(a) leitor(a) por "você". Assim, ao apresentarem o primeiro Capítulo, os autores perguntam "Você decerto já ouviu dizer que a língua portuguesa é muito difícil. Mas será mesmo?... Vamos testar isso." (p.17).

Como uma gramática pedagogicamente construída, PGPB oferece um repertório extenso de 196 atividades destinadas a engajar os usuários na indispensável reflexão sobre as funções, os usos de nossa língua. Uma listagem dos verbos que ocorrem nas Atividades revela a diversidade de desafios propostos aos usuários do livro. Alguns exemplos: "Publique o resumo em um blog ou outro espaço da internet para compartilhar os resultados de sua pesquisa com colegas e professores " (244). "Transponha para a língua escrita esta conversa"(400).

A Bibliografia contém fontes quase exclusivamente em português. Exceções: 5 entradas em inglês, 2 em francês, 2 em italiano e 1 em espanhol. Dada a riqueza conceitual-terminológica do livro, seria desejável a inclusão de um glossário e um Índice de assuntos, em uma próxima edição. Exemplos da extensa terminologia usada pelos autores: descontinuação do tópico (p.34), Verbos suporte (143), marcador discursivo (242).

Aos estudiosos da influência da psicologia / linguística cognitiva nas gramáticas pedagógicas, sugiro a localização, em PGPB, de usos de "mente". Exemplos: "... como nossa mente tem elaborado continuamente o português brasileiro" (p.15), "bagagem cognitiva" (426).

Como aplicadores eficazes de uma didática humanizadora, Castilho e Elias recorrem a fraseologias motivadoras. Exemplos: "Bom trabalho!!!" ( p.388), "Vocês já estão preparados para desenvolver outras análises, aprofundando..."(p.436).

Muito mais poderia destacar, mas prefiro que você, leitor(a), descubra outros atributos desta gramática. A discordar dos autores: o uso inadequado do adjetivo "pequena" no título. Na verdade, este livro é uma "grande" gramática, tanto em sua bem redigida descrição, quanto em sua inspiradora aplicabilidade. Com esta criação, escreveu-se um capítulo importante na História do Ensino de Português Brasileiro. Que a tradição renovadora continue!