SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 suppl.1Subacute toxicology studies on the aqueous fraction of the ethanol extract of the leaves of Cissampelos sympodialis Eichl. (Menispermaceae) in dogsToxicidade aguda e atividade antiedematogênica e antinociceptiva do extrato aquoso da entrecasca de Tabebuia avellanedae Lor. ex Griseb índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Farmacognosia

versão impressa ISSN 0102-695X

Rev. bras. farmacogn. vol.12  supl.1 Maringá  2002

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-695X2002000300044 

O uso das plantas medicinais sob prescrição médica: pontos de diálogo e controvérsias com o uso popular

 

 

Sílvia Cardoso BittencourtI; Sandra CaponiII; Miriam de Barcellos FalkenbergIII,*

IPrograma de Pós-Graduação em Saúde Pública, Universidade Federal de Santa Catarina
IIDepartamento de Saúde Pública, Universidade Federal de Santa Catarina
IIIDepartamento de Ciências Farmacêuticas, Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Universitário Trindade, 88040-900, Florianópolis, SC, Brasil

 


RESUMO

As plantas medicinais têm sido utilizadas sob os critérios dos conhecimentos popular e científico em diferentes contextos terapêuticos. O conhecimento científico algumas vezes tem entrado em conflito com o conhecimento popular, porém, em outras ocasiões tem havido uma busca de diálogo entre ambos. Foram analisadas as falas de participantes de três eventos técnico-científicos sobre plantas medicinais no ano de 1999 no estado do Paraná. Observamos que nesses eventos, houve uma busca de diálogo entre os representantes dos conhecimentos popular e científico, na busca da construção de um conhecimento que viabilize o uso das plantas medicinais de uma forma segura pela população.


ABSTRACT

Medicinal plants are being used in different contexts as a therapeutic resource. Some times the scientific knowledge is in conflict whit popular knowledge, but in another occasions we found a dialogue between them. In this study, where analyzed the talks of participants in three events about medicinal plants in State of Paraná (Brazil) in the year of 1999. We observed that in those events, although controversies/conflicts exist between representatives of popular and scientific knowledge, a dialogue is happening, trying to reach a safe and efficient medicine to population.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Referências

1 Bachelard, G. La formación del espiritu científico - contribuicion a un psicoanálisis del conocimento objetivo. Argentina: Ed. Veintiuno. 1974        [ Links ]

2 Carlini E A. Pesquisa com plantas medicinais usadas em medicina popular. Revista da Associação Med. Brasileira. 1983; 29 (5/6): 109-10        [ Links ]

3 Curitiba, Secretaria Municipal de Saúde. Projeto de fitoterapia no município de Curitiba. Curitiba. 1994        [ Links ]

4 Di Stasi L C. Plantas Medicinais - arte e ciência: Um guia de estudo interdisciplinar. São Paulo: Ed. UNESP. 1995        [ Links ]

5 Farnsworth N R. et al. Las plantas medicinales en la terapéutica. Bol.Of.Sanit.Panam. 1989; 107(4): 314-29        [ Links ]

6 Klimovsky G e Hidalgo C. La inexplicable sociedad - cuestiones de epistemologia de las ciencias sociales. Buenos Aires: Ed. A-Z. 1998: 15-25        [ Links ]

7 Minayo M C. de S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 6. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Abrasco Hucitec. 1999        [ Links ]

8 Wheateral M. Drug treatment and the rise of pharmacology. In: PORTER, R. The Cambridge history of medicine. Cambridge: Cambridge University Press. 1996        [ Links ]

 

 

* miriam@ccs.ufsc.br / scb@repensul.ufsc.br

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons