SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Reestruturação produtiva do Banco do Brasil: trajetória profissional dos funcionários da área de recursos humanos que permanecem na empresaJovens e vulneráveis: um estudo sobre a exclusão social entre os jovens de Santa Maria - DF author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sociedade e Estado

Print version ISSN 0102-6992

Soc. estado. vol.19 no.1 Brasília Jan./June 2004

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69922004000100025 

RESUMOS DAS TESES E DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS NO PPG-SOL/UnB DE JANEIRO A JUNHO DE 2004
DISSERTAÇÕES

 

E com a palavras: os alunos – estudo das representações sociais dos alunos da rede pública do Distrito Federal sobre a Sociologia no ensino médio

 

 

Erlando da Silva Reses

Curso: Mestrado em Sociologia
Data de defesa da dissertação: 12 de março de 2004
Orientadora: Profª Drª Fernanda Antônia da Fonseca Sobral

 

 

RESUMO

A Sociologia não é uma disciplina obrigatória em âmbito nacional, mas, no Distrito Federal, passou a constar no currículo das três séries do ensino médio desde 2000, como conseqüência da Reforma do Ensino Médio implementada pelo Governo Federal em 1998. Tanto os documentos oficiais dessa reforma quanto o texto do currículo de Sociologia do Distrito Federal postulam que a disciplina deve ser percebida como conhecimento dinâmico, flexível e prático, que prepara o educando para o exercício pleno de sua cidadania.
Mas, e os alunos, o que pensam? Qual a percepção deles sobre o papel da Sociologia em sua formação? No intuito de investigar essas questões, estudamos 79 sujeitos que vivem em realidades sociais diferenciadas do Distrito Federal. Para isto, utilizamos grupos focais de alunos na cidade-satélite de Santa Maria e na Asa Norte.
Neste trabalho, a teoria das Representações Sociais serviu como base no desenvolvimento teórico-metodológico. Serge Moscovici e Willem Doise foram os principais representantes dessa teoria, mas o segundo é o que mais se aproxima do objetivo desta pesquisa, pois desenvolve uma perspectiva societal para o estudo das representações sociais com base numa abordagem tridimensional que propõe: a existência de um conteúdo comum nas representações sociais das tomadas de posição, a existência de diferenças dentro desse conteúdo comum entre as posições dos sujeitos, além da existência de uma ancoragem das diferentes tomadas de posição.
Os resultados da pesquisa revelaram que a Sociologia contribui para a compreensão da sociedade moderna, para a construção do senso crítico e para a formação do exercício da cidadania, que constituem o campo comum das representações sociais dos sujeitos pesquisados. As diferenças dentro desse campo revelaram que os alunos de Santa Maria percebem a Sociologia como instrumento fundamental na intervenção da realidade social, enquanto os alunos da Asa Norte percebem-na como parte de sua formação escolar, contribuindo para a conscientização política e social.

Palavras-chave: educação; Sociologia no ensino médio; Sociologia da Educação; ensino de Sociologia; aluno.