SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número2Internacionalização e ativismo judicial: causas políticas e causas jurídicas na década de 90 e 2000 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sociedade e Estado

versão impressa ISSN 0102-6992versão On-line ISSN 1980-5462

Soc. estado. v.22 n.2 Brasília maio/ago. 2007

https://doi.org/10.1590/S0102-69922007000200001 

Editorial

 

 

Este número da revista Sociedade e Estado traz artigos de diferentes campos das Ciências Socais, a saber: Sociologia Política, Metodologia de Pesquisa, Economia Solidária e Sociologia Jurídica.

Inicialmente o trabalho de Fabiano Engelmann analisa a relação entre o fenômeno de internacionalização do direito e a emergência de advogados engajados na representação judicial de causas coletivas. Valendo-se de estudos de caso, o autor sugere que a redemocratização política e a constituição de redes internacionais de circulação de causas políticas e jurídicas contribuem para a definição dos perfis de ativismo judicial.

Guilherme Radomsky e Sérgio Schneider abordam o tema das redes sociais de trabalho sob o ângulo das relações de reciprocidade. A partir de um estudo de caso realizado no município gaúcho de Veranópolis, os autores discutem a importância de relações de reciprocidade para a construção de redes de trabalho ligadas ao comércio, à indústria de fusão de aço e à indústria de calçados e artigos esportivos.

No campo da Sociologia Política, a pesquisadora americana Joan Tronto discute a prática social do cuidado, suas controvérsias e diferentes concepções, assim como as formas de apropriação da prática do cuidado nas modernas democracias ocidentais. Débora Messenberg analisa o perfil dos parlamentares que compuseram parte da elite parlamentar brasileira ao longo dos anos de 1989 a 2004. Seu estudo revê análises anteriores evidenciando novos dados que iluminam a discussão sobre o tema. Ednaldo Ribeiro, por sua vez, discute os indicadores propostos por Ronald Inglehart para analisar as mudanças políticas de uma sociedade pós-materialista. O autor se vale de informações produzidas pelo projeto World Values Survey sobre o caso brasileiro.

Maíra Baumgarten, Alex Niche Teixeira e Gilson Lima apresentam um trabalho que se insere no campo da metodologia de pesquisa em Ciências Sociais. O artigo debate algumas questões relacionadas ao desenvolvimento de metodologias informacionais e suas possibilidades de interação com a pesquisa nas Ciências Sociais. Em outro artigo, José Francisco Soares e Maria Teresa Gonzaga apresentam metodologia para análise do desempenho escolar. Para isto, foram coletados dados quantitativos, utilizando-se testes e questionários respondidos pelos alunos, e dados qualitativos, por meio de entrevistas com familiares de alunos e profissionais das escolas.

Esperamos que a presente publicação estimule a reflexão no campo das Ciências Sociais, pois foi elaborada com o propósito maior de possibilitar a reflexão crítica permanente. Esse é o compromisso almejado pela revista Sociedade e Estado.

 

Lourdes Bandeira
Arthur Trindade Costa
Editores

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons