SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue3 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery

Print version ISSN 0102-7638On-line version ISSN 1678-9741

Rev Bras Cir Cardiovasc vol.20 no.3 São José do Rio Preto July/Sept. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382005000300022 

CARTAS AO EDITOR

 

Inspiração

 

 

Texto escrito por meu primo Zuenir Ventura sobre um encontro com o Villas Boas Correa, meu mais ilustre paciente, debateu temas do atual momento da política brasileira, revelando ser "2005 o ano em que terminou a esperança".

Deste encontro Zuenir escreveu matéria no site "nomínimo.com.br", onde faz referência à cirurgia de revascularização do Villas Boas e cita nominalmente o meu nome e de minha cidade, Nova Friburgo, salientando a importância de um serviço na região Serrana do Estado do Rio de Janeiro que virou referência em Cardiologia.

Saiba, Dr. Braile, que o seu Serviço em São José do Rio Preto inspirou e incentivou a tantos cirurgiões por este Brasil afora, e faço questão de citar principalmente aqueles em que trabalhei e que foram responsáveis diretos pelo sucesso de minha atual equipe: Drs. João Jazbik Neto e Ronaldo Ducchesi Fontes, respectivamente precursores da cirurgia cardíaca no Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

É importante frisar que a SBCCV, graças a sua atuação junto ao Ministério da Saúde, direta e indiretamente, é responsável pela interiorização de serviços de alta complexidade em Cardiologia, estes, em sua maioria, com resultados similares aos dos grandes centros.

Gostaria de compartilhar o sucesso deste empreendimento com todos os colegas da SBCCV, salientando que só se consegue superar obstáculos com o apoio daqueles com maior experiência profissional, além dos amigos e principalmente da nossa família. Faço questão de citar nominalmente os membros de minha equipe, cirúrgica e de anestesia, pois os resultados obtidos estão diretamente relacionados à atuação deles junto aos pacientes: Drs. Paulo César de Souza Santos, Alexandre Cruz, Alexandre Deslandes, Marcelo Murata, Chamberlain Noé, Demetrius Campanatti e Kuo Ri Pan, salientando a importância do Hospital São Lucas e de sua Diretoria que jamais deixaram de apoiar as iniciativas da equipe e sempre investiram na aquisição de materiais e equipamentos de última geração sendo também, por isto, responsáveis pelos resultados obtidos.

Nosso Serviço atende a 12 municípios da Região Serrana do Rio de Janeiro, realizando mensalmente 26 cirurgias, sendo 90% destas pelo SUS. Hoje ultrapassamos 1600 cirurgias com circulação extracorpórea e, dentre outras estatísticas, atingimos no ano de 2004 uma taxa de mortalidade global de 0,8% e nossa maior co-morbidade é a fibrilação atrial no pós operatório de revascularização do miocárdio. Cerca de 96% dos pacientes permanecem menos de 24 horas na UTI e destes, 95% deixam o Hospital no 4º dia de pós operatório. São números que nos enchem de orgulho e de credibilidade junto aos formadores de opinião, que perseguimos obstinadamente e que serão submetidos à publicação na RBCCV em breve.

Escrevo estas linhas com o incentivo do Dr. Alexandre Brick, que me pediu para encaminhar o texto à RBCCV, aproveitando para manifestar nossa gratidão em vê-lo restabelecido e de volta às suas funções junto à Revista e à nossa Sociedade. Que Deus e seus anjos o fortaleçam sempre.

 

Gustavo José Ventura Couto, Nova Friburgo, RJ.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License