SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue3 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

Print version ISSN 0102-7638

Rev Bras Cir Cardiovasc vol.20 no.3 São José do Rio Preto July/Sept. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382005000300022 

CARTAS AO EDITOR

 

Inspiração

 

 

Texto escrito por meu primo Zuenir Ventura sobre um encontro com o Villas Boas Correa, meu mais ilustre paciente, debateu temas do atual momento da política brasileira, revelando ser "2005 o ano em que terminou a esperança".

Deste encontro Zuenir escreveu matéria no site "nomínimo.com.br", onde faz referência à cirurgia de revascularização do Villas Boas e cita nominalmente o meu nome e de minha cidade, Nova Friburgo, salientando a importância de um serviço na região Serrana do Estado do Rio de Janeiro que virou referência em Cardiologia.

Saiba, Dr. Braile, que o seu Serviço em São José do Rio Preto inspirou e incentivou a tantos cirurgiões por este Brasil afora, e faço questão de citar principalmente aqueles em que trabalhei e que foram responsáveis diretos pelo sucesso de minha atual equipe: Drs. João Jazbik Neto e Ronaldo Ducchesi Fontes, respectivamente precursores da cirurgia cardíaca no Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

É importante frisar que a SBCCV, graças a sua atuação junto ao Ministério da Saúde, direta e indiretamente, é responsável pela interiorização de serviços de alta complexidade em Cardiologia, estes, em sua maioria, com resultados similares aos dos grandes centros.

Gostaria de compartilhar o sucesso deste empreendimento com todos os colegas da SBCCV, salientando que só se consegue superar obstáculos com o apoio daqueles com maior experiência profissional, além dos amigos e principalmente da nossa família. Faço questão de citar nominalmente os membros de minha equipe, cirúrgica e de anestesia, pois os resultados obtidos estão diretamente relacionados à atuação deles junto aos pacientes: Drs. Paulo César de Souza Santos, Alexandre Cruz, Alexandre Deslandes, Marcelo Murata, Chamberlain Noé, Demetrius Campanatti e Kuo Ri Pan, salientando a importância do Hospital São Lucas e de sua Diretoria que jamais deixaram de apoiar as iniciativas da equipe e sempre investiram na aquisição de materiais e equipamentos de última geração sendo também, por isto, responsáveis pelos resultados obtidos.

Nosso Serviço atende a 12 municípios da Região Serrana do Rio de Janeiro, realizando mensalmente 26 cirurgias, sendo 90% destas pelo SUS. Hoje ultrapassamos 1600 cirurgias com circulação extracorpórea e, dentre outras estatísticas, atingimos no ano de 2004 uma taxa de mortalidade global de 0,8% e nossa maior co-morbidade é a fibrilação atrial no pós operatório de revascularização do miocárdio. Cerca de 96% dos pacientes permanecem menos de 24 horas na UTI e destes, 95% deixam o Hospital no 4º dia de pós operatório. São números que nos enchem de orgulho e de credibilidade junto aos formadores de opinião, que perseguimos obstinadamente e que serão submetidos à publicação na RBCCV em breve.

Escrevo estas linhas com o incentivo do Dr. Alexandre Brick, que me pediu para encaminhar o texto à RBCCV, aproveitando para manifestar nossa gratidão em vê-lo restabelecido e de volta às suas funções junto à Revista e à nossa Sociedade. Que Deus e seus anjos o fortaleçam sempre.

 

Gustavo José Ventura Couto, Nova Friburgo, RJ.