SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue450 years of cardiopulmonary bypass in Brazil: Hugo J. Felipozzi, the pioneer of cardiopulmonary bypass in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

Print version ISSN 0102-7638

Rev Bras Cir Cardiovasc vol.20 no.4 São José do Rio Preto Oct./Dec. 2005

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382005000400001 

EDITORIAL

 

Jubileu de ouro da CEC no Brasil: data a ser comemorada

 

 

Domingo Braile*

 

 

No último mês de outubro, comemoraram-se os 50 anos da primeira operação com Circulação Extracorpórea realizada no Brasil. O trabalho de cirurgiões cardiovasculares pioneiros, como o Doutor Hugo João Felipozzi, já plenamente reconhecido, é exemplo de perseverança e dedicação e merece ser sempre lembrado.

A Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (RBCCV)/Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery (BJCVS), consciente de que deve e pode transcender sua função de órgão de divulgação das atividades da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV) e de publicação dos trabalhos científicos, destaca, neste volume, um Artigo Especial sobre a vida do professor Felipozzi.

Os autores, Dr. Walter Gomes, Dr. João Saba e Dr. Enio Buffolo, escreveram um texto vigoroso e emocionante, detalhando aspectos importantes da carreira do Prof. Felipozzi, falecido em 5 de novembro de 2004, aos 81 anos. Também narra as inovações feitas por ele e sua equipe, como a construção dos primeiros equipamentos nacionais, que contribuíram de forma decisiva para sedimentar a cirurgia cardiovascular em nosso país. Deste modo, resgata uma etapa importante da cirurgia cardíaca no Brasil.

O trabalho de primeira linha realizado hoje no Brasil, fazendo com que o nosso país seja referência internacional na área e que é divulgado pela nossa revista, tem suas raízes na obstinação do Dr. Felipozzi e de outros "desbravadores", como o inesquecível Prof. Euryclides de Jesus Zerbini, que à frente da Faculdade de Medicina da USP foi capaz de colocar o Brasil no cenário científico mundial, tendo sido o pioneiro dos transplantes de coração na América Latina e criado uma escola de cirurgiões que hoje se espalham pelo Brasil e todos os continentes Assim, além do artigo especial, a forma de homenageá-los e a todos os outros que se dedicaram para aprimorar a nossa profissão é continuar publicando trabalhos de alto nível.

Para incentivar os autores a mostrar suas pesquisas, estamos sempre aperfeiçoando a revista, seja criando condições para que Editores Associados, Conselho Editorial e revisores se capacitem cada vez mais, seja procurando nos equiparar às melhores publicações internacionais.

A implementação do sistema de submissão e avaliação eletrônica por meio do site (www.rbccv.org.br) tem despertado grande interesse dos associados à SBCCV e de profissionais de outras áreas. Até meados de dezembro, eram mais de 110 cadastrados e a nossa expectativa é de que este número cresça sobremaneira nos próximos meses.

O site, de acesso livre, tem disponível toda a coleção desde 1997 e conta com ferramentas que auxiliam na pesquisas, como "Busca Avançada" e links para o DeCs e o Mesh, para definir os descritores. Outro link interessante é o que remete para as "Normas de Vancouver".

Em breve, disponibilizaremos, em português, também no nosso site, a versão mais recente das Normas de Vancouver, atualizadas em outubro de 2005 (www.rbccv.org.br/portugues/normas_vancouver.asp.). As Normas servem de base para a submissão de qualquer revista da área biomédica, por isso é importante que os autores acessem o link e as imprimam para consultá-las sempre que necessário. O mesmo vale para a versão original em inglês atualizadas.

O site está em constante evolução e estamos aceitando sugestões para aperfeiçoá-lo ainda mais. A RBCCV também continua disponível no site do Scielo (www.scielo.br/bjcvs) e conta com um link no CTSNet. Tudo isso renova a esperança de sermos indexados no Medline. Lembramos, mais uma vez, que só aceitaremos trabalhos que forem submetidos pelo site. Apenas aqueles que já estavam em processo de revisão antes da implantação do novo sistema serão avaliados. O processo de submissão é simples, com instruções que orientam o autor a cada passo. Se houver alguma dúvida, estamos à disposição para esclarecê-la.

Mais uma vez, a RBCCV foi escolhida pelo CNPq como uma das publicações a receber o auxílio editorial concedido anualmente por este órgão governamental de fomento e incentivo à pesquisa. A verba aprovada no final de setembro foi de R$ 18 mil, devendo ser liberada nas próximas semanas. Embora o montante seja reduzido, é de extrema importância para ajudar a cobrir parte das despesas de impressão da revista e com pessoal terceirizado.

O restante tem sido pago com a receita dos anúncios e pela SBCCV, cuja diretoria tem trabalhado de forma incansável para viabilizar a RBCCV. Tenho insistido neste ponto ao longo da minha gestão como Editor para enfatizar a necessidade de que os sócios colaborem no sentido de dar sugestões para aumentar nossa receita, a fim de que possamos atingir a independência financeira, podendo, assim, investir não só na melhoria do visual como, principalmente, aumentar a tiragem, a fim de que possamos atingir não só os cirurgiões cardiovasculares, como também os cardiologistas afiliados à SBC.

Não será fácil, temos consciência, mas devemos lutar pelos nossos objetivos, com a colaboração de todos, pois, caso não fosse assim, os professores Hugo Felipozzi, Euryclides Zerbini e outros pioneiros teriam desistido frente aos inúmeros obstáculos e a Cirurgia Cardiovascular Brasileira estaria décadas atrasada em relação aos principais centros internacionais.

Gostaria de agradecer aos revisores, entre Editores Associados, membros do Conselho Editorial e "Ad-hoc" que, em 2005, com sua colaboração voluntária, avaliaram dezenas de manuscritos, e com críticas pertinentes sugeriram mudanças, em sua imensa maioria acatadas pelos autores, permitindo que a RBCCV publicasse artigos de alto nível. O nome de todos eles está na página 454. Tal procedimento vai se tornar padrão ao final de cada ano e é uma singela forma de tornar público o nosso muito obrigado a todos eles.

Desejo que o Natal dos prezados colegas seja muito feliz e que o ano de 2006 venha marcado pelo sucesso, com a realização de todos os sonhos sonhados.

Recebam meu caloroso abraço,

 

 

* Editor RBCCV/BJCVS