SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2Research pathways and contemporaneity author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972
On-line version ISSN 1678-7153

Psicol. Reflex. Crit. vol.15 no.2 Porto Alegre  2002

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722002000200001 

EDITORIAL

 

 

Cleonice Alves Bosa

Editora

 

 

Ocupar o cargo de nova editora de um periódico como a Psicologia: Reflexão & Crítica foi um dos mais importantes desafios com os quais me defrontei ao longo da minha curta, porém intensa, carreira acadêmica. Meu envolvimento com a Psicologia: Reflexão e Crítica iniciou quando retornei ao país, logo após a conclusão do doutorado. Inicialmente, atuei como consultora, após, como editora associada para, em seguida, a partir de julho de 2001, assumir integralmente o comando do processo editorial. Foi um trabalho silencioso perante a comunidade científica, mas de grande comprometimento de minha parte, tendo como preceptora a antiga editora e amiga de longa data, Sílvia Helena Koller, com quem muito aprendi. Agradeço a ela toda confiança depositada e a aposta em minha capacidade de levar adiante esse projeto que ela, com o apoio do curso de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento, conseguiu empreender admiravelmente, desde maio de 1996. Nessa edição, ainda esteve sob a sua supervisão, o processo editorial dos manuscritos de Rui Rothe-Neves e Antonio Francisco das Neves; Raul A. Martins; Ana Claudia Bortolozzi e colaboradores; Cristina Landgraft e colaboradoras; Graziela Nogueira e Sonia Regina Loureiro; Izabel Cristina Possatti e Mardônio Rique Dias; Pedro Bendassolli; Fabíola Braz e Nádia Salomão, e Maurício Neubern.

Herdei a tarefa de manter vivo um dos periódicos de maior circulação do país, cujo volume de artigos submetidos passou de 8 (em 1995) para mais de 200 em 2002. Atualmente, temos um índice de rejeição de 82,9%.

Minha primeira tarefa foi apresentar ao PPG em Psicologia do Desenvolvimento da UFRGS a proposta de transformar a publicação da Psicologia: Reflexão e Crítica em quadrimestral. Para tanto, foi necessário substituir os eventuais números especiais por edições regulares. O aumento da peridiocidade da Psicologia: Reflexão e Crítica tornou-se imperativo, em função do grande volume de submissões. Essa iniciativa busca, então, agilizar a circulação do conhecimento e contribuir para o escoamento de sua produção qualificada — um processo vital para a comunidade científica.

Outra providência foi a de efetuar uma profunda revisão das normas da 5ª edição do Manual de Publicação da APA, trabalhando juntamente com o auxílio de alguns alunos do PPG na alteração de alguns aspectos, já incorporados nessa edição. Esse trabalho me levou a sugerir a construção de uma segunda homepage: www.psicologia.ufrgs.br/ revista de informações sobre a Psicologia: Reflexão e Crítica, além do Scielo. Com isso, busco disponibilizar aos leitores um espaço que contenha informações mais detalhadas acerca das novas normas e de outros aspectos do processo editorial. Essa tarefa é complexa, mas necessária, em função das inúmeras dúvidas, tanto de autores quanto de consultores, acerca das normas adotadas pela Psicologia: Reflexão e Crítica, pois alguns dos seus itens não são, de fato, uma aplicação fiel das instruções contidas no Manual, mas antes, uma adaptação das mesmas. Essa homepage permitirá ainda, a impressão on-line do boleto de assinatura da Psicologia: Reflexão e Crítica, além de instruções aos consultores sobre a elaboração de pareceres. É, pois, com grande orgulho do desafio parcialmente vencido, que apresento mais uma edição da nossa Psicologia Reflexão & Crítica.

Esse trabalho contou com a preciosa colaboração e dedicação da nossa Comissão Editorial, do Conselho Editorial e da longa lista de consultores de todo o país e exterior, a quem presto meus agradecimentos. Impossível não mencionar o trabalho criterioso de nossa secretária Ângeli Marasá e da bolsista Cristina Neves Hugo, companheiras desde o início dessa trajetória. Ângeli deu provas de intensa dedicação e amor ao trabalho pela Psicologia: Reflexão e Crítica ao continuar acompanhando firmemente cada um dos passos do processo editorial, mesmo após ter sofrido um acidente que lhe resultou em uma grave fratura. Nossos agradecimentos, também, aos leitores e assinantes que nos auxiliam a manter esse periódico.

Essa edição ganhará as ruas em um momento de grandes expectativas em nosso país. É imperativo que nossos novos governantes saibam que a produção e a circulação do conhecimento científico requerem muito mais do que vontade, amor ou dedicação de pesquisadores e do corpo editorial dos periódicos. O avanço da ciência em nosso país não pode se dar com base em atos humanitários, mas ancorado em políticas sólidas de compromisso com a comunidade científica e em condições mínimas que garantam a sua subsistência. Essa edição será contemporânea a um período social em que tudo parece estar em pause, incluindo os recursos que deveriam respaldar a sua editoração e distribuição. Apesar de tudo, essa edição ganhará as ruas, porque desde cedo, a comissão editorial está empenhada em articular meios de atingir esse fim.

Cordialmente,

 

Cleonice Alves Bosa

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License