SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2Normative dimensions of the indivivualism and collectivism: is the dichotomy personal vs. social sufficient? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Psicol. Reflex. Crit. vol.16 no.2 Porto Alegre  2003

http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722003000200001 

Editorial

 

 

Este é um momento de grande orgulho e satisfação, pois a revista Psicologia: Reflexão e Crítica conquista mais uma posição importante – a classificação Internacional, conforme avaliação CAPES. Este resultado é fruto da dedicação intensa de pesquisadores de todo país que, anonimamente, prestam a sua valiosa colaboração à revista. É através do exame criterioso e da contribuição qualificada destas pessoas, que é possível fazer circular um conhecimento fecundo, que faz a Psicologia crescer enquanto ciência. Fundamental, ainda, é o trabalho do Conselho Editorial de nossa revista, cuja revisão crítica e cuidadosa representa o filtro fundamental de qualidade da produção científica que chega até nossos leitores. Mais do que isso, cada artigo publicado em nosso periódico e em outros do mesmo porte, confere aos autores uma espécie de credencial acadêmica. Isso significa, entre tantos aspectos, maior acesso às tão escassas e disputadas verbas de pesquisa; diferenciação curricular nos acirrados processos seletivos e maior espaço político nas instituições nacionais e internacionais. Publicar em periódicos de qualidade é o "cartão de visita", dentro e fora do país, dos pesquisadores brasileiros. Contudo, ainda há uma grande batalha por melhorias neste campo. O trabalho incansável das pessoas envolvidas com os periódicos científicos ainda está longe da devida valorização, se levarmos em consideração a envergadura da responsabilidade que essa atividade impõe. Não há uma política nacional que leve em conta a importância deste trabalho na formação de pesquisadores. Com isso, o trabalho ganha ares de "favor", perdendo relevo a questão da responsabilidade no processo de criação de uma cultura acadêmica. Registra-se, aqui, um chamado para que se repense essas questões e se discuta amplamente formas de operacionalizar a construção de uma política voltada para a formação e valorização da massa crítica, responsável pela circulação da informação científica de qualidade. Refiro-me especialmente ao trabalho de consultores, conselheiros e editores científicos – pesquisadores que fazem o que todos fazem - das atividades da docência ao campo de pesquisa - e somam às suas atividades, o cuidado e o zelo pela produção de seus colegas. Aos nossos parceiros de trabalho, o nosso sincero agradecimento – essa conquista é de todos nós!

Não podemos deixar de mencionar a contribuição indispensável de nossa secretária Angeli Marasa, cuja disponibilidade e dedicação à revista é conhecida de todos. Ressalta-se também a dedicação exaustiva de nossa bolsista Cristina Neves Hugo, cujo profissionalismo desabrocha juntamente com a revista. Muito obrigada a nossa equipe de diagramação, principalmente a Pedro e Ana, sempre receptivos às nossas inúmeras revisões e correções! À companheira e amiga de longa data, Profa. Silvia Koller, pelo longo aprendizado e incentivo a esta atividade. À Comissão Editorial, através do trabalho da Profa. Rita de Cássia Sobreira Lopes pela revisão do inglês, da Profa. Denise Bandeira, na tesouraria, de Viviane Castanho, nossa bibliotecária, do Prof. César Augusto Piccinini pela revisão dos manuscritos e a todos os demais professores do PPG em Psicologia do Instituto de Psicologia pela contribuição acadêmica e financeira a nosso periódico. E é com grande prazer que, desde o início deste ano, passamos a contar com a importante colaboração da Profa. Lisiane Bizarro que, após concluir seu doutorado na área de Psicologia Experimental, na Inglaterra, e ingressar na UFRGS, nos auxilia como editora associada. Da mesma forma, nossos agradecimentos ao CNPq, cujo auxílio possibilitou o crescimento e a manutenção da revista. Finalmente, a todos os leitores, inúmeras bibliotecas e Sociedade Brasileira de Psicologia do Desenvolvimento, cujo apoio é crucial para a circulação da revista. Parabéns a todos!

 

Cleonice Bosa
Editora