SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue4Comparison of nerve graft integration after segmentar resection versus epineural burying in crushed rat sciatic nerves author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Cirurgica Brasileira

Print version ISSN 0102-8650On-line version ISSN 1678-2674

Acta Cir. Bras. vol.12 n.4 São Paulo Oct./Nov./Dec. 1997

https://doi.org/10.1590/S0102-86501997000400001 

1 - NOTA PRELIMINAR

PROPOSIÇÃO DE VIDEOLAPAROSCOPIA EM RATOS 1

 

Alberto Goldenberg2
Edson José Lobo3
Wagner Marcondes4
Murilo Louzada5
César D.L. Barbosa6

 

 

GOLDENBERG, A.; LOBO, EJ.; MARCONDES, W.; LOUZADA, M.; BARBOSA, C.D.L. - Proposição de videolaparoscopia em ratos. Acta Cir. Bras., 12(4):219-20, 1997.

RESUMO: Os autores apresentam a possibilidade do uso da videolaparoscopia em ratos. Foram utilizados 10 ratos Wistar. Empregaram um óptica de 3mm, 30 graus, usada em artroscopia. Obtiveram bo visibilização dos órgãos da cavidade peritoneal. A introdução de agulhas especiais e instrumentos delicados permitiram realizar os procedimentos operatórios. O modelo experimental proposto tornou-se viável, em ratos.
DESCRITORES:
Laparoscopia. Videos. Cavidade peritoneal. Ratos.

 

 

INTRODUÇÃO

A vídeo Laparoscopia representa a maior revolução das técnicas operatórias neste fim de século.

Os cirurgiões tem necessidade de conhecer, treinar e praticar este tipo de procedimento. Além disto, as operações videolaparoscópicas provocam alterações fisiopatológicas que devem ser conhecidas e estudadas.

Modelos animais foram criados para treinamento de novo arco reflexo cirúrgico, assim como para estudar modificações fisiológicas. A maioria destes modelos são em animais de médio e grande porte como cães e porcos.

A dificuldade de obtenção e os custos elevados destes animais, tornaram necessário criar modelos mais econômicos para o treinamento e o estudo da vídeo cirurgia.

O objetivo deste trabalho é propor o uso da vídeo laparoscopia em ratos.

 

MÉTODO

Foram utilizados 10 ratos (Rattus norvegicus albinus), da linhagem Wistar, de peso entre 200 a 250g.

Instrumental utilizado: óptica de 3mm, 30 graus, empregada em artroscopia (Fig. 1).

 

Fig. 1 - Óptica de 3mm, 30 graus, empregada em artroscopia acoplada ao trocarte de 5mm.

 

- trocarte de 5mm com válvula para introduzir gás.

- insuflador de gás (CO2), câmera de vídeo, monitor de vídeo e fonte de luz.

Técnica operatória: Os animais foram anestesiados com éter etílico e posicionados em suporte de madeira na posição supina. Mantinham respiração espontânea. As patas eram fixadas, precedia-se tricotomia abdominal e anti-sepsia com iodopovidine.

Foi realizada incisão na pele de 0,5 cm, no terço inferior do abdome, na linha média com bisturi. Por divulsão com Kelly, penetrava-se na cavidade peritoneal. Introduzia-se por este orifício o trocarte de 5mm. Era feita sutura em bolsa, com fio de poligalactina 4-0, em torno do trocarte para não extravasar o gás.

O peneumoperitônio era realizado com gás carbônico e mantinha-se a pressão abdominal em 5mmHg.

A óptica era introduzida através deste trocarte e a cavidade abdominal do animal era examinada (Fig.2).

Outras punções eram feitas, utilizando-se de agulhas especiais, para manipulação dos órgãos.

 

Fig. 2 - Animal anestesiado, trocarte posicionado, abdome inflado e início da vídeolaparoscopia.

 

RESULTADOS

Obtinha-se boa visibilização dos órgãos da cavidade peritoneal. Havia possibilidade de manipulá-los com as agulhas especiais introduzidas.

Todos os animais mantiveram-se vivos e com respiração espontânea.

Não houve acidentes ou dificuldades técnicas.

Cada procedimento durava 20 minutos.

 

DISCUSSÃO

A utilização de animais de pequeno porte para treinamento é fundamental. Minimiza-se os custos. Tem-se facilidade de obter o animal e de manipulá-lo.

Pode-se empregar número maior de animais por experimento e deixá-los vivos por tempo mais prolongado.

O método proposto mostrou-se ser bem adequado. Pode-se realizar o procedimento em todos os animais, sem complicações.

A introdução do trocarte e realização do pneumoperitônio sob visão direta é muito importante para evitar lesões. Com a fixação do trocarte com a sutura em bolsa, não havia perda de gás da cavidade abdominal.

O emprego da óptica de artroscopia de 3mm possibilitou boa visibilização da cavidade peritoneal e mostrou-se ser a ideal para este tipo de animal.

A pressão da cavidade peritoneal foi mantida em 5mmHg. Esta pressão foi suficiente para realizar pneumoperitônio adequado para procedimentos operatórios e não provocar alterações respiratórias importantes.

A introdução de agulhas especiais e de instrumentos delicados permitiu realizar os procedimentos operatórios.

 

CONCLUSÃO

O modelo experimental proposto e viável para realização da vídeo laparoscopia em ratos, sem complicações.

 

REFERÊNCIAS

1. BERGUER, R.; GUTT, C.; STIEGMANN, G.V. - Laparoscopic surgery in the rat: desciption of a new technique. Surge Endosc, 7: 345-7, 1993.         [ Links ]

2. BOHM, B. & MILSON, J.W. - Animal models as education tools in laparoscopic colorectal surgery. Surg Endosc, 8: 707-13, 1994.        [ Links ]

3. SANDOVAL, B.A.; SULAIMAN, T.T.; ROBINSON, A.V.; STELLATO, T.A. - Laparoscopic surgery in a small animal model: a simplified technique of retroperitoneal dissection in the rat. Surg. Endosc.; 10:925-7, 1996.         [ Links ]

 

 

GOLDENBERG, A.; LOBO, E.J.; MARCONDES, W.; LOUZADA, M.; BARBOSA, C.D.L. - A proposition to videolaparoscopy in rats. Acta Cir. Bras., 12(4):219-20, 1997.

SUMMARY: The authors present the possibility of using videolaparoscopy in rats. Ten Wistar rats were used. The procedure was done with a optical system of 3mm, 30 degrees, used in artroscopy. The visibility of the intracavitary organs was very satisfactory. Special needles and delicate instruments were necessary to perform the operative procedures. The experimental model, in rats, was feasible.
SUBJECT HEADINGS: Laparoscopy, Video. Peritoneal cavity. Rats.

 

 

 

Endereço para correspondência:
Rua Barão de Santa Eulália, 300 - Ap. 131
05685-040 São Paulo - SP - Tel. (011) 842-7010

Data do recebimento: 05.06.97
Data da revisão: 08.07.97
Data da aprovação: 12.08.97

 

 

1 Trabalho realizado na Disciplina de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)-Escola Paulisa de Medicina (EPM)
2 Prof. Adjunto, Doutor, da Disciplina de Gastroenterologia Cirúrgica do Departamento de Cirurgia da UNIFESP-EPM.
3 Prof. Assistente da Disciplina de Gastroenterologia Cirúrgica do Departamento de Cirurgia da UNIFESP-EPM.
4 Residente de primeiro ano do Departamento de Cirurgia da UNIFESP-EPM.
5 Acadêmicos de Medicina da UNIFESP-EPM.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License