SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 suppl.2Temas livres experimentais author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Cirúrgica Brasileira

Print version ISSN 0102-8650On-line version ISSN 1678-2674

Acta Cir. Bras. vol.18  suppl.2 São Paulo  2003

https://doi.org/10.1590/S0102-86502003000800001 

APRESENTAÇÃO

 

 

Saul Goldenberg

Diretor Presidente
SOBRADPEC

 

 

De 27 a 30 de agosto de 1993 foi realizado o 3º.Congresso Nacional de Cirurgia Experimental, em Belo Horizonte, no Minascentro, tendo como Presidente o Prof. Dr. Alcino Lázaro da Silva.

Após 10 anos realiza-se o 8º Congresso, novamente em Belo Horizonte, na Associação Médica de Minas Gerais,.tendo como Presidente o Prof.Alcino Lázaro da Silva.

Em 1993 o Prof. Alcino enviava uma mensagem aos congressistas. Aproveito para repetir parte do depoimento do Professor, muito pertinente ao Congresso atual, que tem como tema oficial "Caminhos do Cirurgião Geral – Interação Clínico-Experimental".

Por que "Cirurgia Geral"?

O cirurgião geral é aquele profissional que tem capacidade para desenvolver as seguintes habilidades: coordenar o atendimento na traumatologia; atender às urgências, sobretudo as vitais; resolver os procedimentos menores em nível ambulatorial; tratar as afecções de parede e retro-peritônio, bem como de superfície, onde tem que trabalhar com tecidos ou órgãos de natureza e características diversas; enfrentar as iatrogenias e complicações que trazem envolvimentos multifários exigindo do cirurgião mais versatilidade; fazer os procedimentos oncológicos que obrigam, às vezes, a ressecções, restabelecimentos de trânsitos e plásticas diversos, especialmente os reparadores, todos a um só tempo e, finalmente, quando trabalha numa comunidade, clinica, opera, assiste partos, corrigi fraturas, toma todas as medidas urgente e emergente e faz uma triagem consciente e eficaz.

Em resumo, o Cirurgião Geral é o que atende bem e eficazmente às doenças prevalentes, sem instrumental especializado.

Por que "Cirurgia Experimental"?

A perícia se adquiri com treinamento; treina-se no laboratório. A prudência consegue-se experimentando; experimenta-se no laboratório. A competência obtem-se treinando, experimentando, observando e refletindo. Torna-se competente para o exercício em "anima nobili", no laboratório e na biblioteca.

Em seguida ou paralelamente, o exercício profissional vai enriquecendo o acervo cultural daquele que investe, no experimento, as dúvidas e desafios do cotidiano clínico.

Experimento e clínica são, pois, indissociáveis, no ensino, na pesquisa e no exercício profissional. Os princípios éticos são os mesmos, respeitados os específicos para o ser humano. Esse caminho deveria ser o exigido, senão obrigatório, para todo o cirurgião.

Treinamento em bonecos, cadáveres, animais de porte pequeno e até grande. Quais as vantagens? Aprender a respeitar o animal e lembrar-se de que há princípios éticos, também, controlando esse exercício; adestramento mais descontraído; estímulo à investigação, além do simples treinamento técnico, menor tempo para preparo psico-motor, pois há possibilidade de intensificá-lo; benefício para o doente quando o cirurgião mudar para a atividade clínica; compromisso e hábito de retornar à experimentação quando houver dúvida clínica; postura mais amena desde que o trato com o animal pequeno treina o profissional em atitudes delicadas e trato menos traumático com os tecidos porque se inicia no tecido jovem e delicado.

O vínculo experimental à cirurgia é indissociável.

Repetindo a mensagem do Prof. Alcino adaptada ao nosso evento:

De 30 de abril a 4 de maio de 2003 no Centro de Convenções da Associação Médica de Minas Gerais acontece o 8º Congresso Nacional da SOBRADPEC integrado a mais um tradicional Cirurgia 2003. As bases estratégicas do evento terão como objetivos: a qualidade científica nos Caminhos do Cirurgião Geral e a Interação Clínico-Experimental.

"Os avanços e as novidades serão bem-vindos e o turismo será oferecido nos horários neutros. Minas Gerais, com seus ipês, suas montanhas, suas riquezas minerais e seus rios caudalosos que irrigam grande parte do Brasil, os recebe, os acolhe, os abraça e lhes agradece pela visita, participação e colaboração."

É com grande satisfação que recebemos os convidados e participantes do 8º.Congresso Nacional da SOBRADPEC promovido pela Regional de Minas Gerais. Felicito o Professor Cirênio de Almeida Barbosa Presidente da Regional de Minas Gerais da SOBRADPEC e as Comissões pelo trabalho intenso e dedicado, oferecendo um programa de conteúdo científico atualizado. Cabe-me em nome da SOBRADPEC saudar cordialmente todos os Congressistas, dando as boas vindas aos Presidentes das nossas 22 Regionais e seus respectivos integrantes. A nossa identidade científica e cultural tem se afirmado e assumido papel de extrema relevância no País tendo como o seu carro chefe a Revista ACTA CIRÚRGICA BRASILEIRA. Este Suplemento é dedicado aos resumos dos trabalhos de Cirurgia Experimental realizados nos principais Centros de Investigação em Cirurgia existentes no País e apresentados no evento. Poderá servir de fonte de informações e sugestões para a execução de modelos experimentais viáveis em nosso País além de servir de estímulo para a instalação de novos núcleos de pesquisa em Cirurgia.

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License