SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 issue1OS ANARQUISTAS: DUAS GERAÇÕES DISTANCIADASPLANOS DA COGNIÇÃO E PROCESSOS CULTURAIS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070On-line version ISSN 1809-4554

Tempo soc. vol.1 no.1 São Paulo Jan./June 1989

http://dx.doi.org/10.1590/ts.v1i1.83333 

Articles

AS CIÊNCIAS SOCIAIS E A PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO

Aparecida Joly Gouveia* 

*Professora Titular do Departamento de Sociologia- FFLCH-USP.

RESUMO

Focaliza-se neste artigo a participação das Ciências Sociais na pesquisa brasileira sobre a educação a partir da década de cinqüenta, quando esse campo de estudos encontrou condições favoráveis no clima criado pelo desenvolvimentismo. Desde então, afetadas em certa medida por mudanças no panorama político nacional mas influenciadas também por movimentos de idéias surgidos em outros países, a temática e a orientação teórico-metodológica das pesquisas sofreram alterações ao longo do tempo, acentuandose em certos períodos a preponderância de determinados temas ou a hegemonia de um ou outro paradigma. Dentre as ciências sociais, a sociologia é a que mais se tem aplicado ao estudo da educação . Embora de várias maneiras a escolarização - principal objeto das pesquisas realizadas - possa ser afetada pela atuação do Estado, raras são as que têm sido realizadas por cientistas políticos.

Palavras-Chave: Pesquisa sobre Educação - Brasil; sociologia da educação: temas e métodos

ABSTRACT

An attempt is made to trace the presence of social sciences paradigms in Brazilian educational research. Starting from studies made in the fifties when this field flowered, under the influence of development theories, certain changes in themes and theoretical orientantions leading to the predominance of different paradigms can be detected. As suggested, the observed changes are explained both by certain events in the national political scenery and ideas spread from international organizations or French and American academic centres. As to the presence of the distinct academic fields, sociology comes first alI along the time, some use has been made of anthropological research methods. Although schooling - a main research subject - is affected to a large extend by government policies very few political scientists engage in studies about education.

Key words: Educational research - Brazil; Sociology of Education; themes and methods

Texto completo disponível em PDF.

1Nessa época foram realizadas pesquisas como as de Pereira (1967), Foracchi (1965), Borges Pereira (1969), entre outros.

2As características de tal preocupação e da metodologia empregada encontram-se no trabalho de Gouveia (1968), um dos primeiros do gênero.

3V., a propósito, o estudo de Schneider (1977), autora com formação antropológica.

4A “Nova Sociologia da Educação” não tem tido a ressonância que, em diferentes momentos, tiveram idéias vindas da França ou dos Estados Unidos.

5V. a propósito desse interesse os trabalhos de Brandão (1984, 1985).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICA

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos do Estado . Lisboa, Ed. Presença, 1970. [ Links ]

AZEVEDO, Fernando. Sociologia educacional . São Paulo, Ed. Nacional, 1940. [ Links ]

BEISIGEL, Celso de Ruy. Estado e educação popular . São Paulo, Ed. Pioneira, 1974. [ Links ]

BORGES PEREIRA, João Baptista. A escola secundária numa sociedade em mudança . São Paulo, Ed. Pioneira,1969. [ Links ]

BERGER, Peter. Perspectivas sociológicas . Petrópolis, Ed. Vozes, 1974. [ Links ]

BERGER, Peter & LUCKMAN, Thomas. A construção social da realidade . Petrópolis, Ed. Vozes, 1974. [ Links ]

BOURDIEU, Pierre & PASSERON, Jean Claude. A Reprodução . Rio de Janeiro, Ed. Francisco Alves, 1975. [ Links ]

BOWLES, Samuel. Unequal education and the reproduction of the social division of labor. In: DALE, R. et alii.Schooling and Capitalism.London, Routledge and Kegan Paul Ltd.,1976. [ Links ]

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Saber e Ensinar . Campinas, S.P., Ed. Papirus Livraria, 1984. [ Links ]

______.A educação como cultura. São Paulo, Ed. Brasiliense, 1985. [ Links ]

CARDOSO, Irene R.A Universidade da Comunhão Paulista . São Paulo, Ed. Cortez, 1982. [ Links ]

CARDOSO, Fernando Henrique & IANNI, Octavio. As exigências educacionais do processo de industrialização.Revista Brasiliense, São Paulo,26,1959. [ Links ]

CUNHA, Luiz Antonio R. da.A universidade temporã; o ensino superior da Colônia à era de Vargas . Rio de Janeiro, Ed. Civilização Brasileira, 1980. [ Links ]

______. A universidade crítica: o ensino superior na República Populista . Rio de Janeiro, Ed. Francisco Alves, 1983. [ Links ]

DREEBEN, Robert & GERDY, Donald. Sociology of education. In: DAIGHTON, Lee, ed.The encyclopedia of education . New York, The Macmillan Co. and the Free Press, 1971. [ Links ]

DURKHEIM, Emile.Educação e sociologia . Trad. Lourenço Filho. São Paulo, Ed. Melhoramentos, 1955. [ Links ]

______.L’évolution pedagogique en France. Paris, P.U.F., 1969. [ Links ]

DURKHEIM, Emile. L'lducarion morale. Paris, Ed. Félix Alcan, 1925. [ Links ]

ESTABLET, Roger. A Escola. Tempo Brasileiro, 35, 1973. [ Links ]

FERNANDES, Florestan. Educação e sociedade no Brasil. São Paulo, Ed. Dominus, 1966. [ Links ]

GOFFMAN, Erwin. Manicômios, prisões e conventos. São Paulo, Ed. Perspectiva. 1975. [ Links ]

______. A apresentação do eu na vida cotidiana. Rio de Janeiro, Ed. Vozes, 1975. [ Links ]

GOUVEIA, Aparecida Joly. Ensino médio e desenvolvimento. São Paulo, Ed. Melhoramentos. s/d. [ Links ]

______. Orientações teórico-metodológicas da sociologia da educação no Brasil. Cadernos de Pesquisa, 55, 1985. [ Links ]

HENRIOT, Agnès. Approaches ethnographiques en sociologie de l'éducation; l'école et la communité, l'establissement scolaire. Révue Française de Pedagogie, 78, 1987. [ Links ]

ISAMBERT-JAMATI, Vivianne. Que devient la sociologie de l'éducation en France. Comunicação apresentada no Seminário Internacional de Sociologia da Educação. [ Links ]

FORACCHI , Marialice M. Os estudantes e a transformação da sociedade brasileira. São Paulo, Ed. Nacional, 1965. [ Links ]

LUDKE, Menga A. Tendências e potencialidades da pesquisa em educação no Brasil. In: Anais do II Seminário Regional da Sociedade Brasileira de Educação Comparada-Região Sudeste. São Paulo, 1987. [ Links ]

PAIVA, Vanilda. Educação popular e educação de adultos. São Paulo, Ed. Pioneira, 1974. [ Links ]

PEREIRA, Luiz. A escola numa área metropolitana. São Paulo, Ed. Pioneira, 1967. [ Links ]

SCHNEIDER, Doroth. Alunos excepcionais: um estudo de caso de desvio. In: VELHO, Gilberto. Desvio e Divergência. Rio, Ed. Zahar, 1977. [ Links ]

TOURAINE, Alain. Le Retour de l'Auteur. Paris, Ed. Fayard, 1984. [ Links ]

TROTTIER, Claude. La nouvelle sociologie de l'éducation en Grande-Bretagne. Revue Française de Pedagogie, 78, 1987. [ Links ]

WALLER, Willard. The sociology of teaching. New York, John Willey and Sons, 1967. [ Links ]

WOLFF, Karl. Fenomenologia e sociologia. In: BOTTOMORE, T. & NISBET, Robert. História da análise sociológica. Rio de Janeiro, Ed. Zahar, 1980. [ Links ]

YOUNG. Michael F. D. Knowledge and control. London. Collier-Macmillan, 1971. [ Links ]

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.