SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número32Demodiversidade: imaginar novas possibilidades democráticas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352versão On-line ISSN 2178-4884

Rev. Bras. Ciênc. Polít.  no.32 Brasília maio/ago. 2020  Epub 17-Out-2019

https://doi.org/10.1590/0103-335220192904e 

Corrige o artigo: 10.1590/0103-335220192904

Errata

ERRATA: The effectiveness of the parliamentary front on sport in the Brazilian National Congress between the World Cup and the Olympic Games


No artigo The effectiveness of the parliamentary front on sport in the Brazilian National Congress between the World Cup and the Olympic Games, com número de DOI: 10.1590/0103-335220192904, publicado no periódico Revista Brasileira de Ciência Política, n29:121-154, disponível em http://dx.doi.org/10.1590/0103-335220192904,

na página 121 (e no cabeçalho das demais páginas)

Onde se lia:

“Adriano Nervo Codato”

Leia-se:

“Adriano Codato”

na página 121

Onde se lia:

(Gould 1989; Burt; Ansell et al., 2016).

Leia-se:

(Gould 1989; Burt, 1995; Ansell et al., 2016).

na página 122, nota de rodapé 4

Onde se lia:

“(Carta Capital 2015; Globo 2015; Câmara dos Deputados 2015)”

Leia-se:

“(Carta Capital 2015; Câmara dos Deputados 2015)”

na página 123

Onde se lia:

“...methodological nature of them made by Silveira & Silva (2019) that sought to identify...”

Leia-se:

“...methodological nature of them made by Silva & Araújo (2019) that sought to identify...”

na página 125

Onde se lia:

“(Bueno, 2008:248; Paulo 2012; Cruz, 2014; Damato & Resende 2014; Rebello & Cruz, 2014; Silva, 2013; Sampaio, 2014)”

Leia-se:

“(Bueno, 2008:248; Cruz, 2014; Guimarães, 2014; Rebello & Cruz, 2014; Silva, 2013)”

na página 134

Onde se lia:

“Coradini (2010) Coradini´s finding (2010: p.249)”

Leia-se:

“Coradini´s finding (2010: p.249)”

na página 138

Onde se lia:

“(Cruz, 2014; Damato & Resende, 2014; Rebello; Sampaio, 2014)”

Leia-se:

“(Cruz, 2014; Damato & Resende, 2014; Guimarães, 2014; Rebello & Cruz, 2014)”

na página 140, nota de rodapé 11

Onde se lia:

“ ...concerning deputies (see note 16).”

Leia-se:

“ ...concerning deputies.”

na página 147

Onde se lia:

“(Bombig, 2014; Sampaio, 2014)”

Leia-se:

“(Bombig, 2001)”

na seção References (página 148 a 153)

Onde se lia:

“ANSELL, C.; BICHIR, R.; ZHOU, S. Who Says Networks, Says Oligarchy? Oligarchies as “Rich Club” Networks. Connections, v. 35, n. 2, p. 20-32, 2016. Disponível em: <http://insna.org/connections/v35/v35_2_2.html>.

BALESTRIN, A.; VARGAS, L. M. A dimensão estratégica das redes horizontais de PMEs: teorizações e evidências. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. spe, p. 203-227, 2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552004000500011&lng=pt&tlng=pt>.

BOMBIG, J. A. CPI da CBF/Nike termina sem relatório. Folha de S.Paulo, 14. jun. 2001. São Paulo. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk1406200137.htm>.

BUENO, L. Políticas publicas do esporte no Brasil: razões para o predomínio do alto rendimento, 2008. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10438/2493%0A>.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Ato da Mesa no69 de 10/11/2005. Brasília: Diário da Câmara dos Deputados - Suplemento - B, 2005.

CASCIONE, S. R. S. Institucionalização e influência das frentes parlamentares no Congresso brasileiro, 2018. Universidade de Brasília. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/31903/1/2018_SilvioRicardoSilvaCascione.pdf>.

CERVI, E. U. Análise de elites em perspectiva relacional: a operacionalização da análise de redes sociais (ARS). In: R. Perissinotto; A. Codato (Orgs.); Como estudar elites. p.95-118, 2015. Curitiba: Editora UFPR.

CODATO, A.; BOLOGNESI, B.; ROEDER, K. M. A nova direita brasileira: uma análise da dinâmica partidária e eleitoral do campo conservador. In: S. V. e Cruz; A. Kaysel; G. Codas (Orgs.); Direita, volver! : o retorno da direita e o ciclo político brasileiro. p.115-143, 2015. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo.

CORADINI, O. L. Frentes parlamentares, representação de interesses e alinhamentos políticos. Revista de Sociologia e Politica, v. 18, n. 36, p. 241-256, 2010.

CRUZ, J. Quem é quem na “bancada da bola”. Disponível em: <https://josecruz.blogosfera.uol.com.br/2014/05/quem-e-quem-na-bancada-da-bola-2/>.

DACOSTA, L. P. Instalações esportivas por estado. In: L. P. DaCOSTA (Org.); Atlas do Esporte no Brasil. p.5.27-5.29, 2006a. Rio de Janeiro.

DACOSTA, L. P. Clubes esportivos e recreativos. In: L. P. DaCOSTA (Org.); Atlas do Esporte no Brasil. p.6.7-6.12, 2006b. Rio de Janeiro.

DEPUTADOS, C. DOS. Diário da Câmara dos Deputados. Diário da Câmara dos Deputados, 2005.

Em sua maioria, Bancada da Bola é reprovada nas urnas. .O Estado de S. Paulo, 8. out. 2012. São Paulo. Disponível em: <https://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,em-sua-maioria-bancada-da-bola-e-reprovada-nas-urnas,942507> .

Entenda o escândalo da Fifa e da CBF.Carta Capital, 27. maio 2015. São Paulo. Disponível em: <https://www.cartacapital.com.br/sociedade/entenda-o-escandalo-da-fifa-e-da-cbf-4139/>.

GOULD, R. V. Power and social structure in community elites. Social Forces, v. 68, n. 2, p. 531-552, 1989. Disponível em: <http://sf.oxfordjournals.org/content/68/2/531.short>. Acesso em: 22/4/2012.

GRANJEIA, J. Escândalo da Fifa envolve J. Hawilla e contrato da CBF com empresa americana. O Globo, 27. maio 2015. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/esportes/escandalo-da-fifa-envolve-hawilla-contrato-da-cbf-com-empresa-americana-16272765>.

GUIMARÃES, C. CBF remonta bancada da bola em Brasília. LANCE !, 23. maio 2012. São Paulo. Disponível em: <http://blogs.lance.com.br/deprima/2012/05/23/cbf-remonta-bancada-da-bola-em-brasilia/>.

INTINI, J. M.; FERNANDES, U. F. Bancada Ruralista: a face politica do agronegócio. Revista da ABRA, p. 70-86, 2013.

LOPES, N. A. A Frente Parlamentar Evangélica e sua atuação na Câmara dos Deputados, dez. 2013. Brasília - DF, Brasil: Universidade de Brasília (UnB). Disponível em: <http://bdm.unb.br/bitstream/10483/7140/1/2013_NoemiAraujoLopes.pdf>. Acesso em: 13/4/2016.

MACHADO, M. Doação ou investimento? : a atuação legislativa dos parlamentares da bancada ruralista e a questão do financiamento de campanhas, 2013. Brasilia: Universidade de Brasilia. Disponível em: <http://bdm.unb.br/handle/10483/7449>. .

‘Marin e Del Nero tinham que estar presos’, diz Romário. .Exame, 9. jul. 2014. São Paulo. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/marin-e-del-nero-tinham-que-estar-presos-diz-romario/>. .

MENDES, A. Política pública de esporte: considerações sobre gestão, instituições políticas e método de pesquisa no Brasil. Revista Intercontinental de Gestão Desportiva, v. 3, n. Suplemento 1, p. 1-19, 2013. Disponível em: <http://www.revista.universo.edu.br/index.php?journal=gestaoesportiva&page=article&op=view&path%5B%5D=1067&path%5B%5D=781>. .

MENDES, A.; CODATO, A. Institutional System of the State and Public Policy: The Structure of Sports Management in Brazil. 14th Annual International Conference on Sports: Economic, Management, Marketing & Social Aspects. Anais... . p.1-37, 2014. Atenas: Athens Institute for Education and Research. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/322048836_Institutional_System_of_the_State_and_Public_Policy_The_Structure_of_Sports_Management_in_Brazil>. .

PERRONE, R. Deputado fala em receita anual de R$ 1 bi para clubes com lei polêmica. UOL Esporte, 22. nov. 2013. São Paulo. Disponível em: <https://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2013/11/deputado-fala-em-receita-anual-de-r-1-bi-para-clubes-com-lei-polemica/>. .

REBELLO, A.; CRUZ, J. “Bancada da Bola” faz pressão e tira CBF de projeto sobre dívida dos times. UOL Esporte, 29. abr. 2014. São Paulo. Disponível em: <https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2014/04/29/bancada-da-bola-faz-pressao-e-tira-cbf-de-projeto-sobre-divida-dos-times.htm>. .

Relator da MP do Futebol (Otávio Leite do PSDB/RJ) comenta escândalo envolvendo FIFA e CBF. ., 29. maio 2015. Brasil: TV Câmara. Disponível em: <https://www2.camara.leg.br/camaranoticias/tv/materias/PALAVRA-ABERTA/489129-RELATOR-DA-MP-DO-FUTEBOL-COMENTA-ESCANDALO-ENVOLVENDO-FIFA-E-CBF.html>. Acesso em: 21/5/2016.

SENA, V. P. Frentes parlamentares proliferam no Legislativo Federal. Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, 4. jun. 2007. Brasília. Disponível em: <http://www.diap.org.br/index.php/noticias/artigos/5464-frentes-parlamentares-proliferam-no-legislativo-federal>. .

SILVA JR., J. A. DA; FIGUEIREDO FILHO, D. B.; PARANHOS, R.; ROCHA, E. C. DA. Quem controla o Legislativo? A ocupação de cargos de comando na Câmara dos Deputados. Paraná Eleitoral, v. 2, n. 2, p. 283-308, 2013. Curitiba.

SILVA, R. S. E; ARAÚJO, S. M. V. G. DE. Representações políticas alternativas no Congresso Nacional: uma proposta conceitual para compreender as Frentes Parlamentares. RDU, v. 16, n. 88, p. 232-256, 2019.

SILVA, T. M. DA. A bancada da bola no legislativo carioca: concepções, evidências e estratégias de uma representação singular, 2013. Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10438/10689>.

STONE, L. Prosopography. Daedalus, v. 100, n. 1, p. 46-79, 1971. Disponível em: <www.jstor.org/stable/20023990>.

VIGNA, E. Bancada Ruralista: um grupo de interesse. Argumento, , n. 8, p. 1-52, 2001. Brasilia: Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC). Disponível em: <https://docplayer.com.br/35656203-Issn-bancada-ruralista-um-grupo-de-interesse-edelcio-vigna.html>.

VIGNA, E. Bancada ruralista : o maior grupo de interesse no Congresso Nacional. Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC), v. Ano VII, n. 12, p. 1-16, 2007.

WASSERMAN, S.; FAUST, K. Social Network Analysis. Methods and Applications. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

Leia-se agora :

"ANSELL, C.; BICHIR, R.; ZHOU, S. Who Says Networks, Says Oligarchy? Oligarchies as “Rich Club” Networks. Connections, v. 35, n. 2, p. 20-32, 2016. Disponível em: <http://insna.org/connections/v35/v35_2_2.html> .

BALESTRIN, A.; VARGAS, L. M. A dimensão estratégica das redes horizontais de PMEs: teorizações e evidências. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. spe, p. 203-227, 2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552004000500011&lng=pt&tlng=pt>.

BOMBIG, J. A. CPI da CBF/Nike termina sem relatório. Folha de S.Paulo, 14. jun. 2001. São Paulo. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk1406200137.htm> .

BUENO, L. Políticas publicas do esporte no Brasil: razões para o predomínio do alto rendimento, 2008. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10438/2493%0A>.

BURT, R.S. Structural holes: the social structure of competition. Cambridge: Harvard University Press, 1995.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Ato da Mesa no69 de 10/11/2005. Brasília: Diário da Câmara dos Deputados - Suplemento - B, 2005.

CÂMARA DOS DEPUTADOS Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a apurar a regularidade do contrato celebrado entre a CBF e a Nike. 2001. Available at: http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-temporarias/parlamentar-de-inquerito/51-legislatura/cpinike/informacoes-sobre-a-cpi. Accessed at: 02 january 2016.

CÂMARA DOS DEPUTADOS, 2005b. Diário da Câmara dos Deputados, Year LX, Issue 197, p.237

CASCIONE, S. R. S. Institucionalização e influência das frentes parlamentares no Congresso brasileiro, 2018. Universidade de Brasília. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/31903/1/2018_SilvioRicardoSilvaCascione.pdf>. .

CERVI, E. U. Análise de elites em perspectiva relacional: a operacionalização da análise de redes sociais (ARS). In: R. Perissinotto; A. Codato (Orgs.); Como estudar elites. p.95-118, 2015. Curitiba: Editora UFPR.

CHASERANT, C. Cooperation, contracts and social networks: From a bounded to a procedural rationality approach. Journal of Management and Governance, v. 7, n. 2, p. 163-186, 2003

CODATO, A.; BOLOGNESI, B.; ROEDER, K. M. A nova direita brasileira: uma análise da dinâmica partidária e eleitoral do campo conservador. In: S. V. e Cruz; A. Kaysel; G. Codas (Orgs.); Direita, volver! : o retorno da direita e o ciclo político brasileiro. p.115-143, 2015. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo.

CORADINI, O. L. Frentes parlamentares, representação de interesses e alinhamentos políticos. Revista de Sociologia e Politica, v. 18, n. 36, p. 241-256, 2010.

CRUZ, J. Quem é quem na “bancada da bola”. Disponível em: <https://josecruz.blogosfera.uol.com.br/2014/05/quem-e-quem-na-bancada-da-bola-2/> .

DACOSTA, L. P. Instalações esportivas por estado. In: L. P. DaCOSTA (Org.); Atlas do Esporte no Brasil. p.5.27-5.29, 2006a. Rio de Janeiro.

DACOSTA, L. P. Clubes esportivos e recreativos. In: L. P. DaCOSTA (Org.); Atlas do Esporte no Brasil. p.6.7-6.12, 2006b. Rio de Janeiro.

Em sua maioria, Bancada da Bola é reprovada nas urnas. .O Estado de S. Paulo, 8. out. 2012. São Paulo. Disponível em: <https://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,em-sua-maioria-bancada-da-bola-e-reprovada-nas-urnas,942507>. .

Entenda o escândalo da Fifa e da CBF. .Carta Capital, 27. maio 2015. São Paulo. Disponível em: <https://www.cartacapital.com.br/sociedade/entenda-o-escandalo-da-fifa-e-da-cbf-4139/>. .

GOULD, R. V. Power and social structure in community elites. Social Forces, v. 68, n. 2, p. 531-552, 1989. Disponível em: <http://sf.oxfordjournals.org/content/68/2/531.short>. Acesso em: 22/4/2012.

GRANJEIA, J. Escândalo da Fifa envolve J. Hawilla e contrato da CBF com empresa americana. O Globo, 27. maio 2015. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/esportes/escandalo-da-fifa-envolve-hawilla-contrato-da-cbf-com-empresa-americana-16272765>. .

GUIMARÃES, A.S. A bolsa-atleta eleva o desempenho de seus beneficiários? Análise do período 2005-2008 (Technical Report of Legislative Consulting in Brazilian National Congress). Brasilia: Senado Federal, 2009.

GUIMARÃES, C. CBF remonta bancada da bola em Brasília. LANCE !, 23. maio 2012. São Paulo. Disponível em: <http://blogs.lance.com.br/deprima/2012/05/23/cbf-remonta-bancada-da-bola-em-brasilia/>. .

HIRATA, E. A Mercantilização do Futebol e os subterrâneos da Legislação Esportiva Brasileira (1980-2010). In Anais do XXVI Simpósio Nacional de História - ANPUH. São Paulo: Associação Nacional de História (ANPUH), 2011, pp. 1-13.

INTINI, J. M.; FERNANDES, U. F. Bancada Ruralista: a face politica do agronegócio. Revista da ABRA, p. 70-86, 2013.

LEÃO JÚNIOR, F.P. de S. Corporativismo e conflitos na gestão do futebol brasileiro. Mediação, v. 5, n. 4, p. 31-51, 2004

LOPES, N. A. A Frente Parlamentar Evangélica e sua atuação na Câmara dos Deputados, dez. 2013. Brasília - DF, Brasil: Universidade de Brasília (UnB). Disponível em: <http://bdm.unb.br/bitstream/10483/7140/1/2013_NoemiAraujoLopes.pdf>. Acesso em: 13/4/2016.

MACHADO, M. Doação ou investimento? : a atuação legislativa dos parlamentares da bancada ruralista e a questão do financiamento de campanhas, 2013. Brasilia: Universidade de Brasilia. Disponível em: <http://bdm.unb.br/handle/10483/7449>.

MASQUIETTO, C. D.; SACOMANO NETO, M.; GIULIANI, A. C. Centralidade e Densidade em Redes de Empresas: um estudo no arranjo produtivo local do álcool. RAI - Revista de Administração e Inovação, v. 8, n. 1, p. 122-147, 2011.

MENDES, A. Política pública de esporte: considerações sobre gestão, instituições políticas e método de pesquisa no Brasil. Revista Intercontinental de Gestão Desportiva, v. 3, n. Suplemento 1, p. 1-19, 2013. Disponível em: <http://www.revista.universo.edu.br/index.php?journal=gestaoesportiva&page=article&op=view&path%5B%5D=1067&path%5B%5D=781>. .

MENDES, A.; CODATO, A. Institutional System of the State and Public Policy: The Structure of Sports Management in Brazil. 14th Annual International Conference on Sports: Economic, Management, Marketing & Social Aspects. Anais... . p.1-37, 2014. Atenas: Athens Institute for Education and Research. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/322048836_Institutional_System_of_the_State_and_Public_Policy_The_Structure_of_Sports_Management_in_Brazil>. .

MESQUITA, R. B. DE; LANDIM, F. L. P.; COLLARES, P. M.; LUNA, C. G. DE. Análise de redes sociais informais: aplicação na realidade da escola inclusiva. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 12, n. 26, p. 549-562, 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832008000300008&lng=pt&tlng=pt>

PERRONE, R. Deputado fala em receita anual de R$ 1 bi para clubes com lei polêmica. UOL Esporte, 22. nov. 2013. São Paulo. Disponível em: <https://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2013/11/deputado-fala-em-receita-anual-de-r-1-bi-para-clubes-com-lei-polemica/>. .

REBELLO, A. & CRUZ, J., 2014. “Bancada da Bola” faz pressão e tira CBF de projeto sobre dívida dos times. Coluna UOL Esporte Futebol. Available at: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2014/04/29/bancada-da-bola-faz-pressao-e-tira-cbf-de-projeto-sobre-divida-dos-times.htm. Accessed at: 02 january 2016. .

Relator da MP do Futebol (Otávio Leite do PSDB/RJ) comenta escândalo envolvendo FIFA e CBF. ., 29. maio 2015. Brasil: TV Câmara. Disponível em: <https://www2.camara.leg.br/camaranoticias/tv/materias/PALAVRA-ABERTA/489129-RELATOR-DA-MP-DO-FUTEBOL-COMENTA-ESCANDALO-ENVOLVENDO-FIFA-E-CBF.html>. Acesso em: 21/5/2016.

RIBEIRO, H.C.M. & CORRÊA, R.,. Redes Sociais: um estudo em uma instituição de ensino superior privado. Revista Metropolitana de Sustentabilidade, vol. 3, n. 2, p.110-128, 2013.

SENA, V. P. Frentes parlamentares proliferam no Legislativo Federal. Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, 4. jun. 2007. Brasília. Disponível em: <http://www.diap.org.br/index.php/noticias/artigos/5464-frentes-parlamentares-proliferam-no-legislativo-federal>. .

SILVA JR., J. A. DA; FIGUEIREDO FILHO, D. B.; PARANHOS, R.; ROCHA, E. C. DA. Quem controla o Legislativo? A ocupação de cargos de comando na Câmara dos Deputados. Paraná Eleitoral, v. 2, n. 2, p. 283-308, 2013. Curitiba.

SILVA, R. S. E; ARAÚJO, S. M. V. G. DE. Representações políticas alternativas no Congresso Nacional: uma proposta conceitual para compreender as Frentes Parlamentares. RDU, v. 16, n. 88, p. 232-256, 2019.

SILVA, T. M. DA. A bancada da bola no legislativo carioca: concepções, evidências e estratégias de uma representação singular, 2013. Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10438/10689>. .

STONE, L. Prosopography. Daedalus, v. 100, n. 1, p. 46-79, 1971. Disponível em: <www.jstor.org/stable/20023990>.

TICHY, N. M.; TUSHMAN, M. L.; FOMBRUN, C. Social Network Analysis For Organizations. Academy of Management Review, v. 4, n. 4, p. 507-519, 1979.

TOMAÉL, M. I.; MARTELETO, R. M. Redes sociais: posições dos atores no fluxo da informação. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 11, n. 1, p. 75-91, 2007. Disponível em: <http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/342>.

VERONEZ, L.F.C., 2005. Quando o Estado joga a favor do privado: as políticas de esporte após a Constituição federal de 1988 (Doctoral Dissertation in Physical Education). Campinas: Universidade Estadual de Campinas.

VIGNA, E. Bancada Ruralista: um grupo de interesse. Argumento, , n. 8, p. 1-52, 2001. Brasilia: Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC). Disponível em: <https://docplayer.com.br/35656203-Issn-bancada-ruralista-um-grupo-de-interesse-edelcio-vigna.html>. .

VIGNA, E. Bancada ruralista : o maior grupo de interesse no Congresso Nacional. Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC), v. Ano VII, n. 12, p. 1-16, 2007.

VOGEL, L.H. As frentes parlamentares e a cultura política em defesa dos direitos humanos (Technical Report of Legislative Consulting in Brazilian National Congress). Brasília: Câmara dos Deputados, 2005.

WASSERMAN, S.; FAUST, K. Social Network Analysis. Methods and Applications. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

WOLF, F. O comportamento dos deputados na Câmara Federal : uma abordagem de redes sociais. (Master Dissertation in Political Science). Brasília: Universidade de Brasilia, 2008.

ZURBRIGGEN, C. El institucionalismo centrado en los actores: Una perspectiva analítica en el estudio de las políticas públicas. Revista de Ciencia Política, v. 26, n. 1, p. 67-83, 2006."

na página 153 (Abstract)

Onde se lia:

“...inaugurating a method and a theory to study effectiveness and centrality of this kind of institution”

Leia-se:

“inaugurating a method to study effectiveness and centrality of this kind of institution”

na página 153 (Keywords)

Onde se lia:

Keywords: sport policy, political institutions, political clout, prosopography, factorial analysis, network analysis.”

Leia-se:

Keywords: sport policy, parliamentary fronts, political influence, prosopography, network analysis.”

na página 154 incluir as seções Resumo e Palavras-chave

Resumo

Frentes Parlamentares (FP) são instituições suprapartidárias no Congresso Nacional (CN) que visam exercer influência política sobre políticas relativas a um assunto específico. Embora ainda pouco estudadas, as FP proliferaram e seu número atingiu o pico na 54ª legislatura (2011-2015) com 210 Frentes. Neste artigo, analisamos a eficácia da Frente Parlamentar Mista do Esporte (FPE), que compreende 198 deputados federais (de 513) e 8 senadores (de 81). Como método, combinamos análise prosopográfica de seus membros, análise de rede formada pelas áreas de tomada de decisão, análise de sua influência política na legislação esportiva. Nossos resultados indicam uma rede composta principalmente por partidos de direita e políticos profissionais, o que sugere um forte potencial de influência política. Quatro constructos teóricos, a partir de suas características de perfil, foram correlacionados com a centralidade da rede, o que mostrou que o conhecimento e a especialização política eram fatores cruciais. Encontramos 8 membros centrais, reforçando argumentos da literatura que propunha a existência de um núcleo operatório dentro das FPs. Em relação à influência na formulação da política esportiva, os representantes pertencentes à FPE foram responsáveis por 94 (61%) propostas do total de 246 projetos de lei apresentados no campo do esporte. Mas eles não foram eficazes na aprovação dessas proposições, embora tenham sido mais eficazes que outras FPs. Essa pesquisa propicia uma melhor compreensão da formulação de políticas em arenas políticas complexas, inaugurando um método para estudar a eficácia e a centralidade desse tipo de instituição.

Palavras-chave: política esportiva, frentes parlamentares, influência política, prosopografia, análise de redes.

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons