SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2Research into legal information sources concerning discriminationThe Hypermedia System "Helping to build the elementary-school research" author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Transinformação

Print version ISSN 0103-3786

Transinformação vol.15 no.2 Campinas May/Aug. 2003

https://doi.org/10.1590/S0103-37862003000200013 

ARTIGOS/ARTICLES

 

Metodologia de Sistemas Flexíveis aplicada a estudos em Ciência da Informação: uma experiência pedagógica

 

The Soft Systems Methodology applied to Information Science studies: A pedagogical experience

 

 

Sely M.S. CostaI

IPhD em Ciência da Informação pela Loughborough University, Inglaterra. Professora Adjunta da UnB. Editora-chefe da Revista de Biblioteconomia de Brasília. Departamento de Ciência da Informação, Universidade de Brasília. Campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte, 70910-900 Brasília, DF, Brasil E-mail: selmar@unb.br

 

 


RESUMO

Este trabalho descreve a aplicação da Metodologia de Sistemas Flexíveis - Soft Systems Methodology a um programa de mudança organizacional no Departamento de Ciência da Informação da Universidade de Brasília. A metodologia em questão foi desenvolvida por Peter Checkland, como alternativa às metodologias de sistemas rígidos, como a pesquisa operacional. Tem sido aplicada nas mais diversificadas situações, entre outras, para projetos relacionados com situações-problema que ocorrem em organizações. Mais recentemente, aplicou-se com freqüência em pesquisas acadêmicas na área de Ciência da Informação, especialmente na Inglaterra, e agora, no Brasil, onde o Soft Systems Methodology foi introduzido como disciplina específica do programa de pós-graduação do Departamento de Ciência da Informação da Universidade de Brasília e da orientação de teses e dissertações. Este trabalho discute a Soft Systems Methodology e seus fundamentos, assim como a experiência de seu ensino na pós-graduação e sua aplicação em problemas da Ciência da Informação. A Soft Systems Methodology consiste de sete estágios e faz uso de ferramentas específicas, sendo fundamentada na abordagem sistêmica, na fenomenologia e na Pesquisa-Ação. Este trabalho descreve ainda, a partir do levantamento bibliográfico sobre o Soft Systems Methodology, a organização do conteúdo programático da disciplina, atendendo a alunos de mestrado e doutorado em Ciência da Informação, e a observação sistemática, tanto das percepções dos alunos e suas reações relativas à disciplina durante todo o período letivo, quanto da aplicação da Soft Systems Methodology em situações-problema reais. Incluem-se na discussão as ações desenvolvidas visando melhor interação entre alunos de graduação, bolsistas do PIBIC, e alunos de pós-graduação do citado departamento, cujo perfil educacional e profissional era variado: Engenharia, Ciência da Computação, Ciência da Informação e Administração. A interação entre graduandos e pós-graduandos levou a uma aproximação efetiva entre os dois âmbitos do depto. A metodologia e sua aplicação no programa acadêmico de Ciência da Informação despertaram grande interesse e motivação, além de contribuir para os conhecimentos da área e para sua interdisciplinaridade - não só pelo corpo teórico em que se baseia, como também pela mencionada diversidade dos alunos. Tal diversidade permitiu criar-se uma variedade de situações em que se aplicou a metodologia. Conclui-se que a Soft Systems Methodology é alternativa viável e adequada ao tratamento de diversos problemas, além de contribuir significativamente ao corpo de conhecimentos da Ciência da Informação.

Palavras-chave: Metodologia de sistemas flexíveis, problemas organizacionais, Ciência da Informação, estudos de pós-graduação, interação graduação e pós-graduação.


ABSTRACT

This paper discusses the Soft Systems Methodology and its fundamentals, as well as the application of the Soft Systems Methodology in a graduate program on organizational change in the Information Science Department at the University of Brasília. The Soft Systems Methodology was developed by Peter Checkland as an alternative to hard systems methodologies, such as operational research. The methodology consists of seven stages and uses specific tools; it's based on a systemic approach, on phenomenology, and hands-on research. It has been applied to the most diverse situations, including problem-situations in organizations. Soft Systems Methodology has also been applied in Information Science' academic research, particularly in England, and now, in Brazil, at University of Brasília, where it was established as a discipline in the Information Science Department's graduate program. To establish such discipline, the first step taken was the bibliographic survey on Soft Systems Methodology, followed by the syllabus development and course organization (taking into account the graduate students, but also including the undergraduate, the ones on PIBIC scholarships). The experience included careful observation of the students' perceptions and reactions to the subject during the given academic term, as well as observation of the Soft Systems Methodology application to real problem-situations. Besides, effective action was taken to improve graduate and undergraduate students' interaction _ resulting in a more effective interaction in the dept. as a whole. Applied to the Information Science academic studies, Soft Systems Methodology contributed to that field of knowledge and to its interdisciplinary connections as well, be it for the methodology's theoretical content itself, be it for the students' variety of educational and professional profiles (Engineering, Computer and Information Sciences, Administration). Such students' diversity allowed for a variety of real situations, on which to apply the Soft Systems Methodology. The methodology raised interest and motivation among students, and proved to be a viable and effective alternative, contributing consistently to the improvement of Information Science knowledge.

Keywords: Soft Systems Methodology, Information Science, graduate studies, organizational problems, undergraduate and graduate interaction, Universidade


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text avaliable only in PDF.

 

 

REFERÊNCIAS

Abdul-Karim, H.S.H. Towards an integrated information system for a pubnlic sector organisation in Brunei Darussalam. Loughborough, 2001. Tese (Doutorado) - Loughborough University, Dep. of Information Science, 2001.         [ Links ]

Checkland, P. Systems thinking, systems practice. Chichester: John Wiley & Sons,1999. p.166.         [ Links ]

Checkland, P.; Scholes, J. Soft systems methodology in action. Chichester: John Wiley & Sons, 1999. p.29.         [ Links ]

Chilvers. H. Managing long-term access to digital data objects: a metadata approach 2000. Tese (Doutorado) - Loughborough University, Dep. of Information Science, 2000.         [ Links ]

Couprie, D. et al. (CI) Soft systems methodology. Available from: <http://sern.ucalgary.ca/courses/seng/613/F97/grp4/ssmfinal.html>. Acess: Jul. 2000.         [ Links ]

Ferrari, F.M. et al. Uma aplicação da soft systems methodology à realidade de uma empresa brasileira. In: SEMEAD. Ensaio de administração geral. Disponível em:<http://www.ead.fea.usp.br/Semead/AdmGeral.htm>. Acesso em: maio 2002.         [ Links ]

Husserl, E. The idea of phenomenology. The Hague: M Nijhoff, 1970.         [ Links ]

Martins, F.M. Aplicação da Metodologia multicritério de apoio à decisão na avaliação de políticas de gerenciamento em uma empresa agrícola. 1996. Dissertação (Mestrado) - Univer-sidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1996.         [ Links ]

Oh, K.M. Electronic networks and information services in South Korean universities. Loughborough, 1997. Tese (Doutorado).         [ Links ]

Pinheiro, S.L.G. O enfoque sistêmico e o desenvolvimento sustentável: uma oportunidade de mudança de abordagem hard system para experiências com soft systems. Disponível em: <http://www.emater.tche.br/docs/agroeco/revista/n2 /08_artigo.htm>. Acesso em: abr. 2002.         [ Links ]

Soares, V.M.S. A soft systems methodology e a pesquisa-ação para projeto. In: Seminário sobre Metodologia de projetos de Extensão. Extensão universitária e Metodologia participativa. Anais... Rio de Janeiro: COPPE/UFRJ, 1998.         [ Links ]

Soares, V.M.S. et al. Técnicas qualitativas e a soft system methodology aliadas ao enfoque sistêmico. Revista de Administração, v.36, n.3, p.95-99, 2001.         [ Links ]

Wilson, B. Systems: concepts, metodologies, and applications. 2.ed. Chichester: John Wiley & Sons, 2000.         [ Links ]

 

 

Recebido em 8/7/2003
Aceito em 8/7/2003

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License