SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue4A quick method for glucose analysis in musts and its measurement in some grape varieties of Rio Grande do Sul, BrazilLettuce seeds production in hydroponic system author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478On-line version ISSN 1678-4596

Cienc. Rural vol.31 no.4 Santa Maria July/Aug. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782001000400024 

ALCACHOFRA: NOVA PLANTA HOSPEDEIRA DE Pratylenchus penetrans NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL

 

ARTICHOKE: Pratylenchus penetrans NEW HOST PLANT IN BRAZIL

 

Carlos Eduardo Rossi1 Ailton Rocha Monteiro2

 

- NOTA -

 

 

RESUMO

Relata-se a ocorrência do nematóide das lesões radiculares, Pratylenchus penetrans em alcachofra no Estado de São Paulo, Brasil. A estimativa da densidade populacional foi 224 espécimes no solo (250cm3) e 720 nas raízes (10g). As plantas atacadas mostravam-se com crescimento reduzido.

Palavras-chave: Cynara scolymus, ocorrência, nematóide.

 

SUMMARY

It is reported the occurrence of lesion nematode, Pratylenchus penetrans on artichoke in the State of São Paulo, Brazil. The population density estimated was 224 specimens in the soil (250cm3) and 720 in the roots (10g). Attacked plants showed growth reduction.

Key words: Cynara scolymus, occurrence, plant-parasitic nematode.

 

 

A alcachofra (Cynara scolymus L. família Asteraceae) é hortaliça perene, cujo cultivo realiza-se em locais de clima ameno. A multiplicação da planta é assexuada e se faz por meio de rebentões (CAMARGO, 1984). As principais espécies de nematóides que a parasitam são as das galhas, Meloidogyne arenaria arenaria (Neal) Chitwood, M. incognita. incognita (Kofoid & White) Chitwood e M. javanica. javanica (Treub) Chitwood, e o reniforme Rotylenchulus reniformis reniformis Linford & Oliveira (GOODEY et al., 1965). No Brasil, CARNEIRO (1992) cita M. arenaria . arenaria e M. javanica que, segundo o autor danificam e comprometem totalmente a produção de três cultivares dessa asterácea no Rio Grande do Sul.

Amostras de solo e de raízes foram coletadas em lavoura de alcachofra 'Roxa-de-São-Roque', situada no município paulista de Campos do Jordão (1630m de altitude), para análise nematológica. Nessa lavoura o produtor havia observado, nos dois últimos anos, queda de produção, apesar de as plantas não apresentarem outros sintomas.

A extração dos nematóides do solo (250cm³) foi feita pelo método de JENKINS (1964) e os das raízes (10g) pelo de Coolen & D'HERDE (1972) sendo, posteriormente, fixados em formalina 4%.

Verificou-se a ocorrência de Pratylenchus penetrans penetrans (Cobb) Sher & Allen estimado em 224 exemplares na alíquota do solo (250cm³) e 720 na das raízes (10g), e Helicotylenchus dihystera dihystera (Cobb) Sher calculado em 480 no solo (250cm3) e 360 nas raízes (10g). O parasitismo por esses nematóides, especialmente por P. penetrans. penetrans, pode ser a causa da queda de produção. A ausência de outros sintomas da nematose talvez se deva ao alto índice (3,9%) de matéria orgânica do solo, que atenua ou mascara os danos.

No Brasil, esse importante nematóide das lesões já havia sido relatado em laranja e cravo (RAHM, 1928; RAHM, 1929), identificação posta em dúvida por LOOF (1960) e não considerada em trabalhos subseqüentes de sua ocorrência no Brasil. Também foi relatado em alho, em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul (CHARCHAR et al., 1980), mandioquinha-salsa em São Paulo (MONTEIRO, 1980), crisântemo em São Paulo (FERRAZ & MONTEIRO, 1983; Silveira et al., 1988), capim-colchão, Digitaria sanguinalis sanguinalis e ervilha em São Paulo (Ferraz & Monteiro, 1983), soja no Rio Grande do Sul (Monteiro & Covolo, 1985) e em uma amostra de pinheiro importada da Alemanha (SILVEIRA et al., 1986).

Como essa planta normalmente se multiplica por rebentões, recomenda-se uma análise prévia das matrizes antes do plantio para se evitar a disseminação do parasito para novas áreas de cultivo. Estudos a respeito da distribuição na área e da patogenicidade do parasito à alcachofra estão sendo realizados. Recomenda-se, ainda, como medidas de controle, a rotação de culturas com Tagetes e a incorporação de compostos orgânicos, tais como cama de frango ou torta de mamona, que ocasionam uma diminuição do nível populacional do nematóide no solo (CORBETT, 1973).

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CAMARGO, L.S. As hortaliças e seu cultivo. Campinas : Fundação Cargill, 1984. 448p.        [ Links ]

CARNEIRO, R.M.D.G. Ocorrência de Meloidogyne javanica e M. arenaria em três cultivares de alcachofra (Cynara scolymus). Nematologia Brasileira, v.16, n.1/2, p.89, 1992.        [ Links ]

CHARCHAR, J.M., HUANG, C.S., MENEZES SOBRINHO, J.A., et al. Nematóides fitoparasitos associados a plantas de alho (Allium sativum L. e Allium ampeloprasum L.) coletadas nos principais Estados produtores do Brasil. Fitopatologia Brasileira, v.5, n.1, p.105-114, 1980.        [ Links ]

COOLEN, W.A., D'HERDE, C.J. A method for the quantitative extraction of nematodes from plant tissue. Ghent : State Agriculture Research Center, 1972. 77p.        [ Links ]

CORBETT, D.C.M. Pratylenchus penetrans. St. Albans: Commonwealth Institute Helminthology, 1973. 4p. (C.I.H. Descriptions of plant-parasitic nematodes, 25).        [ Links ]

FERRAZ, L.C.C.B., MONTEIRO, A.R. Nova ocorrência de Pratylenchus penetrans no Brasil. Revista de Agricultura, v.58, n.4, p.301-303, 1983.        [ Links ]

GOODEY, J.B., FRANKLIN, M.T., HOOPER, D.J. T. Goodey's the nematode parasites of plants catalogued under their hosts. Farnham Royal, England : Commonwealth Agricultural Bureaux, 1965. 214p.        [ Links ]

JENKINS, W.R. A rapid centrifugal-flotation technique for separating nematodes from soil. Plant Disease Reporter, v.48, p.629, 1964.        [ Links ]

LOOF, P.A.A. Taxonomic studies on the genus Pratylenchus (Nematoda). Tijdschrift over Plantenziekten, v.66, p.29-90, 1960.        [ Links ]

MONTEIRO, A.R., Covolo, G. Pratylenchus penetrans parasita soja, Glycine max, no Brasil. Nematologia Brasileira, v.9, p.14, 1985.        [ Links ]

MONTEIRO, A.R. O nematóide Pratylenchus penetrans causa necrose em mandioquinha salsa no Brasil. Reunião Brasileira de Nematologia, v.4, p.59, 1980.        [ Links ]

RAHM, G. Alguns nematodes parasitas e semi-parasitas das plantas culturaes do Brasil. Archivos do Instituto Biologico de Defesa Agricola e Animal, v.1, p.239-252, 1928.        [ Links ]

RAHM, G. Nematodes parasitas e semi-parasitas de diversas plantas culturaes do Brasil. Archivos do Instituto Biologico de Defesa Agricola e Animal, v.2, p.67-136, 1929.        [ Links ]

SILVEIRA, S.G.P., Curi, S.M., Toledo, A.C.D. Ocorrência do nematóide Pratylenchus penetrans em solo de crisântemo no Estado de São Paulo. Fitopatologia Brasileira, v.13, n.1, p.71-72, 1988.        [ Links ]

 

 

1Engenheiro Agrônomo, Mestre em Ciências, Pesquisador Científico II, Centro Experimental do Instituto Biológico, C.P. 70, 13001-970, Campinas, SP. E-mail: crossi@biologico.br. Autor para correspondência.

2Engenheiro Agrônomo, Doutor em Ciências, Professor Titular Aposentado, Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia Agrícola, ESALQ/USP, C.P. 09, 13418-900, Piracicaba, SP. E-mail: armontei@carpa.ciagri.usp.br.

Recebido para publicação em 18.07.00.  Aprovado em 01.11.00

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License