SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
Researchers test effectiveness of the use of the Carbon Management Index through the application of physical density fractionation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Cienc. Rural vol.44 no.5 Santa Maria May 2014

 

Pesquisa realiza mapeamento da produção científica gaúcha em Ciências Agrárias na base de dados Web of Science

 

 

Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, demonstraram que a produção científica gaúcha em Ciências Agrárias indexada na base de dados Web of Science (WoS) apresentou um crescimento de 518,4% no período de 2000 a 2010, passando de 179 documentos em 2000 para 1.107 em 2010. O estudo foi publicado no periódico Ciência Rural, v.44, n.5, de maio de 2014.

Para chegar a tais resultados, os pesquisadores analisaram 6.617 documentos indexados na base de dados Web of Science no período de 2000 a 2010. Eles identificaram tipos de publicações (artigos, anais de eventos, revisões, etc.) assim como idiomas e revistas mais utilizados pelos pesquisadores para a divulgação de suas investigações. Com a análise, foi possível observar, por exemplo, a evolução anual da produção e a lista de instituições de ensino e pesquisa mais produtivas.

Os resultados mostram que os artigos científicos corresponderam a 92% do total das publicações. Inglês e português foram os idiomas mais usados e, dentre os 20 periódicos com maior número de publicações, 18 são do Brasil. A revista Ciência Rural liderou o ranking dos periódicos mais utilizados pelos pesquisadores para divulgação de suas investigações.

Para as pesquisadoras Rosely de Andrade Vargas e Samile Andréa de Souza Vanz, o aumento da produção científica gaúcha pode ser explicado em razão de dois fatores: a ampliação do número de revistas brasileiras da grande área na WoS e mudanças na periodicidade das publicações nacionais que, a partir do ingresso na base de dados internacional, aumentou seu número de fascículos editados anualmente.

O trabalho integra um projeto maior, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa em Comunicação Científica da UFRGS, intitulado "A ciência no Rio Grande do Sul: mapeamento da produção e colaboração nos anos de 2000 a 2010". Trata-se de uma investigação pioneira empreendida com o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS). Na prática, os dados dessa primeira pesquisa podem ser úteis para agência de fomento e para instituições na avaliação de sua produção e na elaboração de estratégias para captação de recursos. 

A pesquisa quantitativa, com abordagem bibliométrica, abre caminho para novos estudos sobre a produção e a colaboração científica brasileira em Ciências Agrárias. Conforme as pesquisadoras, a meta é ampliar a investigação, com acréscimo de fontes de informação e análises sobre citações e impacto da produção científica.

 

 

Pesquisadores:
Rosely de Andrade Vargas
E-mail: vargasrosely@yahoo.com.br
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação
Rua Ramiro Barcelos, 2705 Porto Alegre Rio Grande do Sul 90035-006 Brazil
T: 51 3308-5067

Samile Andréa de Souza Vanz
E-mail: samilevanz@terra.com.br
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License