SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
Research tests adjuvants for fungicides on wheat yield author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Cienc. Rural vol.44 no.8 Santa Maria Aug. 2014

 

Press Release

Pesquisadores elaboram escala diagramática para avaliação da severidade do míldio da videira

Amauri Bogo1 

Pesquisador

1UDESC. Av. Madre Benvenuta, 2007, Florianópolis - Santa Catarina, 88.035-001, Brazil. Phone: (48)8801-6268 amauribogo@udesc.br


Pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá, em Maringá, Paraná, da Universidade do Estado de Santa Catarina, em Lages, Santa Catarina, e da Embrapa Semiárido, em Petrolina, Pernambuco, elaboraram e validaram uma escala diagramática para a avaliação da severidade do míldio da videira. O estudo foi publicado no periódico Ciência Rural, v.44, número 8, de agosto de 2014.

Os pesquisadores desenvolveram a escala diagramática com sete níveis de severidade: 1, 3, 6, 12, 25, 50 e 75% nas versões preto-e-branco e em cores. As escalas foram avaliadas e validadas por outros avaliadores com e sem experiência prévia com o míldio da videira. Eles estimaram a severidade em 30 folhas de videira com diferentes níveis de severidade da doença, com e sem experiência no uso da escala diagramática. Os pesquisadores obtiveram severidades mínimas, médias e máximas pela Lei do estímulo visual de Weber-Fechner. Eles analisaram a acurácia e a precisão por meio da regressão linear, confrontando os valores de severidade reais com os estimados.

Os resultados obtidos permitiram a formulação e validação de escala diagramática de avaliação da intensidade do míldio da videira. As escalas proporcionaram bons níveis de acurácia (média 88%) e excelentes níveis de precisão (média de 95%). A escala colorida proporcionou estimativa melhor de precisão e acurácia se comparada à escala preto-e-branco.

Segundo o pesquisador Amauri Bogo, o produto gerado pela pesquisa pode ser utilizado como padrão mundial na avaliação de cultivares e estudos da epidemiologia do míldio da videira. "Antes da elaboração e validação dessa escala, os pesquisadores utilizavam escalas de notas empíricas sem a certeza de estarem ou não avaliando a intensidade da doença com acurácia. Com o desenvolvimento da escala diagramática, esses problemas podem ser minimizados", comenta ele.

Pesquisador: Amauri Bogo

E-mail: amauribogo@udesc.br

UDESC Av. Madre Benvenuta, 2007 Florianópolis Santa Catarina 88.035-001 Brazil Phone: (48)8801-6268