SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
Pitaya peels is promising source of betalains author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Cienc. Rural vol.45 no.2 Santa Maria Feb. 2015

 

Press Release

Pesquisa avalia demanda hídrica da cultura da videira em ambiente protegido

Leonardo Cury da Silva


Pesquisadores do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, em Bento Gonçalves, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, e da Embrapa Clima Temperado, de Pelotas, e Embrapa Uva e Vinho, Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, demonstraram que a plasticultura permite reduzir em 17% a demanda hídrica da cultura da videira sem comprometer a qualidade comercial da uva “Itália” nas condições da Serra Gaúcha. O artigo foi publicado no periódico Ciência Rural, v.45, de fevereiro de 2015.

O estudo teve como objetivos avaliar a maturação tecnológica e as dimensões (diâmetro, comprimento e volume) das bagas de videias cultivadas em ambiente protegido, submetidas a diferentes condições de disponibilidade hídrica no solo e consumo de água. Para isso, os pesquisadores utilizaram plantas de Vitis vinifera L. cv “Itália”, enxertadas sobre 420A, conduzidas em latada descontínua e cobertas com lonas plásticas de polipropileno trançado impermeabilizado com polietileno. Os tratamentos constituíram-se de distintos conteúdos de água disponível no solo, com o tratamento controle (T1) sob condição de capacidade de campo e potencial matricial da água no solo (ψm) ao redor de -33,34kPa. Os demais tratamentos tiveram limites inferiores de -42,12kPa (T2), -76,28kPa (T3) e -94,32kPa (T4).

Os resultados mostram que os tratamentos T3 e T4 anteciparam o ciclo e a maturação tecnológica das bagas em relação ao controle. Em contrapartida, o déficit hídrico moderado (T2) apresentou maior eficiência do uso da água pelas plantas, tornando-se a condição mais adequada para incrementar a qualidade das uvas.

Para o pesquisador Leonardo Cury da Silva, o trabalho inova ao oferecer referenciais mínimos e máximos de condição hídrica do solo para garantir a qualidade de produção da uva “Itália”, na Serra Gaúcha. Ele oferece subsídios técnicos para a viticultura sob cultivo protegido, atividade que expandiu 1250% em área nos últimos 10 anos.

Segundo comenta Leonardo, muitos produtores da Serra Gaúcha têm investido em estruturas de irrigação na produção de uvas, investimento feito de modo empírico e sem nenhum subsídio técnico até o momento. “Antes dessa pesquisa, não havia nenhum estudo técnico para o manejo adequado da água nessa condição de cultivo, abordando aspectos econômicos e ambientais”, afirma ele.

Pesquisador: Leonardo Cury da Silva E-mail: leonardo.cury@bento.ifrs.edu.br Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS - Campus Bento Gonçalves. Avenida Osvaldo Aranha, 540 Juventude da Enologia 95700000 - Bento Gonçalves, RS - Brasil Telefone: (54) 34553200 Ramal: 413

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.