SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue1EFEITOS DO ÁCIDO GIBERÉLICO E DA BAIXA TEMPERATURA NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE KIWI (Actinidia deliciosa, A. Chev.) CULTIVAR BRUNOADUBAÇÃO VERDE E ORGÂNICA PARA O CULTIVO DO AMENDOIM (Arachis hypogaea L) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


Scientia Agricola

On-line version ISSN 1678-992X

Sci. agric. vol. 53 n. 1 Piracicaba Jan./Apr. 1996

http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90161996000100012 

ADUBAÇÃO DO AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) EM ÁREA DE REFORMA DE CANAVIAL

 

M.A.N. GERIN2; C.T. FEITOSA1,6; F.S.O. RODRIGUES FILHO2; J.C.V.N.A. PEREIRA3; S.S.S. NOGUEIRA4,6; T. IGUE5
1 Seção de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas/IAC - C.P. 28, CEP: 13001-970 - Campinas, SP.
2 Seção de Oleaginosas/IAC - C.P. 28, CEP: 13001-970 - Campinas, SP.
3 Estação Experimental de Ribeirão Preto/IAC - C.P. 271, CEP: 14100-000 - Ribeirão Preto, SP.
4 Seção de Fisiologia/IAC - C.P. 28, CEP: 13001-970 - Campinas, SP.
5 Seção de Técnica Experimental e Cálculo/IAC - C.P. 28, CEP: 13001-970 - Campinas, SP.
6 Bolsista do CNPq.

 

 

RESUMO: Foram conduzidos nos anos agrícolas de 1986/87 a 1989/90, um total de seis experimentos de campo visando o estudo do efeito da adubação sobre a produção do amendoim em aréa de reforma de canavial. Os tratamentos estudados foram: 0, 30, 60, e 90Kg/ha de P2O5 na forma de superfosfato triplo e 0 e 30Kg/ha de K2O na forma de cloreto de potássio. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com oito tratamentos, em fatorial PK (4x2) e quatro repetições. Não foi realizada a calagem em nenhuma área. As sementes foram inoculadas com estirpes selecionadas de bactérias do gênero Bradyrhizobium (SMS-729, SMS-400 e SMS-438). Os canteiros experimentais foram constituídos de 4 linhas de 5m de comprimento cada, espaçadas de 0,60m e com a distância entre plantas de 0,10m. A variedade de amendoim utilizada foi a TATU. Os resultados de produtividade de amendoim em casca mostraram efeito da adubação somente nos ensaios conduzidos em Artur Nogueira-SP (88/89) e em Campinas-SP (89/90), em solo arenoso e argiloso, respectivamente; para as demais localidades não houve efeito da adubação na produtividade do amendoim. Pode-se concluir que, de um modo geral, a cultura do amendoim respondeu bem à adubação residual da cana-de-açúcar, mesmo para condições de baixa e média fertilidade do solo.
Descritores: amendoim, adubação PK, reforma de canavial

 

PEANUT FERTILIZATION (Arachis hypogaea L.) IN SUGAR-CANE FIELD REFORM

SUMMARY: Six field experiments were carried out during four growing seasons (86/87; 87/88; 88/89; 89/90) in order to study the availability of the residual fertilization effect of the sugar cane crop on the peanut crop. The treatments consisted of applications of 0, 30, 60, and 90Kg/ha of P2O5 as triple superphosphate and 0 and 30Kg/ha of K2O as potassium chloride, arranged in a randomized complete block design. The seeds were innoculated with selected Bradyrhizobium bacteria (SMS-729, SMS-400, SMS-438) as source of nitrogen. The soils were not limed. Fertilizer effect was observed in a sandy and a clayey soil, of Artur Nogueira-SP, Brazil and Campinas-SP, Brazil, respectively. No fertilizing effect in peanut production was observed for the other locations. It can be concluded that the fertilizer applied to sugar cane was sufficient to furnish the nutrients necessary for the peanut crop, even at the medium and low soil fertility conditions.
Key Words: peanut, residual fertilization, nutrients PK

 

 

INTRODUÇÃO

Com a intensificação do cultivo de cana-de-açúcar pelo PROÁLCOOL, em 1979, cresceram as preocupações de vários segmentos da agricultura brasileira quanto à possibilidade da cultura canavieira chegar à ocupar áreas produtoras de culturas alimentícias e de fibras. Foram então criadas as atividades "Cana-de-Açúcar e Produção de Alimentos e Fibras", cujo objetivo principal era revelar a viabilidade técnica e sócio-econômica do cultivo de culturas alimentícias em consorciação e em sucessão com a cana-de-açúcar.

Esta prática, ou seja, o cultivo de culturas alimentícias em áreas de reforma de cana-de-açúcar já é uma realidade, e está possibilitando o aumento das áreas de cultivo das culturas alimentícias, Lima Filho (1981), Beauclair et al. (1985), Monteiro & Boldrini (1985). No caso específico da cultura do amendoim, que se encontrava com a área de cultivo já bastante diminuída, com o emprêgo do sistema de cultura em área de reforma de canavial, a cultura tem apresentado possibilidades de estabilização na área de cultivo e, inclusive, com aumento da produção, Lombardi (1985), Patrick (1985).

O objetivo do presente trabalho de pesquisa foi estudar o efeito residual da adubação do canavial na cultura do amendoim, comparada com adubações complementares de fósforo e potássio.

 

MATERIAL E MÉTODOS

Os experimentos foram realizados em condições de campo, nos anos agrícolas de: 1986/87 em São Pedro-SP, 1987/88 em Charqueada-SP, 1988/89 em Artur Nogueira-SP e Campinas-SP, 1989/90 em Campinas-SP e Ribeirão Preto-SP com semeaduras em 6/10/86; 8/11/87; 30/11/88; 1/12/88; 23/11/89; 2/11/89 e colheitas em 4/02/87; 23/02/88; 1/03/89; 10/03/89; 26/02/90 e 23/02/90, respectivamente. Os resultados das análises químicas dos solos utilizados nos experimentos, são mostrados na TABELA 1.

 

53n1a12t1.GIF (20965 bytes)

 

Os tratamentos estudados foram 0, 30, 60, e 90Kg/ha de P2O5 na forma de superfosfato triplo e 0 e 30Kg/ha de K2O na forma de cloreto potássio. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com oito tratamentos e quatro repetições. As sementes foram inoculadas com estirpes selecionadas de bactérias do gênero Bradyrhizobium (SMS-729, SMS-400 e SMS-438), na proporção de inoculante:semente de 1:100, para fornecimento de nitrogênio. As sementes foram umidecidas para melhor aderência do inoculante às mesmas, e o processo de inoculação foi realizado à sombra para evitar a incidência direta da luz solar.

Não foi realizada a calagem em nenhum dos experimentos, pois que esta prática não era realizada pelos agricultores para o cultivo do amendoim em área de reforma de canavial, pelo fato de não haver o tempo necessário para ocorrerem as reações químicas do calcário aplicado ao solo.

Os canteiros foram constituídos de 4 linhas de 5m de comprimento cada, espaçadas de 0,60m e com distância entre plantas de 0,10m; foram utilizadas para os cálculos da produtividade, a área das duas linhas centrais de cada canteiro. A variedade de amendoim utilizada nos experimentos foi a "TATU", por ser ainda a variedade mais cultivada no Estado de São Paulo. Por ter sido um experimento conduzido em áreas de reforma de canavial, o método de preparo do solo para o cultivo do amendoim foi feito conforme o realizado pelo agricultor de cana-de-açúcar, e constou da passagem de apenas uma vez da grade aradora, deixando o terreno ainda com bastante torrões e com restos de cultura.

 

RESULTADOS E DISCUSSÃO

No TABELA 2 são mostrados os resultados médios de produção de amendoim em casca, em Kg/ha, dos oito tratamentos propostos.

 

53n1a12t2.gif (27595 bytes)

 

As análises estatísticas dos dados de produção, em esquema fatorial PXK (4X2), mostram que houve efeito linear de produção de amendoim somente para fósforo, nos experimentos conduzidos em Artur Nogueira-SP em 88/89, em solo arenoso com 15 ug de P/cm3 e em Campinas-SP 89/90, em solo argiloso com 6 ug de P/cm3. Nos demais locais de condução dos ensaios, não houve resposta à adubação PK de plantio nem interações, mesmo em local onde o experimento foi repetido como no caso de Campinas-SP em 89/90.

De um modo geral os resultados obtidos neste trabalho estão em concordância com os trabalhos de adubação realizados com a cultura do amendoim, conduzidos tanto no Brasil como no exterior, que afirmam ser o amendoim uma cultura que responde pouco, ou não responde, a aplicação direta de fertilizantes em comparação com outras culturas econômicas, com fortes indícios de que a cultura de amendoim é uma cultura que muito se beneficia da adubação residual de culturas antecedentes (Cope et al., 1984; Rosolem et al., 1993; Sichmann et al., 1979).

Rodrigues (1984) observou nos campos de demostração de área de reforma de canavial, em várias propriedades agrícolas, que o amendoim contribuiu com um aumento na receita líquida de aproximadamente 57% para uma produção média de 2600 Kg/ha.

Ortolan, (1979), demonstrou que a rotação de culturas de cana-de-açúcar com o amendoim ou o cultivo de amendoim em área de reforma de canavial, na região de Sertãozinho, São Paulo, proporcionou redução no custo de implementação da lavoura de cana-de-açúcar e que o amendoim se beneficiou da adubação residual da cana-de-açúcar, mesmo em condições de média a baixa fertilidade do solo, em solos arenosos e argilosos e que estes benefícios são ampliados, principalmente, pela fixação do nitrogênio e reciclagem de nutrientes.

Alguns pesquisadores, tais como Cope et al.,1984 e Cox et al.,1982, levam a afirmar que o nível de produção da cultura do amendoim está relacionado com a fertilidade do solo, em níveis de nutrientes que, facilmente, seria de um solo deficiente para outras culturas.

 

CONCLUSÕES

Para as condições do presente trabalho, as seguintes conclusões podem ser obtidas:

a) Houve efeito da adubação fosfatada do plantio, apenas nos experimentos conduzidos em Artur Nogueira-SP (88/89) e em Campinas-SP (89/90);

b) A cultura do amendoim beneficiou-se da adubação residual da cana-de-açúcar, não necessitando de adubação adicional com PK antes do seu plantio.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BEAUCLAIR,E.G.F.; BOLDRINI, A.J.; FERREIRA, S.G. Um novo sistema de reforma de canaviais: plantio intercalar. São Paulo: COOPERSUCAR, 1985. 33P. (Boletim Técnico, 31).         [ Links ]

COPE, J.I. ; STARLING, J.G.; IVEY, H.V.; MITCHELL JUNIOR, C.C. Response of peanuts and other crops to fertilizers and limein two long term experiments. Peanut Science, v.11, n.2, p.91-4, 1984.         [ Links ]

COX, F.R.; FRED, A.; TUCKER, B.B. Liming fertilization and mineral nutrition. Peanut Science and Technology: 139-162. 1985.         [ Links ]

LIMA FILHO, S.A. O casamento da cana e do alimento. Piracicaba: IAA/Planalsucar, 1981. 8p.         [ Links ]

LOMBARDI, A.C. Subsídios para elaboração de um plano visando a produção de alimentos nas regiões canavieiras. Brasil Açucareiro, v.103, n.2/3, p.9-23, 1985.         [ Links ]

MONTEIRO, A.O.; BOLDRINI, A.J. Competição de cultivares de feijão (Phaseolus vulgaris L.) em área de renovação de cana-de-açúcar. São Paulo: COOPERSUCAR, 1985. 69P. (Boletim Técnico, 33).         [ Links ]

ORTOLAN, M.C.A. Rotação de culturas: amendoim/cana-de-açúcar. In: SEMINÁRIO STAB-SUL: cana-de-açúcar e aguardente, Sertãozinho, 1979. Sertãozinho: STAB,1979. p.9-16.         [ Links ]

PATRICK, K. Groundnuts revival on sugar cane land. Oils & Fats International, Surrey, n.1, p.23-6, 1985.

RODRIGUES, R.A. A importância do amendoim na reforma de seu canavial. Revista Associcana, v.1, n.2, 1984.         [ Links ]

ROSOLEM, C.A.; MARABAYASHI, O.M.; ZANOTTO, M.D. Produção de genótipo de amendoim em função da adubação fosfatada. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 24., Goiânia, 1993. Resumo. Goiania: SBCS, 1993. p.55, v.2.         [ Links ]

SICHMANN, W.; NEPTUNE, A.L.M.; SAVY FILHO, A.; LASCA, D.H.C. Adubação do amendoim. Campinas: Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, 1979. 29p. (Boletim Técnico, 136).         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 27.06.95
Aceito para publicação em 14.11.95

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License