SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número1Brasilplast: uma visão da indústria do plásticoA modernização tecnológica no setor de transformação de plásticos do Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Polímeros

versão impressa ISSN 0104-1428

Polímeros vol.7 no.1 São Carlos jan./mar. 1997

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-14281997000100002 

EDITORIAL

 

Polímeros: novos rumos para o futuro

 

 

Em um mundo cheio de constantes mudanças sociais e econômicas e de avanços científicos e tecnológicos, torna-se imprescindível a definição de que caminhos tomar e em qual direção para esse futuro que está muito mais próximo do que imaginamos: o terceiro milênio. Nesse sentido, a revista "Polímeros: Ciência e Tecnologia" apresenta em sua seção editorial duas matérias onde são discutidos vários aspectos da área de plásticos e borrachas do país, bem como os próximos passos a dar.

Os dados apresentados sobre o setor de plásticos e borrachas do país, cujo faturamento global atinge os 18 bilhões de dólares, demonstram a relevância deste que é um dos setores que mais cresce no Brasil. O Estado de São Paulo, por exemplo, responsável por quase 60% desse valor, conta com aproximadamente 4.000 empresas atuando no setor de polímeros, gerando cerca de 200.000 empregos diretos. Por outro lado, é clara a pequena disponibilidade de profissionais especializados para o setor e a necessidade de investimentos, tanto em recursos humanos como em Pesquisa e Desenvolvimento. Está também abaixo do mínimo necessário o número de cursos oferecidos aos profissionais das empresas, para que ocorra a reciclagem e a atualização dos conhecimentos.

Em resposta a essa situação, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento do Governo do Estado de São Paulo está estabelecendo uma política tecnológica para o setor de plásticos e borrachas, cujo planejamento estratégico e ações básicas recomendados são expostos aqui de forma sucinta.

Outros aspectos importantes sobre a modernização tecnológica no setor de transformação de plásticos também serão apresentados nesta edição, para que o empresariado nacional possa enfrentar em igualdade de condições a competição internacional. Nesse sentido, o Centro de Formação e Treinamento da ABPol tem um papel de destaque, não apenas pelo oferecimento, em 1997, de 13 cursos abertos, como pela importante interação que vem mantendo com a SPE (Society of Plastics Engineers) e INP (Instituto Nacional do Plástico), iniciativa que está viabilizando o oferecimento de 4 seminários com especialistas internacionais.

Nesta sociedade em constante competição e onde somente os mais fortes resistem, lembramos o exemplo dos plásticos de maior resistência mecânica, como os reforçados com fibras. O reforço é o empenho e a participação de todos, essenciais não apenas para o sucesso desta Revista, como do setor de plásticos do País.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons