SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número2EditorialNotícias de Eventos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Polímeros

versão impressa ISSN 0104-1428versão On-line ISSN 1678-5169

Polímeros v.12 n.2 São Carlos  2002

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-14282002000200003 

PLASTSHOW 2002

 

PlastShow 2002 ¾ Iniciativa Bem Sucedida de Feira e Congresso num Único Evento

 

 

Realizada de 3 a 5 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo, a 1a edição do PlastShow foi uma iniciativa bem sucedida de reunir a cadeia produtiva de plásticos. Organizado pela Aranda Eventos, coligada à Aranda Editora, editora da revista "Plástico Industrial", o evento atingiu números expressivos: - reuniu 108 expositores em 95 estandes distribuídos numa área de pouco mais de 2.200 m2; - contou com 468 congressistas assistindo às apresentações técnicas de 77 palestrantes; - recebeu 4.000 visitantes nacionais e internacionais.

 

 

Concebida para atender às necessidades técnicas e gerenciais dos transformadores de plásticos e de toda a cadeia produtiva envolvida com essa indústria, a feira-congresso apresentou os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos que auxiliam transformadores e projetistas de peças e moldes a efetivamente resolver problemas do dia-a-dia, além de ter facilitado a integração dos profissionais da área com a troca e a disseminação de informações. O PlastShow 2002 teve seu escopo técnico fortalecido ao abrir espaço para temas que mobilizam e congregam todos os agentes do setor ¾ usuários do processo, revendedores e fabricantes de máquinas, empresas de engenharia, acessórios, periféricos, consultores, etc.

Realizadas diariamente em 3 sessões paralelas, as apresentações técnicas do congresso contaram com conceituados especialistas da indústria e de diversas instituições de pesquisa para a discussão dos seguintes temas:

 

 

Ö  Processos de injeção, extrusão e automação industrial: avanços das pesquisas em processamento por injeção e por extrusão, estudo de casos, novos equipamentos, periféricos e inovações tecnológicas na fabricação e montagem de componentes, produtividade e competitividade;

Ö  Construção de moldes e matrizes: diagnóstico da indústria de ferramentaria, com apresentação de casos práticos de excelência na qualidade dos projetos, conservação e manutenção de ferramentas, aplicação de técnicas e softwares de simulação e parametrização; resultado das recentes pesquisas sobre novos materiais; sensores e componentes para moldes e matrizes;

Ö  Técnicas e Análises de laboratório e em linha de produção (in-line): o controle de qualidade de produtos finais, a caracterização de propriedades dos polímeros, a instrumentação e o monitoramento dos processos de fabricação de produtos semi-acabados e acabados.

Ö  Processos de Transformação Alternativos: a evolução tecnológica ocorrida em processos como rotomoldagem, pultrusão, expansão, além de processos de soldagem e montagem de componentes em materiais poliméricos.

 

 

Ö  Processo de Sopro, Termoformagem e Automação Industrial: os avanços das pesquisas em processamento por sopro e termoformagem, e as inovações tecnológicas na fabricação de produtos, visando a otimização dos processos produtivos; novas aplicações de CAD e CAE para análises do processo de conformação; a produtividade alcançada com as novas tecnologias nas linhas de produção.

Ö  Gestão de Projetos e Desenvolvimento de Produtos: trabalhos realizados por empresas e universidades em gerenciamento de projetos, com o objetivo de melhor controlar, agilizar e reduzir custos no processo de desenvolvimento de novos produtos; a gestão do conhecimento; a criação do modelo de referência; capacitação de profissionais envolvidos com aspectos técnicos e/ou gerências do setor.

Ö  Materiais: Termoplásticos de uso geral e Aditivos: trabalhos nas áreas científica, tecnológica e mercadológica de resinas termoplásticas de uso geral, aditivos modificadores de propriedades, expandidos e laminados; aspectos decorativos e funcionais correlacionados aos produtos finais elaborados.

Ö  Elastômeros Termoplásticos: trabalhos nas áreas científica, tecnológica e mercadológica de materiais termoplásticos elastoméricos; o desenvolvimento de novas aplicações; análise do rápido crescimento do mercado e suas vantagens competitivas.

Ö  Design, Prototipagem e Ferramental Rápido: aspectos de design; as soluções em sistemas computacionais de simulação 3D; análise estrutural e as possibilidades de integração tecnológica no desenvolvimento e produção de componentes plásticos; a construção de protótipos em diversas tecnologias; a produção de pequenas séries para homologação de produtos, ou em caráter de produção de pequena escala.

Ö  Reciclagem e Plásticos Biodegradáveis: resultado dos últimos desenvolvimentos realizados pela indústria e pela área acadêmica em redução, recuperação e reciclagem de polímeros pós-consumo e resíduos industriais; meio-ambiente e as características de biodegradabilidade dos novos polímeros e suas aplicações nos segmentos de embalagens (filmes e frascos) para as indústrias de produtos descartáveis, cosméticos, alimentícia e agrícola.

Ö  Materiais: Termoplásticos de Engenharia, Especiais e Compostos: trabalhos nas áreas científica, tecnológica e mercadológica destes termoplásticos de alta performance e as aplicações em projetos de engenharia; trabalhos sobre compostos, nanocompósitos, blendas e suas relações processamento-estrutura-propriedades; potencialidades de desenvolvimento de novas aplicações de polímeros especiais na indústria eletro-eletrônica e as oportunidades de substituição de materiais tradicionais por novos materiais.

 

 

O evento demonstrou que atendeu as expectativas dos congressistas, expositores e visitantes da feira, promovendo a indústria, apresentando os mais recentes resultados das pesquisas realizadas no país e gerando uma excelente oportunidade para um maior contato entre a indústria de transformação de termoplásticos e o meio acadêmico brasileiro, que cada vez mais está contribuindo para o desenvolvimento tecnológico do Brasil. Diversas instituições de pesquisa na área de polímeros, presentes em estandes gentilmente cedidos pela organização, emprestaram seu apoio e colaboração para que o PlastShow 2002 atingisse plenamente seus objetivos iniciais. A ABPol agradece a oportunidade que teve de participar do evento. Finalizando esta rápida retrospectiva, deve-se considerar que a temática desenvolvida e a análise do perfil dos visitantes levantado pelos organizadores por si se constituem em indicadores do nível de atendimento das expectativas dos participantes do PlastShow: - 75% eram transformadores de plástico; - 20% eram usuários e 5% recicladores; 64,6% eram diretores ou gerentes, 13,7% eram proprietários ou presidentes de empresa; 11,7% eram engenheiros e 10%, técnicos. Mais uma vez, os parabéns à Aranda Eventos.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons