SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue57Private tutoring in Portugal: elements for the characterization of the phenomenon author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Print version ISSN 0104-4036

Ensaio: aval.pol.públ.Educ. vol.15 no.57 Rio de Janeiro Oct./Dec. 2007

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362007000400001 

EDITORIAL

 

 

A Revista Ensaio – Avaliação e Políticas Públicas em Educação – dando continuidade a seus trabalhos, apresenta artigos, ensaios e pesquisas da mais alta qualidade. Temos, como meta, melhorar sempre, e estamos fazendo intercâmbio com várias instituições internacionais, principalmente ibero-americanas. Nosso objetivo agora é atingir os países da Comunidade de Língua Portuguesa que têm buscado, na Revista subsídios para seu conhecimento.

Nesta edição, Jorge Adelino Costa, António Neto-Mendes, Alexandre Ventura e Sara Azevedo, da Universidade de Aveiro, Portugal, tratam de um tema de relevância, principalmente no ensino fundamental: as explicações (aulas particulares), interpretadas sob múltiplos pontos de vista, tais como evitar o insucesso escolar ou “compensação educativa”. O texto faz parte da investigação integrada no Projeto Xplika - O mercado das explicações, a eficácia escolar e sucesso dos alunos.

Marsyl Bulkool Mettrau e Haydéa Maria de Sant‘Anna Reis tratam das políticas públicas, o contexto da educação especial e a educação inclusiva. O aspecto da superdotação com altas habilidades começa a tornar claro o tema, levando os educadores a repensar a proposta de inclusão social no contexto educacional brasileiro.

Anna Augusta Sampaio de Oliveira e Lúcia Pereira Leite também tratam da inclusão como desafio político-pedagógico. O Brasil passa por uma fase de consertar suas falhas e alargar seus conceitos, garantindo a todos igualdade de oportunidades. As autoras se preocupam com as dificuldades de materialização de práticas não excludentes, da transformação do contexto educacional, no que se refere às ações na busca de implantação de um sistema inclusivo.

Fátima Alves apresenta um artigo em que trata da qualidade da educação fundamental e faz a integração do desempenho e fluxo escolar. A partir de informações disponíveis de amostras de alunos da 4ª série, avaliados pelo SAEB, e de alunos de outras séries de avaliações estaduais, define o desempenho de sucessivas gerações. Foi considerado no estudo, o desempenho ao longo do tempo e a mudança na composição dos alunos que chegaram à 4ª série do ensino fundamental.

Pedro Demo apresenta um tema instigante: “Alfabetizações: desafios da nova mídia”, em que nos relata, baseado em bibliografia extensa e atualizada, a dimensão que a alfabetização adquiriu com o mundo digital. Afirma que a máquina não substitui o professor, imprescindível é unir habilidades essenciais: saber alfabetizar e saber lidar com a máquina.

Em Página Aberta José Maria Fernández Batanero, da Universidade de Sevilha, Espanha e José Fernando Machado de Oliveira da Escola Secundária de Cascais, Portugal, também são influenciados pela questão da exclusão de escola, de portadores de algum tipo de deficiência. Particularizam o caso de jovens com trissomia 21. Analisam a necessidade de uma adequada preparação para o mundo do trabalho, gerando expectativas positivas. O trabalho dá igualmente uma contribuição importante para compreensão dos fatores que podem levar ao encontro da solução.

Alda Judith Alves-Mazzotti apresenta uma pesquisa sobre “Representações da identidade docente: uma contribuição para a formulação de políticas”. A pesquisa teve por objeto identificar as representações da identidade docente construídas por Professores da rede pública de ensino fundamental, do Rio de Janeiro. O estudo é muito expressivo e indica diferenças significativas entre as representações dos professores de 1ª a 4ª séries e de 5ª a 8ª.

Este número encerra a série das quatro revistas de 2007, e nos regozijamos por manter o padrão e a periodicidade da Revista Ensaio, esperando que, com ajuda dos educadores e de nossos colaboradores, possamos continuar nossa caminhada.

 

Carlos Alberto Serpa de Oliveira