SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue1Peculiaridades da doença arterial coronária na mulherLinfoma/Leucemia de células T do adulto author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Rev. Assoc. Med. Bras. vol.45 n.1 São Paulo Jan./Mar. 1999

https://doi.org/10.1590/S0104-42301999000100011 

Artigo de Revisão

 

Herpes vírus humano-8 e Sarcoma de Kaposi

J.C.Leão, S.L.Hinrichsen, B.L. de Freitas, S.R. Porter

 

Trabalho realizado em conjunto pelo Departamento de Medicina Oral, Eastman Dental Institute, Universidade de Londres; Departamento de Clínica e Odontologia Preventiva e pelo Núcleo de Ensino, Pesquisa e Assistência em Infectologia - NEPAI / Hospital das Clínicas - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE.

 

 

UNITERMOS: Sarcoma de Kaposi. KSHV. HHV-8. AIDS.

KEY WORDS: Kaposi's sarcoma. KSHV. HHV-8. AIDS.

 

 

INTRODUÇÃO

O Sarcoma de Kaposi (SK) é a malignidade mais comumente associada à doença HIV, podendo ser classificada em quatro formas distintas: clássico, endêmico (África), iatrogênico (associado à imunossupressão)1 e AIDS-associado (epidêmico)2. O Sarcoma de Kaposi clássico acomete tipicamente pacientes idosos do sexo masculino de origem do Mediterrâneo e judeus do leste Europeu, apresentando-se como uma doença indolente com lesões paranodulares na pele e raramente apresenta envolvimento visceral. A forma endêmica do Sarcoma de Kaposi é vastamente encontrada na região subequatoriana da África entre jovens do sexo masculino e crianças na fase pré-puberal2, podendo ocorrer envolvimento sistêmico, sendo a progressão da doença normalmente rápida. A forma iatrogênica, associada à imunossupressão, inclui o SK corticosteróide-induzido e o SK pós-trasplante3,4 e, como na forma endêmica, pode apresentar envolvimento sistêmico. O Sarcoma de Kaposi associado à AIDS é a forma mais agressiva, ocorrendo lesões na pele e vísceras com progressão variável5.

Epidemiologia do Sarcoma de Kaposi

Baseado na epidemiologia de todas as formas do SK, tem sido sugerido um agente etiológico infeccioso5. Particularmente, a frequência do Sarcoma de Kaposi em HIV é muito mais elevada em homossexuais ou bissexuais masculinos, do que em pacientes hemofílicos que receberam transfusão sangüínea ou usuários de drogas injetáveis6,7. O Sarcoma de Kaposi é também mais comum em pacientes do sexo feminino, parceiras de homens bissexuais, do que aquelas parceiras de usuários de drogas injetáveis7.

Em homossexuais do sexo masculino, o Sarcoma de Kaposi AIDS-associado pode apresentar distribuição geográfica distinta, sugerindo um "confinamento" 7, podendo o mesmo ocorrer com o SK clássico, que pode ser mais comum em homossexuais do sexo masculino HIV negativos do que na população em geral, sugerindo a transmissão de um agente etiológico infeccioso, possivelmente através da rota sexual ou contato oro-fecal8. O aumento na freqüência do Sarcoma de Kaposi clássico na Suécia, 25 anos antes dos primeiros casos de AIDS relatados na literatura e a queda na prevalência do SK HIV-associado nos Estados Unidos e Europa ao longo dos últimos dez anos6, aponta também para um agente infeccioso na etiologia do Sarcoma de Kaposi. As razões para tais reduções podem ser devido as mudanças no comportamento sexual, moderação na atividade sexual recente e/ou uso mais freqüente de preservativos, levando a uma barreira na transmissão do possível agente infeccioso do Sarcoma de Kaposi3.

Detecção do HHV-8 no Sarcoma de Kaposi

Inúmeros agentes infecciosos foram postulados como sendo de importância etiológica no desenvolvimento do Sarcoma de Kaposi, particularmente o Cytomegalovirus humano (CMV)9, HIV10 e o HTLV-1, embora pouco provável11,12. Entretanto, somente nos últimos dois anos, a identidade do provável agente infeccioso, associado ao Sarcoma de Kaposi, foi determinada3. A técnica denominada Representational Difference Analysis foi empregada para isolar seqüências de DNA únicas em tecidos do Sarcoma de Kaposi AIDS-associado. Estas seqüências são homólogas às do EBV e Herpesvirus saimiri da subfamília Gamma-herpesvirinae, sendo posteriormente confirmadas por vários outros grupos, como no AIDS-SK11,13-16. Seqüências similares foram identificadas na forma clássica17,18, endêmica19-22 e SK iatrogênico19,23, em outros locais do corpo, mas não em outras lesões angiogênicas24. A origem viral destas seqüências de DNA foram detalhadas e o vírus agora é denominado Sarcoma de Kaposi Herpes Vírus (KSHV) ou Herpes Vírus Humano 8 (HHV-8).

Aspectos virológicos do HHV-8

Seqüências e transcritos do HHV-825,26 estão presentes no núcleo das células endoteliais e fusiformes de todas as formas de SK27-29 e em células fusiformes circulantes em lesões do tipo Sarcoma de Kaposi30. Deve-se enfatizar que estas células fusiformes são capazes de realizar quimiotaxia e podem induzir lesões que se assemelham ao SK em ratos expostos31, sugerindo que tais células infectadas, podem ser responsáveis pelo aparecimento do SK em áreas adjacentes e/ou distantes.

O HHV-8 pode não estar presente em todas as linhas celulares do SK, se perdendo a partir de cultura de tumores depois de 2 a 5 passagens27,32. Independente disso, a carga de HHV-8 pode determinar a progressão do SK particularmente porque linhas celulares de lesões precoces do SK podem ter uma carga de HHV-8 maior do que as linhas celulares de lesões do SK em estado avançado27.

A linha celular do linfoma de células-B de cavidades do corpo, Body Cavity Based Lymphoma (BCBL) é infectada com o HHV-8, mas não com o EBV, enquanto BCBL-2 é infectada com os dois vírus. Tratamento de BCBL-1 com phorbol esters rapidamente induz ao crescimento lítico do HHV-8 e a acumulação de vírus progênie no meio de cultura33. Usando este e outros métodos similares, foi encontrado que células infectadas B, contém 110nm nucleocapsômeros intranucleares do tipo herpesvirus e vírions citoplasmáticos completos34. O genoma do vírus é similar em tamanho (160-170kb) a outros gammaherpesvirus, e, como o EBV, o HHV-8 é mantido em células B infectadas na forma latente na forma de círculos extracromossomais episomais monoméricos, com indução da latência sendo associada com a acumulação seletiva de formas lineares genômicas34. Grandes episomes circulares, com ligações covalentes, do HHV-8 foram identificados em tecidos de SK porém formas lineares do genoma viral, característico de replicação viral, foram encontrados apenas em células mononucleares do sangue periférico (PBMCs)35,36. Recentemente foi demonstrado que seqüências do HHV-8 podem ser propagadas a partir de lesões na pele de pacientes com AIDS-associado sarcoma de Kaposi37, fornecendo evidência suplementar, para a teoria de que vírus seja capaz de reproduzir.

O seqüenciamento de um clone 20.7kb de uma biblioteca de SK indica que o HHV-8 é um gamma-2 herpesvirus e o primeiro membro do gênero Rhadinovirus que seja capaz de infectar humanos; esta é a base do porque do termo descritivo Sarcoma de Kaposi Herpes Vírus, poder ser substituído pela designação formal de Herpes Vírus Humano 838. Seqüenciamento posterior de um clone de HHV-8, com comprimento de 12.3Kb, obtido a partir de uma biblioteca genômica derivada de uma efusão pleural associada com BCBL, revelou homologia notável entre o HHV-8 e partes do genoma do EBV. Ainda, as seqüências de algumas Open Reading Frames, (ORFs) do HHV-8 são homogêneas ao antígeno p140 membrana-EBV e, Herpesvirus saimiri (HVS) p160, tipo celular D cyclins39, sugerindo que o HHV-8 tem um grau de aproximação maior com o HVS do que com o EBV. Complementando, transcrição destas 4 ORFs podem ser demonstradas em SK e primary effusion lymphoma (PEL)40; e um novo RNA polyadenilado nuclear (PAN RNA), abundante, de 1.2kb, foi identificado a partir de uma linha BC-1, que forma um arranjo variado no núcleo e parece ser um precoce transcrito lítico viral29,41. O Herpes Vírus Humano 8 pode ter vários genótipos, e quando comparando seqüências de um total de 2,500bp cada, ao longo de três fragmentos separados do HHV-8, amplificados por Polymerase Chain Reaction (PCR), de lesões de SK, em um estudo envolvendo pacientes com AIDS nos Estados Unidos, comparados com aqueles de linhas celulares e outras formas de SK, revelou 12 diferenças distintas na posição nucleotídea 37. Entretanto, os 12 genótipos do HHV-8 se encaixam em três agrupamentos distintos, porém próximos (Linhagens A, B, and C). A maior parte (70 a 80%) das amostras de HHV-8 do centro-leste da costa americana parece ser virtualmente idêntica, confirmando o conceito de que os pacientes podem ter sido infectados por uma linhagem única e comum29.

HHV-8 em outras lesões mucocutâneas

O Herpes Vírus Humano-8 está presente na pele normal de pacientes HIV positivo com Sarcoma de Kaposi11,42, embora raramente43,44 na pele normal de pacientes com a forma clássica ou endêmica do SK e também na de pacientes HIV negativo, iatrogenicamente imunosuprimidos45, e ainda ocasionalmente em carcinomas epidermóide e baso-celular com imunossupressão não relacionada a AIDS46,47. O número de cópias do HHV-8 é muito menor na pele normal e nestas outras lesões cutâneas do que em SK.

Seqüências do HHV-8 foram também detectadas em uma amostra de pele com escabiose e em lesões de glomerulonefrite de pacientes imunosuprimidos, que foram também positivos para HHV-8 nas lesões de SK. Tecidos de biópsias da mucosa oral de pacientes HIV-infectados sem evidência de SK na boca, apresentaram também variantes do HHV-848. Seqüências do HHV-8 foram detectadas em angiosarcomas49,50 e em hiperplasia angiolinfóide com eosinofilia51. Entretanto, o HHV-8 não foi detectado em dermatofibromas, associados à imunossupressão, independente das similaridades com lesões de SK AIDS-associado52. O recente isolamento de seqüências do HHV-8 em pacientes com pêntigo vulgar HIV-negativo e sem apresentar SK, é estranho, já que esta doença tem um forte fator de autoimunidade em sua patogênese, estendendo portanto o espectro de lesões que podem apresentar o HHV-853 embora também já tenha sido encontrado em lesões cutâneas de pacientes com micoses relacionadas a fungos.

HHV-8 em doenças linfoproliferativas

O Herpes Vírus Humano-8 foi isolado em linfomas não-Hodgkin em pacientes HIV-positivo42 e alguns54-56 pacientes HIV-negativo57. Estes linfomas de efusão primaria (PEL) exibem envolvimento predominante ou exclusivo das cavidades pleural, pericardial e/ou peritoneal, daí a denominação BCBL (Body Cavity Based Lymphoma) 58. Tendem a apresentar efusões linfomatosas normalmente, mas não sempre sem massa tumoral identificável. Diferente de outros linfomas não-Hodgkin relacionados com AIDS, as células do BCBL exibem vários imunofenótipos, são normalmente associadas com o EBV, e consistentemente não apresentam rearranjos do gene c-MYC59. Vale salientar que os níveis de HHV-8 em BCBL são muito mais elevados do que aqueles em lesões do Sarcoma de Kaposi.

Seqüências do HHV-8 foram detectadas em células mononucleares do sangue periférico (PBMC) e tecidos de linfonodo de pacientes HIV-infectados com diagnóstico de doença multicêntrica de Castleman e em tecidos de linfonodo de pacientes HIV-negativo com doença de Castleman localizada ou multicêntrica60,61. Estas seqüências estão presentes em algumas linfadenopatias imunoblásticas, em pacientes HIV-negativo62. Uma linfadenopatia, distinta e benigna, não relacionada com HIV, histologicamente caracterizada predominantemente por uma lesão folicular com hiperplasia germinal gigante e vascularidade aumentada,62 tem sido associada também com positividade para o HHV-8. Uma aparência histológica similar foi descrita em tecidos de linfonodo de um paciente infectado com o HIV. E, ainda, seqüências de HHV-8 foram detectadas em nódulos de pulmão de um paciente italiano HIV-negativo com pneumonite intersticial63.

Em geral, com relação às doenças do pulmão, o HHV-8 é predominantemente associado ao SK ou BCBL/PEL e raramente a um número de doenças caracterizadas por proliferação linfóide e/ou angiomatosa. O vírus não foi encontrado em outros tumores vasculares malignos relacionados com cavidades corporais ou membranas serosas64.

O HHV-8 foi também detectado, embora raramente, em outras desordens linfoproliferativas, incluindo linfoma não-Hodgkin, doença de Hodgkin, linfadenopatias reativas65 e linfoma cutâneo em AIDS66. A carga viral é significantemente maior em tecido linfóide de pessoas infectadas com o HIV, quando comparado com indivíduos soronegativos65, embora seja ainda menor do que em células mononucleares do sangue periférico (PBMC) dos mesmos pacientes. Isso sugere que a presença do HHV-8 nestas lesões é simplesmente um reflexo do tropismo do HHV-8 por células B não-neoplásticas. Detecção do HHV-8 em desordens linfoproliferativas de células T foi descrito67, porém não foi confirmado68,69.

HHV-8 no trato gastrointestinal

O Herpesvirus-8 tem sido encontrado, embora raramente, em esfregaços da garganta e escarro de pacientes HIV positivo que apresentam SK70. Estudos iniciais sugerem que o HHV-8 não está presente na saliva de pacientes com SK AIDS-relacionado, porém outros autores encontraram HHV-8 na saliva de até 33% das pessoas infectadas com o HIV, mas não em indivíduos HIV-negativo71. O vírus foi identificado em SK oral72-74 e outras lesões que não sejam SK em pacientes com AIDS48, porém não se sabe se o HHV-8 está presente na mucosa oral normal de tais indivíduos. O HHV-8 foi encontrado em tecidos de biópsia do intestino de pacientes HIV positivo75, mas amostras fecais são raramente positivas para o HHV-870, sugerindo que um contato fecal não deve ser um meio de transmissão primário.

HHV-8 em tecido neural

O Sarcoma de Kaposi pode ter uma distribuição variceliforme em pacientes imunocomprometidos e pode ter uma distribuição dermatomal em locais onde previamente ocorreu herpes zoster cutâneo76. Da mesma forma o HHV-8 foi encontrado no gânglio paravertebral de pacientes com AIDS e SK13, sugerindo então neurotropismo deste vírus, e talvez sendo responsável pela distribuição clínica de algumas lesões.

HHV-8 no sangue periférico

O Herpesvirus humano-8 está presente em células B do sangue periférico CD19+/CD20+32,77 e monócitos CD14+32 de pacientes com SK, células endoteliais CD34+ de efusões pleural associada com SK e, em menor escala, em células T CD3+77. O vírus foi detectado no sangue periférico, plasma e soro de pacientes HIV-positivos com ou sem Sarcoma de Kaposi77,78 e ocasionalmente de transplantados imunocomprometidos, homossexuais masculinos HIV-negativo, e doadores de sangue saudáveis36,66,79.

A freqüência da detecção do HHV-8 em PBMC em alguns78, mas não em todos os estudos80 pode ser relacionada ao grau da imunossupressão relacionada ao HIV, e pode ser maior em pacientes com lesões do Sarcoma de Kaposi em fase avançada. A presença do HHV-8 em PMBC, prevê o aparecimento do sc em indivíduos HIV positivo81,82. Vale salientar que já foi encontrado HHV-8 em PBMC de pacientes recebendo gancicloir, foscarnet ou ambos via intravenosa80. Interessante que a infecção pelo HHV-8 de células mononucleares do cordão umbilical pode ser bloqueada por foscarnet, sugerindo que a transmissão do HHV-8 requer o vírus replicando, biologicamente ativo83.

Foi encontrado RNA do HHV-8 em células CD19+ viralmente infectadas de um doador de sangue saudável, demonstrando então que o HHV-8 pode ser infeccioso84. A implicação para pacientes que recebem transfusão sangüínea ainda não é clara, visto que a transmissão do vírus por esta rota ainda espera ser demonstrada. Confirmando esta hipótese, está o achado de que o HHV-8 não foi encontrado em PBMCs dos parentes próximos dos pacientes HHV-8-positivos, sugerindo então que o HHV-8 não é um vírus altamente transmissível, ou então é facilmente eliminado pelo sistema imune intacto de tais indivíduos84.

HHV-8 nos tecidos e fluidos genitais

O Herpes-8 não está presente no tecido testicular de pacientes HIV-positivo que apresentam SK85 e embora estudos iniciais tenham sugerido que o HHV-8 é raramente encontrado no sêmen78, outros estudos mostraram que o HHV-8 está presente no sêmen de homossexuais masculinos, HIV-positivo nos Estados Unidos, e ocasionalmente em heterossexuais HIV-negativo. A presença de seqüências do HHV-8 no sêmen, determinou os pacientes que eram prováveis de desenvolver SK. Em um estudo envolvendo pacientes do sul da Itália, com soroprevalência ao HIV desconhecida, e sem apresentar Sarcoma de Kaposi, até 44% das amostras de próstata e 91% de sêmen foram positivas para o HHV-8; positividade não foi associada com a cabeça espermática mas sim com frações contendo células uretrais e outras. Complementando, 22% das amostras de glande ou prepúcio apresentaram o HHV-8 e somente 6,5% das amostras do trato genital feminino foram positivas para este vírus44.

Enquanto os dados acima sugerem que o HHV-8 pode ser ubíquoto no trato genital, estudos posteriores não confirmaram tal positividade em tecidos de próstata de pacientes italianos com AIDS, usuários de drogas injetáveis, nem tão pouco em pacientes sem apresentar SK HIV-negativo italianos ou americanos86, nem em amostras de esperma de pacientes HIV-negativo87. Complementando, um recente estudo não confirmou a alta taxa de detecção do HHV-8 em esperma de homossexuais HIV-positivo inicialmente descrita (14% vs. 91%), e não demonstrou qualquer relação direto entre a detecção do HHV-8 e o desenvolvimento do SK88. Entretanto, um transcrito de HHV-8 codificando uma pequena proteína da membrana, foi recentemente identificado em células da próstata de indivíduos HIV-positivo, bem como em HIV-negativo. Na maioria dos casos a hibridização positiva das células foi localizada para o epitélio glandular26. Se for confirmada tal teoria, não seria ilícito dizer que tais células tem o potencial de transmitir o HHV-8 através das secreções da próstata. O HHV-8 não foi encontrado na mucosa da vulva ou em câncer de colo de pacientes nos Estados Unidos, sem história de HIV.

Detecção sorológica do HHV-8

Exames sorológicos desenvolvidos recentemente confirmam dados prévios, baseados nas técnica de PCR e Hibridização in situ, que apontam para o HHV-8 como sendo de significância etiológica no desenvolvimento do SK89. Os testes iniciais eram baseados na linha celular BC-1. Immunoblotting de proteínas do BC-1 revelaram uma doublet antígeno nuclear de alto peso molecular, p226/p234, distinto das proteínas que já se conhece, do EBV que foram especificamente detectadas do soro de pacientes com SK. Dos pacientes com SK HIV-relacionado, 80% tiveram anticorpos para estes antígenos, enquanto somente 18% dos homossexuais HIV-positivo sem SK, e nenhum dos 122 doadores de sangue ou 20 pacientes com hemofilia HIV-positivo, apresentaram tais anticorpos90,91. Conversão para soropositividade ao HHV-8-antígeno derivado normalmente ocorre antes de sinais clínicos do aparecimento do SK. Da mesma forma, anticorpos para um outro antígeno (p40 - um antígeno do ciclo lítico) derivado de uma lise de células de BC-1 induzida por n-butyrate, foram detectados em 67% dos pacientes com SK AIDS-relacionado e 7% dos pacientes HIV-positivo sem SK92. Testes adicionais têm sido desenvolvidos, baseados nas linhas celulares BCBL-1 BCP-1 de BCBL. Estas linhas não expressam EBV, e não resolvem o problema da potencial cross-reactivity entre os antígenos derivados do EBV e do HHV-8. Testes de imunofluorescência baseados nestas células mostram que anticorpos IgG para antígenos específicos ao HHV-8 estão presentes em quase todos os pacientes com SK AIDS-relacionado, e até 30% dos homossexuais masculinos HIV-infectados sem SK90,93. Todos os pacientes com SK do tipo endêmico (África) podem ser soropositivos para antígenos HHV-8 lítico e latente, enquanto na população em geral raramente são positivos94.

Em contraste com estes estudos de imunofluorescência, enzyme linked immunoabsorbent assay (ELISA), detectando anticorpos IgG para uma proteína recombinante relacionada ao capsômero, codificada pela ORF 65 do HHV-8 foi desenvolvida; 84% dos pacientes com SK HIV-relacionado tiveram anticorpos detectáveis, enquanto poucos doadores de sangue dos EUA ou do Reino Unido foram soropositivos, embora soropositividade fosse mais comum em pessoas saudáveis na Uganda do que aqueles em Reino Unido ou EUA95.

Por outro lado, é preocupante que somente 80% a 90% dos pacientes com SK são soropositivos para um ou mais antígenos do HHV-8, embora seja provável que todos estejam infectados pelo HHV-8. A estimativa atual da prevalência do HHV-8 baseada em estudos sorológicos deverá ser revisada através do melhoramento na sensibilidade destes testes96-98.

Possíveis mecanismos patogênicos do HHV-8

Como foi detalhado previamente, análise da presumível tradução de produtos do HHV-8 revelou homologia entre um considerável número de receptores celulares humanos, enzimas do ciclo celular e importantes chemokines numa variedade de mecanismos homeostáticos celular e imunológicos.

A presumível tradução do produto da ORF 74 é uma G protein coupled receptor (GCR). Estes receptores são importantes no crescimento e diferenciação celular, e alguns GCRs estão envolvidos em transformação maligna99. O homólogo celular mais próximo do presumível HHV-8 GCR são as interleucinas, IL-8 receptores A e B, e o homólogo viral mais próximo é o gene, HVS ECRF3 que codifica um receptor funcional IL-8100. O presumível produto da ORF 72 do HHV-8 apresenta homologia com mammalian cyclin D proteins101. Cyclins são necessárias para divisão celular e proteínas cyclin D são sub-unidades regulatórias que ativam quinases celular para fosforilar moléculas checkpoint. A proteína cyclin do HHV-8 está associada com atividade quinase em inativar a molécula checkpoint (retinoblastoma-tumour suppressor protein), conseqüentemente o HHV-8 tem o potencial de superar a parada no ciclo celular, aumentando portanto a possibilidade de desenvolvimento do tumor102,103.

Outras ORFs do HHV-8 codificam proteínas similares a duas human macrophage inflammatory proteins (MIP) chemokines (vMIP-1 da ORF K6 e vMIP-2 da ORF K4), interleucina-6 (ORF K2) e interferon regulatory factor (vIRF) (ORF K9). A IL-6 viralmente derivada (vIL-6) é expressada em células de BCP-1 infectadas pelo HHV-8, e áreas de células-B do linfonodo de um paciente SK AIDS-relacionado. Foi também detectada em lesões de SK, inicialmente em células CD34+ (endotelial) CD45+ (hematopoiética)104, porém mais recentemente através da geração de uma biblioteca genômica a partir de extratos de DNA derivado de tecido do SK105. A ORF K4 do HHV-8, viral macrophage inflammatory protein-1 (vMIP-1) inibe a entrada do HIV-1 via receptor chemokine CCR5, sugerindo que MIP-1 é funcional na ligação com CCR5, contribuindo então para interações entre o HHV-8 e HIV-1. Conseqüentemente o HHV-8 pode ter alguma ação inibidora na infecção por HIV-1, podendo ser a razão do porque pacientes com AIDS e SK tem um prognóstico melhor do que aqueles que não apresentam o Sarcoma de Kaposi106.

Afora vMIP 1 e 2, vIL-6, vIRF, cyclin D e um receptor do tipo IL-8, o HHV-8 possui também, genes similares ao bcl-2, complement-binding proteins similares ao CD21/CR2 (ORF 4) e uma molécula de adesão do tipo NCAM (ORF K14), que pode interferir na vigilância imune.

Estratégias celulares típicas contra infecção viral, incluem: parada no ciclo celular, indução de apoptose (morte celular programada) e indução de imunidade mediada por células, sendo evidente portanto que o HHV-8 tem a capacidade de superar tais mecanismos. Por exemplo, cyclin D pode prevenir a parada no ciclo celular102, vIL-6, vIRF e vbcl-2 podem inibir apoptose, e vIRF pode interferir com respostas mediadas por células.

 

CONCLUSÃO

Conhecimento da biologia, patogenicidade e associações clínicas do HHV-8 tem sido expandida rapidamente nos últimos três anos. Se torna agora evidente que este vírus pode causar doença clínica significante, possivelmente através da manipulação de mecanismos de controle celular e evitando ou modificando o sistema imune. A rota exata de transmissão do HHV-8 ainda não foi definida, e métodos de limitar ou eliminar a infeção pelo HHV-8 precisam ser desenvolvidos.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. Gonzalez A, Costa P, Romero J, dalaTorre A, Valcarcel F, et al. Kaposi's sarcoma unrelated to human immunodeficiency virus infection: Long term results of radiotherapy. Arch Dermat. 1997; 133: 107-108.         [ Links ]

2. Martin III RW, Hood AF, Farmer ER. Kaposi's sarcoma. Med 1993; 72: 245-261.         [ Links ]

3. Fife K, Bower M. Recent insights into the Pathogenesis of Kaposi's sarcoma. British Journal of Cancer 1996 ;73: 1317-1322.         [ Links ]

4. Gotti E, Remuzzi G. Post-transplant Kaposi's sarcoma. J Am Soc Nephrol. 1997; 8: 130-137.         [ Links ]

5. Wahman A, Melnick SL, Rhame FS, Potter JD. The epidemiology of Classic, African and immunosuppressed Kaposi's sarcoma. Epid Rev 1991; 13:178-199.         [ Links ]

6. Hermans P, Lundgren J, Sommereijns B, Pedersen C, Vella S, et al. Epidemiology of AIDS-related Kaposi's sarcoma in Europe over ten years. AIDS 1996; 10:911-917.         [ Links ]

7. Beral V, Peterman TA, Berkelman RL, Jaffe HW. Kaposi's sarcoma among person's with AIDS: a sexually transmitted infection? Lancet 1990; 335: 123-128.         [ Links ]

8. Beral V, Bull D, Darby S, Weller I, Carne C, et al. Risk of Kaposi's sarcoma and sexual practices associated with faecal contact in homosexual or bisexual men with AIDS. Lancet 1992; 339: 632-635.         [ Links ]

9. Giraldo G, Beth E, Huang ES. Kaposi's sarcoma and its relationship to cytomegalovirus (CMV) III. CMV DNA and CMV early antigens in Kaposi's sarcoma. Int J Cancer 1980; 26:23-29.         [ Links ]

10. Nakamura S, Salahuddin Z, Biberfeld P. Kaposi's sarcoma cells: long-term culture with growth factor from retrovirus-infected CD4+ T cells. Science 1988; 242:426-430.         [ Links ]

11. Lebbe C, Agbalika F, deCremoux P, Deplanche M, Rybojad M, et al. Detection of human herpesvirus 8 and human T-cell lymphotrophic virus type 1 sequences in Kaposi's sarcoma. Arch Dermatol. 1997; 133: 25-30.         [ Links ]

12. Warmuth I, Moore PS. Kaposi's sarcoma, Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus, and human T-cell lymphotrophic virus type 1: What is the current evidence for casualty? Arch Dermatol. 1997; 133: 83-85.         [ Links ]

13. Corbellino M, Parravicini C, Aubin JT, Berti E. Kaposi's sarcoma and herpesvirus-like DNA sequences in sensory ganglia. N Engl J Med. 1996; 334:1341-1342.         [ Links ]

14. Ganem D. Human herpesvirus 8 and the biology of Kaposi's sarcoma. Sem Virol. 1996; 7: 325-332.         [ Links ]

15. O'Neill E, Henson TH, Ghorbani AJ, Land MA, Webber BL, et al. Herpes virus-like sequences are specifically found in Kaposi's sarcoma lesions. J Clin Pathol 1996; 49:306-308.         [ Links ]

16. Sosa CE, Benetucci JA, Sieczkowski LM. Herpesvirus-like DNA in AIDS Kaposi's sarcoma in Argentina. AIDS 1996; 11: 308-313.         [ Links ]

17. Boshoff C, Whitby D, Htziioannou T, Fisher C, Van der Waly J, et al. Kaposi's-sarcoma-associated herpesvirus in HIV-negative Kaposi's sarcoma. Lancet 1995; 345: 1043-1044.         [ Links ]

18. Dupin N, Gorin I, Deleuze J, Agut H, Huraux J, Escande J. The New England Journal of Medicine. Herpes-like DNA sequences, AIDS-related tumours, and Castleman's disease. N Engl J Med 1995; 12:798.         [ Links ]

19. Buonaguro FM, Tornesello ML, Beth-Giraldo E, Hatzakis A, Mueller N, et al. Herpesvirus-like DNA sequences in endemic, classic, iatrogenic and epidemic Kaposi's sarcoma (KS) biopsies.Int J Cancer. 1996; 65:25-28.         [ Links ]

20. Chang Y, Ziegler J, Wabinga H, Katangole-Mbidde E. Boshoff C, Schultz T, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus and Kaposi's sarcoma in Africa. Arch Intern Med 1996; 156 : 202-204.         [ Links ]

21. Chuck S, Grant RM, Katongloe-Mnbidde E, Conant M, Ganem D. Frequent presence of a novel herpesvirus genome in lesions of human immunodeficiency virus-negative Kaposi's sarcoma. JID 1996; 173: 248-251.         [ Links ]

22. Eto H, Kamidigo NO, Murakami-Mori K, Nakamura S, Toriama K, et al. Short report: herpes-like DNA sequences in African-endemic and acquired immunodeficiency syndrome-associated Kaposi's sarcoma. Am J Trop Hyg 1996; 55: 405-406.         [ Links ]

23. Hengold WB, Purvis SF, Schaffer J, Loenard DGE, Giam CZ, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus/human herpesvirus type 8 and Epstein-Barr virus in iatrogenic Kaposi's sarcoma. Arch dermatol 1997; 133: 109-111.         [ Links ]

24. Jin YT, Tsai ST, Yan JJ, Hisiao JH, Lee YY, et al. Detection of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-like DNA sequence in vascular lesions. Am J Clin Pathol 1996; 105: 360-363.         [ Links ]

25. Huang TQ, Li JJ, Zhang WG, Feiner D, Friedman-Kien AE. Transcription of human herpesvirus-like agent (HHV-8) in Kaposi's sarcoma. J Clin Invest 1996; 97: 2803-2806.         [ Links ]

26. Staskus KA, Zhong WD, Gabhard K, Herndier B, Wang R, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus gene expression in endothelial (spindle) tumour cells. J Virol 1997; 71: 715-719.         [ Links ]

27. Aluigi MG, Albibi A, Carlone S, Repetto L, De Marchi R, et al. KSHV sequences in biopsies and cultured spindle cells of epidemic, iatrogenic and Mediterranean forms of Kaposi's sarcoma. Res. Virol 1996; 147:267-275.         [ Links ]

28. Li JJ, Huang YQ, Cockerell CJ, Friedman-Kien AE. Localization of human herpes-like virus type 8 in vascular endothelial cells and perivascular spindle-shaped cells of Kaposi's sarcoma lesions by in situ hybridization. Am J Pathol 1996; 148:1714-1748.         [ Links ]

29. Zhong WD, Ganem D. Characterization of ribonulceoprotein complexes of an abundant polyadenylated nuclear RNA encoded by Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus (Human herpesvirus 8). J Virol 1997; 71: 1207-1212.         [ Links ]

30. Sirianni MC, Ucini S, Angeloni A, Faggioni A, Cottoni F, et al. Circulating spindle cells: correlation with human herpesvirus-8 (HHv-8) infection and Kaposi's sarcoma. Lancet 1997; 349:225.         [ Links ]

31. Browning PJ, Sechler MG, Kaplan M, Wahington PH, Gendelman R, et al. Identification and culture of Kaposi's sarcoma-like spindle cells from the peripheral blood of human immunodeficiency virus 1-infected individuals and normal controls. Blood 1994; 84:2711-2720.         [ Links ]

32. Flamand L, Zeman RA, Bryant JL, Lunardi-Iskander Y, Gallo RC. Absence of human herpesvirus 8 DNA sequences in neoplastic Kaposi's sarcoma cell lines. J Acq Imm Def Synd Hum Retrovirus 1996; 13: 194-197.         [ Links ]

33. Renne R, Zhong Herndier B, McGrath M, Abbey N, Kedes D, et al. Lytic growth of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus (human herpesvirus 8) in culture. Nat. Med 1996; 2: 342-346.         [ Links ]

34. Said LW, Chein K, Takeuchi S, Taska T, Asou H, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus (KSHV or HHV-8) in primary effusion lymphoma: Ultrastructural demonstration of herpesvirus in lymphoma cells. Blood 1996; 12: 4937-4943.         [ Links ]

35. Renne R, Lagunoff M, Zhong W, Ganem D. The size and conformation of Kaposi's sarcoma associated herpesvirus (human herpesvirus 8) DNA in infected cells and virions. J Virol 1996; 70: 8151-8154.         [ Links ]

36. Decker LL, Shanker P, Khan G, Freeman RB, Dezube BJ, et al. The Kaposi Sarcoma-associated herpesvirus (KSHV) is present as an intact genome in KS tissue but replicates in the peripheral blood mononuclear cells of KS patients. J Exp Med 1996; 184:283-288.         [ Links ]

37. Foreman KE, Friborg J, Kong WP, Woffendin C, Polyverini PJ, et al. Propagation of a human herpesvirus from AIDS-associated Kaposi's sarcoma. NEJM 1997; 336:163-171.         [ Links ]

38. Moore PS, Gao S Dominguez G, Cesarman E, Lungu O, et al. Primary Characterization of a Herpesvirus agent associated with Kaposi's sarcoma. J virol 1996; 70: 549-558.         [ Links ]

39. Cesarman E, Nador RG, Bai F, Bohenzky RA, Russo JJ, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus contains G protein-coupled receptor and cyclin D homologs and malignant lymphoma. J Virol 1996; 70: 8218-8223.         [ Links ]

40. Moore PS, Kingsley LA, Holmberg SD, Spira T, Gupta P, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus infection prior to onset of Kaposi's sarcoma. AIDS 1996; 10:175-180.         [ Links ]

41. Sun R, Lin SF, Gradoville L, Miller G. Polyadenylated nuclear RNA encoded by Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus. Proc Nat Acad Sci USA 1996; 93: 11883-11888.         [ Links ]

42. Gaidano G, Pastore C, Gloghini A, Cusini M, Nomdedeu J, et al. Distribution of human herpesvirus-8 sequences throughout the spectrum of AIDS-related neoplasia. AIDS 1996; 10: 941-949.         [ Links ]

43. Uthman A, Brna C, Wegninger W, Tschachler E. No HHV-8 in non-Kaposi's sarcoma mucocutaneous lesions from immunodeficient HIV-positive patients. Lancet 1996; 347: 1700-1701.         [ Links ]

44. Monini P, De Lellis L, Fabris M, Rigolin F, Cassai E, Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus DNA sequences in prostate tissue and human sêmen. N Engl J Med 1996; 334: 1168-1172.         [ Links ]

45. Dictor M, Rambech E, Way D, Witte M, Bendsoe N. Human herpesvirus 8 (Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus) DNA in Kaposi's sarcoma lesions, AIDS Kaposi's sarcoma cell lines, endothelial Kaposi's sarcoma simulators, and the skin of immunosuppressed patients. Am J Pathol 1996; 148:2009-2016.         [ Links ]

46. Tyring SK, Rady P, Yen A, Hughes TK. HHV-8 and skin cancers in immunosuppressed patients. Lancet 1996 347:338-339.         [ Links ]

47. Inadi R, Kosuge H, Nishimoto S, Yoshikawa K, Yamanishi K. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus (KSHV) sequences in premalignant and malignant skin tumours. Arch Virol 1996; 141: 2217-2223.         [ Links ]

48. Di Alberti L, Ngui SL, Porter SR, Speight PM, Scully CM, et al. Presence of human herpesvirus 8 variants in the oral tissues of human immunodeficiency virus-infected persons. JID 1997; 175:703-707.         [ Links ]

49. Gyulai R, Kemeny L, Kiss M, Adam E, Nagy F, et al. Herpesvirus-like DNA sequences in angiosarcoma in a patient without HIV infection. New Eng J Med 1996; 334: 540-541.         [ Links ]

50. Kizumi H, Ohkawara A, Kituta H. Herpesvirus-like DNA sequence in classic Kaposi's sarcoma and angiosarcoma in Japan. Brit J Dermatol 1996; 135: 1009-1010.         [ Links ]

51. Gyulai R, Kemeny L, Adam E, Nagy F, Dobozy A. HHV-8 DNA in angiolymphoid hyperplasia of the skin. Lancet 1996; 347: 1837.         [ Links ]

52. Foreman K, Bonish K, Nickoloff B. Absence of human herpesvirus 8 DNA sequences in patients with immunosuppression-associated dermatofibromas. Arch Dermatol 1997; 133:108-109.         [ Links ]

53. Memar OM, Rady PL, Goldblum RM, Tyring SK. Human herpesvirus-8 DNA sequences in a patient with pemphigus vulgaris, but without HIV infection or Kaposi's sarcoma. J Invest Dermatol 1997; 108: 118-119.         [ Links ]

54. Nador RD, Caserman E, Knowels DM, Said JW. Herpes-like DNA sequences in a body-cavity-based lymhoma in an HIV-negative patient. N Engl J Med 1996; 333: 943.         [ Links ]

55. Cesarman E, Nador RG, Aozasa K, Delsol G, Said JW, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus in non-AIDS-related lymphomas occurring in body cavities. Am J Pathol 1996; 149: 53-57.         [ Links ]

56. Weiss RA. Human hepesvirus 8 in lymphoma and Kaposi's sarcoma : Now the virus can be propagated. Nat Med 1996; 2: 277-278.         [ Links ]

57. Hermine O, Michel M, Buzyn-Veil A, Gessain A. Body-cavity-based lymphoma in an HIV-seronegative patient without Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-like DNA sequences. N Engl J Med 1996; 334 : 272.         [ Links ]

58. Ansari MQ, Dawson DB, Nador R, Rutherford C, Scheider NR, et al. Primary body cavity-based AIDS-related lymphomas. Am J Clin Pathol 1996; 105 : 221-229.         [ Links ]

59. Cesarman E, Moore PS, Rao PH, Inghirami G, Knowels DM, et al. In-vitro establishment and characterization of two acquired immunodeficiency syndrome-related lymphoma cell lines (BC-1 and BC-2) containing Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-like (KSHV) DNA sequences. Blood 1995; 86: 2708-2714.         [ Links ]

60. Gessain A, Sudaka A, Briere J, Fouchard N, Nicola MA, et al. Kaposi's sarcoma-associated in herpes-like virus (human herpesvirus type 8) DNA sequences in multicentric Castleman's disease: is there any relevant association in non-human immunodeficiency virus-infected patients. Blood 1996; 87:414-416.         [ Links ]

61. McDonagh DP, Liu J, Gaffey MJ, Layfield LJ, Azumi N, et al. Detection of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-like DNA sequences in angiosarcoma. Am J Path 1996; 149: 1363-1368.         [ Links ]

62. Luppi M, Barozzi P, Maiorana A, Artusi T, Trovato R, et al. Human herpes virus (HHV-8) DNA sequences in HIV negative angioimmunoblastic lymphadenopathy and benign lymphadenopathy with giant germinal center hyperplasia and increased vascularity. Blood 1996; 87: 3903-3909.         [ Links ]

63. Luppi M, Torelli G. Human herpesvirus 8 and interstitial pneumonitis in an HIV-negative patient. N Engl J Med 1996; 335: 351-352.         [ Links ]

64. Lin BTY, Chen YY, Battifora H, Weiss LM. Absence of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-like DNA sequences in malignant vascular tumours of the serous membranes. Mod Pathol 1996; 9: 1143-1146.         [ Links ]

65. Bigoni B, Doicetti R, de Lellis L, Carbone A, Boiocchi M, et al. Human herpesvirus 8 is present in the lymphoid system of healthy persons and can reactivate in the course of AIDS. T J Infect Dis 1996; 173: 542-549.         [ Links ]

66. Corbellino M, Poirel L, Bestetti G, Aubin JT, Capra M, et al. Human herpesvirus-8 in AIDS and unrelated lymphomas. AIDS 1996; 10: 545-546.         [ Links ]

67. Sander CA, Simon M, Puchta U, Raffeld M, Kind P. HHV-8 in lymphoproliferative lesions in skin. Lancet 1996; 348: 475-476.         [ Links ]

68. Pastore C, Gloghini A, Volpe G. Distribution of Kaposi's sarcoma herpesvirus sequences among lymphoid malignancies in Italy and Spain. Br J Haematol 1996; 91:918-920.         [ Links ]

69. Pawson R, Catovsky D, Schulz TF. Lack of evidence of HHV-8 in mature T-cell lymphoproliferative disorders. Lancet 1996; 348:1450-1451.         [ Links ]

70. Whitby D, Howard MR, Tenant-Flowers M, Brink NS, Copas A, et al. Detection of Kaposi's sarcoma associated herpesvirus in peripheral blood if HIV-infected individuals and progression to Kaposi's sarcoma. Lancet 1995; 346: 799-802.         [ Links ]

71. Boldogh I, Szaniszlo P, Bresnahan WA, Flaitz CM, Nichols MC, et al. Kaposi's sarcoma herpes-like DNA sequences in saliva of individuals infected with human immunodeficiency virus. Clin Infect Dis 1996; 23: 406-407.         [ Links ]

72. DiAlberti L, Teo CG, Porter S, Zakrzewska J, Scully C. Kaposi's sarcoma herpes virus in oral Kaposi's sarcoma. Oral Oncol Eur J Canc 1996; 32B : 68-69.         [ Links ]

73. Jin YT, Tsai ST, Yan JJ, Hisiao JH, Lee YY, et al. Presence of human herpesvirus-like DNA sequence in oral Kaposi's sarcoma, a preliminary PCR study. Oral Surg Oral Med Oral Path Radiol Endod 1996; 81: 442-444.         [ Links ]

74. Flaitz C, Jin Y-T, Hicks MJ, Nichols M, Wang Y-W, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-like DNA sequences (KSHV/HHV-8) in oral AIDS-Kaposi's sarcoma. Oral Surg. Oral Med. Oral Pathol. Oral radiol Endod 1997; 83: 259-264.         [ Links ]

75. Thomas JA, Brookes LA, McGowen I, Weller I, Crawford DH. HHV-8 DNA in normal gastrointestinal mucosa from HIV seropositive people. Lancet 1996; 347: 1337-1338.         [ Links ]

76. Niedt GW, Prioleau PG. Kaposi's sarcoma occurring in a dermatome previously involved by herpes zoster. J Am Acad Dermatol 1988; 18: 448-451.         [ Links ]

77. Harrington WJ, Bagasra O, Sosa CE, Bobroski LE, Baum M, et al. Human herpesvirus type 8 DNA sequences in cell free plasma and mononuclear cells of Kaposi's sarcoma patients. JID 1996; 174: 1101-1105.         [ Links ]

78. Marchioli CC, Love JL, Abbott Y, Huang YQ, Remick SC, et al. Prevalence of human herpevirus 8 DNA sequences in several patient populations. J Clin Microbiol 1996; 34: 2635-2638.         [ Links ]

79. Blackbourn DJ, Ambroziak J, Lennette E, Adams M, Ramachandran B, et al. Infectious human herpesvirus 8 in a healthy North American blood donor. Lancet. 1997; 349: 609-611.         [ Links ]

80. Humphrey RW, O'Brien TR, Newcombe FM, Nishihara H, Wyvill KM, et al. Kaposi's sarcoma (KS)-associated herpesvirus-like DNA sequences in peripheral blood mononuclear cells: Association with KS persistence in patients receiving anti-herpesvirus drugs. Blood 1996; 88: 279-301.         [ Links ]

81. Brambilla L, Boneschi V, Berti E, Corbellino M, Parravicini C. HHV-8 cell-associated viraemia and clinical presentation of Mediterranean Kaposi's sarcoma. Lancet 1996; 347: 1338.         [ Links ]

82. Lefrere JJ, Meyohas MC, Mariotti M, Meynard JL, Thauvin M, et al. Detection of human herpesvirus 8 DNA sequences before the appearance of Kaposi's sarcoma in human immunodeficiency virus-positive subjects with a known date of HIV seroconversion. JID 1996; 174: 283-287.         [ Links ]

83. Mesri EA, Cesarman E, Arvanitakis L, Rafii S, Moore AS, et al. Human herpesvirus-8/Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus is a new transmissible virus that infects B cells. J Exp Med 1996; 183: 2385-2390.         [ Links ]

84. Uccini S, Pilozzi A, Stoppacciaro A, Angeloni A, Santarelli R, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus/human herpesvirus 8 is not detectable in peripheral blood mononuclear cells of the relatives of sporadic KS patients. Invest Dermatol 1997; 108: 119-120.         [ Links ]

85. Corbellino M, Bestetti G, Galli M, Parravicini C. Absence of HHV-8 in prostate and semen. N Engl J Med 1996; 335:1237.         [ Links ]

86. Corbellino M, Bestetti G, Poirel L, Aubin JT, Bramilla L, et al. Is human herpesvirus type 8 fairly prevalent among healthy subjects in Italy? JID 1996; 174: 668-669.         [ Links ]

87. Howard MR, Whitby D, Bahadur G, Suggett F, Boshoff C, et al. Detection of human herpesvirus 8 DNA in sêmen from HIV-infected individuals but not healthy sêmen donors. AIDS 1997; 11:F15-F19.         [ Links ]

88. Gupta P, Sing MK, Ringaldo C, Ding M, Farzadegan H, et al. Detection of Kaposi's sarcoma herpesvirus DNA in sêmen of homosexual men with Kaposi's sarcoma. AIDS 1996; 10: 1596-1598.         [ Links ]

89. O'Leary JJ. Seeking the cause of Kaposi's sarcoma. Nat Med 1996; 2: 862-863.         [ Links ]

90. Kedes DH, Operskalaski E, Busch M, Kohn R, Flood J, et al. The seroepidemiology of human herpesvirus 8 (Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus): Distribution of infection in KS risk groups and evidence for sexual transmission. Nat Med 1996; 2: 918-924.         [ Links ]

91. Gao SJ, Kingsley L, Li M, Zheng W, Parravincini C, et al. KSHV antibodies among Americans, Italians and Ugandans with and without Kaposi's sarcoma. Nat Med 1996; 2: 925-928.         [ Links ]

92. Miller G, Rigsby MO, Heston L, Grogon E, Sun R, et al. Antibodies to butyrate-inducible antigens of Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus in patients with HIV-1 infection. N Engl J Med 1996; 334: 1292-1297.         [ Links ]

93. Gao SJ, Kingsley L, Hoover DR, Spira TJ, Rinaldo CR, et al. Seroconversion to antibodies against Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus-related latent nuclear antigens before the development of Kaposi's sarcoma. N Engl J Med 1996; 335: 233-241.         [ Links ]

94. Lennette ET, Blackbourn DJ, Levy JA. Antibodies to humans herpesvirus type 8 in the general population and in Kaposi's sarcoma patients. Lancet 1996; 348: 858-861.         [ Links ]

95. Simpson GR, Schultz TF, Whitby D, Cook PM, Boshoff C, et al, Prevalence of Kaposi's sarcoma associated herpesvirus infection measured by antibodies to recombinant capsid protein and latent immunofluorescence antigen. Lancet 1996; 348: 1133-1138.         [ Links ]

96. Rickinson AB. Changing seroepidemiology of HHV-8. Lancet 1996; 348: 1110-1111.         [ Links ]

97. Mocarski ES. Propagating Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus. N Engl J Med 1997; 336: 241-215.         [ Links ]

98. Parry PL, Moore PS. Corrected prevalence of Kaposi's sarcoma (KS)-associated herpesvirus infection prior to onset of KS. AIDS 1997; 11: 127-128.         [ Links ]

99. Arvanitakis L, Geras-Raaka E, Varma A, Gershengorn MC, Cesarman E. Human herpesvirus KSHV encodes a constitutively active G-protein-coupled receptor linked to cell proliferation. Nature 1997; 385: 347-350.         [ Links ]

100.Ahuja SK, Murphy PM. Molecular piracy of mammalian interlukin-8 receptor type B by herpesvirus saimiri. J Biol Chem 1993; 268: 20691-20694.         [ Links ]

101.Li M, Lee H, Yoon DW, Albrecht JC, Fleckenstein B, et al. Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus encodes a functional cyclin. J Virol 1997; 71: 1984-1991.         [ Links ]

102.Chang Y, Moore PS, Talbot SJ, Boshoff CH, Zarkowska T, et al. Cyclin encoded by KS herpesvirus. Nature 1996; 382: 410.         [ Links ]

103.Murphy PM. AIDS - Pirated genes in Kaposi's sarcoma. Nature 1997; 385: 296.         [ Links ]

104.Moore PS, Boshoff C, Weiss RA, Chang Y. Molecular mimicry of human cytokine and cytokine response pathway genes by KSHV. Science 1996; 274: 1739-1744.         [ Links ]

105.Neipel F, Albrecht JC, Ensser A, Huang YQ, Li JJ, et al. Human herpesvirus 8 encodes a homolog of interleukin-6. J Virol 1997; 71: 839-842.         [ Links ]

106.Morecroft A, Youle M, Morcinek J, Sabin CA, Gazzard B, et al. Survival after diagnosis of AIDS: a prospective observational study of 2625 patients. BMJ 1997; 314: 409-413.         [ Links ]

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License