SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue2Fatores preditores de recidiva hemorrágica em cirróticos submetidos à cirurgia de Teixeira-WarrenPressão positiva contínua em vias aéreas para o tratamento de hipoxemia no pós-operatório author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Rev. Assoc. Med. Bras. vol.52 no.2 São Paulo Mar./Apr. 2006

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302006000200005 

PANORAMA INTERNACIONAL
CLÍNICA CIRÚRGICA

 

Evolução do câncer do reto alto e baixo após cirurgia com ETM

 

 

A excisão total do mesorreto (ETM) é procedimento já consagrado na cirurgia do câncer retal. O objetivo deste estudo foi analisar prospectivamente a evolução e a sobrevida após cinco anos de cirurgia considerada curativa para câncer do reto alto (> de 6 cm da borda anal) e baixo (< de 6 cm da borda anal) em 140 pacientes portadores de câncer de reto, todos eles submetidos a excisão total do mesorreto. Foram estudados a recidiva local e a sobrevida nos dois grupos. Houve recidiva local em 5% dos pacientes com câncer de reto alto e 18% dos pacientes operados por câncer de reto baixo, mostrando diferença estatisticamente significante (p= 0,0014). A sobrevida em cinco anos foi de 78% nos tumores acima de 6 cm da borda anal e 59% nos tumores abaixo de 6 cm (p= 0,0292).

Conclusão: a cirurgia apresentou cura em 72% dos pacientes, no entanto, nos cânceres abaixo de 6 cm da borda anal, os resultados foram insatisfatórios. A provável explicação para este fato é que os tumores baixos têm disseminação lateral que não é atingida pela excisão do mesorreto. A radioterapia pré-operatória e a excisão lateral de linfonodos deve ser considerada nos tumores de reto abaixo de 6 cm da borda anal.

 

Comentário

Temos visto com certa freqüência a recidiva local de tumores baixos de reto após cirurgia oncologicamente curativa (margens livres e excisão do mesorreto). Este fato nos tem levado a considerar uma maior indicação de quimio e radioterapia pós-operatória nestes tumores e a uma maior indicação de amputações de reto nesses pacientes, uma vez que esta cirurgia possibilita uma maior retirada de linfonodos laterais ao reto que não são retirados com a ETM.

 

Elias Jirjoss Ilias
Paulo Kassab
Osvaldo Antonio Prado Castro

 

Refêrencia

Faerden A, Naimy N, Wiik P, Reiertsen O, Weiessa S. Tronnes S, et al. Total mesorectal excision for rectal cancer: difference in outcome for low and high rectal cancer. Dis Colon Rectum 2005; 48(12):224-31.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License