SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54 issue4Alterações da glicemia em terapia intensiva pediátrica: uma preocupação crescenteSegurança da ressonância nuclear magnética após angioplastia coronariana com stent author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

  • Portuguese (pdf)
  • Article in xml format
  • How to cite this article
  • SciELO Analytics
  • Curriculum ScienTI
  • Automatic translation

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Rev. Assoc. Med. Bras. vol.54 no.4 São Paulo July/Aug. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302008000400005 

À BEIRA DO LEITO
MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS

 

Colecistectomia em paciente com pancreatite por litíase biliar: cirurgia imediata ou tardia?

 

 

Gizela Kelmann; Wellington Tadeu Sperandio; Thiago Queroz; Romulo Paris Soares; Wanderley Marques Bernardo

 

 

P: Pacientes adultos de ambos os sexos com pancreatite por litíase biliar

I: Colecistectomia eletiva precoce

C: Colecistectomia eletiva tardia

O: Mortalidade

Os pacientes com pancreatite por litíase biliar devem ser submetidos a alguma forma de tratamento definitivo e essa intervenção deve ser realizada assim que possível. Um atraso na intervenção aumenta as chances de cálculos adicionais migrarem, podendo ocasionar outro episódio de pancreatite. A intervenção, o mais breve possível, por outro lado, pode introduzir infecção no interior da área peripancreática inflamada e/ou agravar a pancreatite.

Com objetivo de elucidar o tempo para realização de colecistectomia em pacientes portadores de pancreatite aguda por litíase biliar, realizamos uma revisão sistemática agregando os resultados de estudos do tipo coorte. A base Medline foi consultada através da estratégia [Mesh]: Time Factors AND Cholecystectomy AND Pancreatitis, recuperando 85 artigos, que foram analisados individualmente pelo título e resumo.

Não foram incluídos os estudos em línguas diferentes do português, inglês ou espanhol. Foram selecionados oito estudos relacionados à dúvida clínica. Após a avaliação crítica do texto completo, um foi excluído por ser um estudo do tipo transversal1, outro estudo foi excluído porque não demonstrou os critérios de prognóstico, não apresentando o grau de pancreatite: leve, severa ou moderada2. Foram extraídos os resultados de seis estudos3-8 com escore na escala Newcastle-Ottawa9 de avaliação de qualidade maior que seis, cujos pacientes foram seguidos através do critério de Ranson10.

Foram incluídos homens e mulheres adultos que apresentaram quadros clínicos de pancreatite aguda por litíase biliar.

 

Resultados

A análise dos resultados quanto ao desfecho mortalidade em pacientes com pancreatite grave (RANSON > 3) demonstrou aumento do risco absoluto (ARA) na cirurgia até 72h (Precoce) de 6,8% (IC95% 2,9% a 10,7%) e cirurgia de 72h a duas semanas (Tardia) de 17,8% (IC95% 9,0% a 26,6%) quando comparadas à cirurgia após duas semanas (Eletiva).

Pacientes com pancreatite leve (RANSON <3) que foram submetidos à colecistectomia precoce, tardia ou eletiva não apresentaram mortalidade.

Por meio desta revisão concluímos que em pacientes com pancreatite grave por litíase biliar a cirurgia eletiva é a que demonstra menor mortalidade (NNT 6 ou 15), mostrando-se o tempo mais seguro para a colecistectomia.

Apesar disso, devemos levar em consideração que esses estudos não são ensaios randomizados, nos quais a distribuição de pacientes por grupo pode ter sido influenciada pela gravidade individual de cada paciente.

 

Referências

1. Senapati PS, Bhattarcharya D, Harinath G, Ammori BJ. A survey of the timing approach to the surgical management of cholelithiasis in patients with acute biliary pancreatitis and acute cholecystitis in the UK. Ann R Coll Surg Engl 2003; 85:306-12.         [ Links ]

2. Kelly TR. Gallstone pancreatitis: the timing of surgery. Surgery 1980; 88:345-50.         [ Links ]

3. Rosing DK, de Virgilio C, Yaghoubian A, Putnam BA, El Masry M, Kaji A, et al. Early cholecystectomy for mild to moderate gallstone pancreatitis shortens hospital stay. J Am Coll Surg 2007; 205: 762-6.         [ Links ]

4. Cameron DR, Goodman AJ. Delayed cholecystectomy for gallstone pancreatitis: re-admissions and outcomes. Ann R Coll Surg Engl 2004; 86: 358-62.         [ Links ]

5. Bedirli A, Sözüer EM, Sakrak O, Babayigit H, Yilmaz Z. Comparison of the results of early, delayed and elective surgery in biliary pancreatitis. Turk J Gastroenterol 2003; 14: 97-101.         [ Links ]

6. Taylor E, Wong C. The optimal timing of laparoscopic cholecystectomy in mild gallstone pancreatitis. Am Surg 2004; 70: 971-5.         [ Links ]

7. Nealon WH, Bawduniak J, Walser EM. Appropriate timing of cholecystectomy in patients who present with moderate to severe gallstone-associated acute pancreatitis with peripancreatic fluid collections. Ann Surg 2004; 239: 741-9         [ Links ]

8. Runkel NS, Buhr HJ, Herfarth C. Outcome after surgery for biliary pancreatitis. Eur J Surg 1996; 162:307-13.         [ Links ]

9. Newcastle - Ottawa Quality Assessment Scale. Coorte Studies. [cited 2008 mar]. Available from: http://www.ohri.ca/programs/clinical_epidemiology/nosgen.pdf        [ Links ]

10. Ranson JH. Etiological and prognostic factors in human acute pancreatites: a review. Am J Gastroenterol 1982; 77: 633-8.        [ Links ]

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License